Connect with us

Atualidade

KuantoKusta reforça aposta em casa e decoração com o Gato Preto

Artigos de casa crescem no e-commerce à boleia da pandemia e produtos de home living já representam 6,27% da procura do comparador de preços

Publicado

on

A área de Casa e Decoração continua a avançar a passos largos no digital, com um crescimento de 135% no último ano, face a 2020, revelam dados do comparador de preços KuantoKusta que, de forma a fazer face à crescente necessidade dos consumidores, reforçou a sua aposta nesta área, com a entrada do Gato Preto no seu catálogo.

“A entrada do Gato Preto, vem fortalecer a nossa oferta neste segmento. Trata-se de uma marca com valor acrescentado para os utilizadores e esta sinergia demonstra o nosso investimento para lá do mercado tecnológico. Não se trata apenas de aumentar e diversificar a oferta, mas também oferecer as melhores lojas e produtos aos consumidores”, destaca André Duarte, diretor comercial do KuantoKusta.

Com os alargados períodos de confinamento dos dois últimos anos, os portugueses sentiram a necessidade de apostar mais nas suas casas e recorreram ao online para procurar produtos de casa e decoração.

“No KuantoKusta verificámos um reflexo direto na pesquisa de produtos de home living. O e-commerce foi um aliado importante para os portugueses numa altura em que não tinham mais alternativas de compra para além do online, o que se reflete no crescimento acentuado deste segmento”, explica André Duarte.

No universo das 16 categorias do KuantoKusta, Casa e Decoração já representa 6,27% do total da procura registada em 2022, um crescimento significativo em relação aos 4,81% que representava em 2021 e uma evolução que se verificou um pouco por todos os mercados não-tecnológicos.

No que toca ao perfil do consumidor online de Casa e Decoração, destacam-se as faixas etárias dos 35 aos 44 anos (24,56%) e dos 45 aos 54 anos (22,44%), com as mulheres a representarem 62,5% do universo de consumidores deste tipo de produtos. Segundo o KuantoKusta, os produtos mais procurados são sofás, móveis de casa de banho e camas.

Com a marca Gato Preto, os utilizadores do KuantoKusta podem, agora, contar com uma oferta acrescida e diversificada de 2200 novos produtos nesta categoria.

O KuantoKusta, fundado em 2005, é um dos canais mais influentes do e-commerce em Portugal e o número um em comparação de preços.

Em 2016, o KuantoKusta desenvolve o PriceBench, uma ferramenta especializada na recolha de dados, que contribui para que o lojista tenha uma gestão de preços mais inteligente.

No final de 2018, passa a ser, também, um Marketplace, que tem como objetivo trazer simplicidade e segurança nas compras online dos nossos utilizadores. Atualmente, é já um dos maiores marketplaces portugueses.

E em 2020 cria a Kargo, uma plataforma de gestão inteligente de transportes que tem como objetivo revolucionar o envio de encomendas.

Em 2021, o KuantoKusta alcança os 70 milhões de visitas e mais de 2.5 milhões de produtos inseridos em 16 áreas diferentes. Conta também com 1300 lojas parceiras, que passam por rigorosos critérios que visam garantir a segurança e bom funcionamento do site.

O Gato Preto é uma marca portuguesa de homedecor que se diferencia pelo design in-house e pelo posicionamento único na área da decoração e mobiliário. A marca conta com 63 lojas de retalho, 39 em Portugal e 23 em Espanha e a loja online que vende para Portugal, Espanha e França. 2021 marcou o ano do rebranding do Gato Preto, bem como da transformação digital da insígnia com forte aposta na estratégia omnichannel. Foi reconhecida pela Google pela estratégia de advertising na Black Friday através de Inteligência Artificial/Machine Learning. Recebeu, também, o prémio Escolha do Consumidor 2022 como marca de decoração número 1 em Portugal. A aposta na inovação marcou a entrada da marca no metaverso com a coleção de NFTs “New Cats on the Block”.

Foto: DR.

Atualidade

Barcelos: Prémio Palco de Terra para o Teatro Escoitade e Manuel Ramos Costa

Atribuído pelo Teatro de Balugas

Publicado

on

O Teatro Escoitade, de Vigo, foi premiado, na categoria “Instituição”, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos na dinamização e promoção do teatro amador na Galiza. Na categoria “Personalidade”, a distinção foi para o ator e encenador Manuel Ramos Costa, por uma vida dedicada ao teatro amador, em especial, na Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar.

Os Prémios PALCO DE TERRA são uma iniciativa da companhia Teatro de Balugas, de Balugães – Barcelos, cuja primeira edição se realizou em 2017. São galardões concedidos anualmente para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas e instituições, no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Norte de Portugal e Galiza.

A cerimónia de entrega acontece no dia 11 de dezembro, às 16h30, no auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos), que encerra o Palco de Terra – Festival de Teatro Amador do Noroeste Peninsular.

O ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro foi o vencedor da primeira edição, em 2017, e entre os galardoados estão ainda os nomes do Cénico Lírio do Neiva (2018), Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto (2019), Dantas Lima (2019), Teatro do Noroeste-CDV (2020), Orlando Alves (2020), Programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende (2021) e Maria Laura Pinto (2022).

Imagens: TB.

Continuar a ler

Atualidade

Estremoz recebe concerto com a Banda Sinfónica da PSP

A 07 de dezembro, pelas 21h30, no Teatro Bernardim Ribeiro

Publicado

on

O Comando Distrital da PSP de Évora, através da sua Esquadra Policial de Estremoz e em Parceria com a Câmara Municipal daquela cidade, vai, no próximo dia 07 de dezembro, pelas 21h30, promover um Concerto com a Banda Sinfónica da PSP, no Teatro Bernardim Ribeiro.

Este evento vai ser realizado para comemorar o 5º Aniversário dos Bonecos de Estremoz na UNESCO, tratando-se, simultaneamente, de um concerto solidário de angariação de fundos para a CERCI Estremoz.

A Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública teve origem num agrupamento de elementos policiais com conhecimentos de música que pertenciam ao então Comando Distrital da PSP de Lisboa – atual Comando Metropolitano.

A partir de 1979, sob a Chefia do Major Silvério de Campos, aquele agrupamento evolui para um estágio de absoluto desenvolvimento artístico, o que permitiu concretizar a realização de um velho sonho de todo o pessoal da Polícia de Segurança Pública – integrar no seu efetivo uma Banda Sinfónica oficial.

O reconhecimento público do seu mérito é notório, tendo já atuado nos mais distintos auditórios nacionais, tais como: Teatro Nacional de S. Carlos, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém, entre muitos outros, para além de ter participado em programas de Rádio e Televisão.

“Este comando espera que este evento se constitua como um excelente espetáculo, que para além da qualidade, tem uma componente solidária importante para a nossa comunidade, pois, além de não ficarmos indiferentes, todos devemos dizer NÃO à diferença”, salienta em nota.

“Ter consciência, educação, saber respeitar e saber lidar com as diferenças e incapacidades, não discriminando, cabe a todos enquanto cidadãos. A PSP e o Comando Distrital de Évora pretendem, assim, contribuir para a segurança e a integração destes cidadãos”, conclui.

Imagem: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Município de Anadia admitido como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal

Publicado

on

A Câmara Municipal de Anadia foi admitida como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal (COP). A proposta foi aprovada na última assembleia geral do COP que decorreu esta semana.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal, Jorge Sampaio, esta admissão “é motivo de grande orgulho para o Município de Anadia”, sublinhando que esta decisão “é o reconhecimento de todo o trabalho que a autarquia tem vindo a realizar, ao longo dos últimos anos, em prol do desporto de alto rendimento nacional e mundial”.

Jorge Sampaio salienta que “mais de 60 países já passaram pelo concelho, nomeadamente pelo Centro de Alto Rendimento de Anadia, para realizarem os seus treinos de preparação para os Jogos Olímpicos e outras provas internacionais”.

O autarca deixa ainda um agradecimento público à Federação Portuguesa de Ciclismo pela iniciativa da proposta, e, ao Comité Olímpico de Portugal, por ter aprovado, por unanimidade, “a proposta de admissão de sermos membro honorário, o que muito nos honra”.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas