Connect with us

Atualidade

Município de Vagos aposta na eficiência e sustentabilidade energética

Publicado

on

Num tempo de profundas comoções no cenário geopolítico europeu, devido à invasão da Rússia à Ucrânia e a guerra que daí eclodiu, as consequências económicas para os povos à escala global, com especial enfoque nos mercados da energia, desenvolveram, nos últimos meses, um forte impacto nas faturas dos combustíveis, da eletricidade e do gás que, associados a um aumento exponencial da taxa de inflação, têm impactado os cidadãos, o comércio, a indústria e todas as restantes instituições – autarquias incluídas – de sobremaneira.

A situação atual tem provocado a necessidade geral em procurar medidas de contenção energética no sentido de mitigar o impacto do custo da fatura da energia, nas contas de cada um, no que se pode designar como uma reação aos tempos que correm.

Bem antes desta preocupante situação se instalar à escala global, o Município de Vagos tem vindo a implementar diversas iniciativas de melhoria de eficiência energética, que têm permitido uma diminuição de consumos quer na Energia Elétrica, quer no Gás Natural, ao nível das instalações municipais. De modo a assegurar a execução de medidas válidas, estas também foram analisadas do ponto de vista do potencial de redução de emissões, tendo em vista uma melhor sustentabilidade energética. “Este caminho adotado pelo Município de Vagos tem-se revelado de grande importância e ainda mais agora com o elevado aumento do preço da energia”, afirma o Município.

Neste âmbito, das medidas mais relevantes implementadas no Município de Vagos, com vista à eficiência e sustentabilidade energética, destacam-se a iluminação eficiente em edifícios municipais, através da substituição da iluminação que anteriormente existia por tecnologia LED e a utilização de sistemas de controlo de iluminação e monitorização de consumos.

Outra das medidas implementadas diz respeito à instalação de sistemas de autoconsumo fotovoltaico em edifícios municipais, nomeadamente, nas piscinas, no Centro Escolar de Fonte de Angeão e na Biblioteca Municipal, permitindo poupanças consideráveis, uma vez que a utilização destes edifícios é, maioritariamente, diurna.

Igualmente, o Município iniciou o processo para aquisição de autoconsumo fotovoltaico através da instalação de painéis solares para o Centro Escolar da Gafanha da Boa Hora e para o edifício da Câmara Municipal, tendo este subjacente uma candidatura a fundos comunitários.

De igual forma, o Município de Vagos, procedeu à aquisição de viaturas elétricas e híbridas plug-in, o que tem permitido conseguir uma poupança significativa de combustível na medida em que, quando carregadas em período de Vazio (tarifa Bi-Horária), ficam a um custo aproximado de 1,60€ para percorrer 100 Km., assim como procedeu à instalação de três postos de carregamento em Vagos, na Vagueira e em Ponte de Vagos, sendo um do tipo rápido e dois do tipo semi-rápido.

No que à Iluminação Pública diz respeito, o Município de Vagos já tem toda a sua rede com luminárias LED o que permitiu, no último ano, uma poupança de 74%.

Quando os preços do gás estão na ordem do dia, pelo elevadíssimo aumento do custo do gás natural, já há muito que o Município de Vagos utiliza caldeiras a gás de condensação, que se revelam mais eficientes, sobretudo em locais de maior consumo como são as Piscinas e o Pavilhão Municipal. De referir que estes locais se encontram no mercado regulado, evitando assim aumentos na fatura que poderiam chegar aos 400% face à realidade atual.

Saliente-se que, devido ao aumento dos preços da energia elétrica, o Município de Vagos passou, há cerca de um ano, os contratos em BTN (onde se inclui a Iluminação Pública) para o mercado regulado, conseguindo minimizar significativamente o impacto dos aumentos verificados.

A par das medidas de sustentabilidade energética, a preocupação em monitorizar os consumos de água – um bem cada vez mais escasso e valioso – é também uma realidade no Município de Vagos, através da análise da faturação, o que permite a deteção de anomalias na instalação, como eventuais fugas ou consumos excessivos.

Para além destas medidas, que têm resultado numa poupança transversal e sustentada no presente, Vagos traça também linhas orientadoras para minimizar no futuro imediato o impacto do aumento com os custos da energia que passam, nomeadamente, por manter os contratos de energia elétrica para o mercado regulado; passar os contratos de gás natural nas escolas que foram objeto da transferência de competências para o mercado regulado; prosseguir com a transição para iluminação LED nos edifícios municipais; concluir a instalação de autoconsumo fotovoltaico em todos os edifícios municipais em que seja possível; alargar a rede de postos de carregamento de veículos elétricos no concelho; diminuir consumos na Iluminação Pública através da otimização da tecnologia implementada; diminuição dos consumos de gás nas piscinas municipais e redução dos horários de funcionamento dos equipamentos, sempre que seja possível.

“Atravessamos, neste momento, uma fase de incerteza, com um aumento brutal dos preços da energia, e não é expectável que estabilizem ou diminuam, pelo que, nesse sentido, só as medidas para reduzir consumos poderão atenuar o problema. O Município de Vagos tem vindo a fazer o seu trabalho, já há algum tempo, nesta matéria, pelo que tem conseguido reduzir o impacto dos elevados aumentos que se têm vindo a verificar. Esta é uma área em que é possível sempre melhorar, pelo que iremos continuar a trabalhar nesse sentido”, refere em nota.

Foto: CMV.

Atualidade

Barcelos: Câmara, IPCA e ACIB promovem Feira de Emprego e Formação

Publicado

on

“A parceria entre a Câmara Municipal de Barcelos, a ACIB e o IPCA é fundamental e decisiva nesta ação, porque junta a competência e a qualidade do ensino do IPCA com a experiência do movimento associativo empresarial que a ACIB representa, pelo que estamos com grande expectativa de que esta iniciativa possa resultar num grande sucesso”. Foi desta forma que o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos sintetizou os objetivos da Grow Your Skills Up – Feira de Emprego e Formação em Barcelos, dedicada à Capacitação, Emprego e Empreendedorismo, que se vai realizar no Campus do IPCA, em Barcelos, nos próximos dias 7, 10 e 11 de outubro de 2022.

Esta iniciativa sucede à Skill Up – Capacitação, Emprego e Empreendedorismo, que decorreu no início de junho, na altura com um programa dedicado inteiramente à capacitação. Agora, ao realizar esta segunda fase – a Grow Your Skills Up, tanto o Município, como as entidades parceiras – IPCA, ACIB e IEFP – pretendem potenciar as capacidades dos jovens que procuram emprego e formação. Trata-se, pois, de uma iniciativa que visa promover, de forma experiencial, a aquisição de competências transversais para a empregabilidade e o empreendedorismo.

 A organização desta 1º feira de Emprego e Capacitação pretende ser um espaço privilegiado de encontro entre as empresas e os jovens, tendo como propósito principal garantir a partilha de informações sobre as oportunidades atuais no mundo do trabalho.

Esta ação conta com a participação de cerca de uma centena de empresas, as quais terão a oportunidade de apresentar a sua filosofia, a sua missão e as suas ofertas de trabalho, numa relação comunicacional direta com os jovens que procuram uma oportunidade de trabalho. Esta é, de resto, a opinião de Pedro Melo – IPCA – pró-Presidente para o Emprego, Empreendedorismo e Alumni, que, na apresentação deste evento, sublinhou que “esta feira de emprego vem contribuir para uma melhor integração dos estudantes no mercado de trabalho”. Realçando as virtualidades desta parceria, Pedro Melo adiantou que estas “sinergias são fundamentais para o concelho e para a região”, aproveitando a oportunidade de convidar os estudantes do secundário e os estudantes da comunidade em geral para participar neste certame.

Do lado da ACIB, o presidente João Albuquerque entende que esta parceria inédita, “que junta, de uma forma muito concreta, a CMB, a ACIB e o IPCA, visa atingir vários objetivos em simultâneo, entre os quais as questões de emprego, falta de mão de obra nas empresas, e dar a conhecer aos alunos do ensino superior e do ensino secundário a realidade do mundo empresarial”.   

ERASMUS+ com Roadshow 2022

A Grow Your Skills Up  – 1ª Feira de Emprego e Formação em Barcelos, dedicada à Capacitação, Emprego e Empreendedorismo, vai ter cerca de 70 empresas, apresentando as suas ofertas de emprego e propostas de estágio. Entre outros participantes, o certame integrará a participação da Agência Nacional de ERASMUS.+ com o ROADSHOW 2022 – programa que responde à necessidade de divulgar as oportunidades dos programas Erasmus +, assim como com a presença do Corpo Europeu de Solidariedade. Paralelamente às ações promocionais de ofertas de emprego das entidades presentes, decorrerá um conjunto de palestras dedicadas à Capacitação, ao Emprego e à Formação. “Com esta realização, o Município de Barcelos, enquanto entidade agregadora e potenciadora de redes e das várias respostas existentes na comunidade, dá um sinal da importância que este tipo de iniciativas tem no desenvolvimento da capacitação e formação para a empregabilidade juvenil, operacionalizando a articulação entre entidades públicas e privadas, no sentido do sucesso no processo de transição escola-vida ativa”, afirma o Município de Barcelos.

Foto: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Barcelos: Município assinala Dia Nacional dos Castelos com apresentação das Comemorações dos 650 anos do Feito dos Alcaides de Faria

Publicado

on

Sexta-feira, dia 7 de outubro, o Município de Barcelos associa-se ao Dia Nacional dos Castelos, dinamizando uma série de atividades centradas no Castelo de Faria. O objetivo destas comemorações visa dar visibilidade aos castelos, enquanto monumentos centrais do imaginário medieval das populações. Assim, no dia 7 (sexta), pelas 18h30m, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, far-se-á a apresentação pública do programa das Comemorações dos 650 anos do Feito dos Alcaides de Faria (1373-2023) e do plano de intervenção para a estação arqueológica do Castelo de Faria. No mesmo dia, a partir das 21h30m, o Gabinete de Arqueologia e Património Histórico vai dinamizar uma visita à Ermida de Nossa Senhora da Franqueira, no âmbito do programa Arqueologia à Noite.

O Castelo de Faria foi um dos equipamentos militares mais importantes do sistema de vigilância e defesa da costa e do território a sul do Cávado desde os alvores da nacionalidade, tendo sido local de habitação de D. Afonso Henriques antes da Batalha de São Mamede, em 1128.

Foi também ali que foi assassinado o alcaide Nuno Gonçalves, em fevereiro de 1373, conforme é narrado por Fernão Lopes e por Alexandre Herculano, constituindo um dos episódios da história nacional mais bem conhecidos e uma referência da literatura portuguesa.

A estação arqueológica das ruínas do Castelo de Faria entrou na gestão do Município em março de 2022, e vai ser alvo de uma intervenção de fundo de reabilitação para garantia da segurança dos visitantes.

A visita à ermida da Franqueira é de acesso livre e o Município fornece transporte aos interessados, sendo necessária inscrição para arqueologia@cm-barcelos.pt ou pelo telefone 915288428.

Cartaz (Imagem: CMB)

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Prorrogada vigilância móvel da floresta no concelho de Anadia

Publicado

on

No período de 1 de janeiro a 20 de setembro, foram registadas no concelho 30 ocorrências, relativas a incêndios agrícolas e florestais, tendo ardido, no total, cerca de dois hectares.

Face às previsões de tempo quente, seco e ventos fortes para os próximos dias, o Município de Anadia, em articulação com o Serviço de Proteção Civil Municipal, decidiu prorrogar por mais duas semanas, até meados de outubro, a vigilância móvel da floresta no concelho de Anadia.

O período de vigilância móvel protocolado, em junho passado, com as Freguesias de Avelãs de Cima, Moita e Vila Nova de Monsarros, e as Associações de Apoio Florestal e Ambiental de Avelãs de Cima, de Voluntários de Ferreiros, Cultural e Recreativa de Algeriz, foi assim prolongado até ao próximo dia 16 de outubro

Recorde-se que a vigilância visa contribuir para a redução do número de ocorrências de incêndios, identificando potenciais agentes causadores e dissuadindo comportamentos que propiciem esses acontecimentos. Pretende-se, com esta ação, proteger a mancha florestal do concelho com grande expressão na economia local, bem como dar mais tranquilidade às populações mais isoladas que vivem em redor da mesma.

A vigilância móvel é realizada em articulação com a Guarda Nacional Republicana (GNR), os Bombeiros Voluntários de Anadia, o Coordenador Municipal da Proteção Civil e o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Anadia.

Ainda no que respeita à vigilância florestal e deteção de incêndios no concelho de Anadia, é de referir que o Posto de Vigia do Moinho do Pisco, na Freguesia de Avelãs de Cima, que integra a rede primária da Rede Nacional de Postos de Vigia, irá manter-se ativo, até ao mês de novembro.

A Proteção Civil Municipal de Anadia apela também às pessoas para que não realizem queimas de amontoados, durante o mês de outubro, face às condições atmosféricas e tendo em conta ainda o período de seca severa por que o país está a passar.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas