Connect with us

Atualidade

Quintinha de Monserrate promove novas atividades de educação ambiental

Aprender arte botânica, criar uma mini horta, descobrir a vida fascinante das abelhas e construir abrigos para insetos são propostas para todas as idades

Publicado

on

O mês de abril está à porta e traz muitas novidades à Quintinha de Monserrate, em Sintra. A chegada da primavera convida ao contacto com a natureza e a aprender mais sobre os ecossistemas e a importância da biodiversidade, constituindo o mote perfeito para descobrir, em família, as novas atividades de educação ambiental que a Parques de Sintra promove nesta quinta pedagógica.

A primeira estreia, “Ateliê de Arte Botânica”, é já no dia 6 de abril, sábado às 15h00, e foca-se na impressão botânica, uma técnica que alia a arte têxtil à sustentabilidade. Percorrendo os trilhos da Quintinha, num momento de “slow living”, os participantes vão recolher plantas e aprender a identificar alguns segredos das espécies tintórias. Seguidamente, terão oportunidade de imprimir os seus pigmentos naturais em tecido.

Passando para outro tipo de plantas, as aromáticas, vai ser possível saber mais sobre elas na nova “Oficina de Primavera: Crie a sua Mini Horta” (20 de abril – 15h00). Neste workshop, os participantes são convidados a conhecer as ervas-de-cheiro e a plantar algumas para levar para casa, dando, assim, início à sua mini-horta. Também vão aprender como mantê-las e como utilizá-las nas suas receitas caseiras.

Quando falamos da gastronomia nacional, o mel é um ingrediente indispensável em qualquer cozinha, mas, afinal, como é produzido? A nova atividade “Os produtos da colmeia: o mel, o pólen, a cera das abelhas e a própolis” (21 de abril – 15h00) vai esclarecer todas as dúvidas. Começa por dar a conhecer a fascinante e atarefada vida das abelhas obreiras e as funções que têm dentro da colmeia, desde a transformação do mel, à recolha do pólen das flores ou à produção da cera. No final, há uma prova do mel produzido na Tapada de Monserrate.

Continuando a explorar a fauna da Quintinha, a atividade “O dia-a-dia dos Animais” (25 de abril – 10h30) é já um clássico deste espaço pedagógico. Concebida para os mais pequeninos, revela as características e os hábitos dos animais domésticos, como coelhos, galinhas, ovelhas, cabras, burros e cavalos. Mas não fica por aqui. Anfíbios e insetos também fazem parte deste ecossistema que é necessário conhecer para cuidar.

Para garantir que a natureza se mantém de boa saúde, há animais que trabalham incansavelmente para assegurar a polinização, dispersar sementes e ajudar a combater as pragas. Na nova oficina “Ajudantes do Jardim” (27 de abril – 10h30), as famílias têm oportunidade de retribuir um pouco do trabalho destas espécies que, durante todo o ano têm de encontrar alimento, abrigos e locais seguros para se reproduzirem. Assim, o desafio é “sujar as mãos” e criar, com utensílios do dia-a-dia, comedouros para as aves e abrigos para os insetos que vivem e trabalham neste ecossistema.

Todas estas atividades integram o renovado Plano de Educação Ambiental que a Parques de Sintra está a implementar nos parques, tapadas e equipamentos ambientais sob a sua gestão. Este plano visa potenciar a comunicação dos valores naturais e da biodiversidade; estimular o maior envolvimento de diferentes públicos; e contribuir para a sua literacia científica, através da aquisição de novos conhecimentos e atitudes face ao ambiente em temas de grande relevância como a biodiversidade, a sustentabilidade ou as ameaças ambientais. Paralelamente, dá conhecer o trabalho que a Parques de Sintra leva a cabo no âmbito da investigação e as ações de conservação da natureza que desenvolve continuamente.

Ao longo dos últimos anos, a Parques de Sintra tem investido na qualidade da experiência de visita e na oferta de uma programação diversificada, promovendo numerosas iniciativas dedicadas à música, ao cinema, ao teatro e à arte equestre, com múltiplas propostas que tiram partido da memória histórica dos monumentos e dos ambientes diferentes que o património natural proporciona no decorrer das estações, convidando à sua fruição ao longo de todo o ano. Pretende-se que quem visita o património sob gestão da empresa encontre sempre novos motivos de interesse, ou seja, espaços vivos, em permanente atualização e reinvenção, onde existe sempre algo novo para fazer e para conhecer. Um património de todos, para todos.

Informação completa sobre a programação e aquisição de bilhetes no site da Parques de Sintra: https://www.parquesdesintra.pt/pt/programacao/

Foto: PSML / José Marque Silva.

Atualidade

Barcelos: Petiscos de “comer e chorar por mais”

Fim de Semana dos Petiscos, de 19 a 21 de julho

Publicado

on

Está de volta a iniciativa “Fim de Semana dos Petiscos”. Este ano, a iniciativa promovida pelo Município e operacionalizada pelos Serviços de Turismo, decorre de 19 a 21 de julho e conta com a adesão de 21 restaurantes e tascas do concelho de Barcelos.

São petiscos de comer e chorar por mais, num fim de semana de experiências gastronómicas tradicionais irresistíveis. Para abrir o apetite, conheça as iguarias de que pode degustar: rojões, pataniscas, bifanas, polvo, taquinhos de bacalhau, chispes, codornizes, moelas, orelheira com molho verde, asinhas de frango, iscas de fígado com cebolada, pica-pau, ovos rotos, sardinha na brasa, bacalhau albardado, entre outros deliciosos petiscos que fundem tradição com inovação.

Restaurantes aderentes:

Adega Costa (Várzea); A Petisqueira Vilaça (Barcelos); Café Dias (Tamel S. Veríssimo); Café Paulista (Barcelos); Café Restaurante Luar (Gilmonde); Casa das Bifanas (Barcelos); Casa Sêmea (Arcozelo); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Faty-Ferros (Arcozelo); Galo Wine & Tapas (Barcelinhos); Historial Caffé (Barcelos); Lounge Bar Xano (Barcelos); Restaurante Pérola (Barcelos); O Ás Restaurante (Barcelos); Taberna do Armindo (Remelhe); Tasca Sem Riscos (Rio Covo Santa Eulália); Tasquinha O Telheiro (Viatodos); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Tino Socorro (Alvelos); Três Marias (Barcelos), e Vera Cruz (Barcelos).

A par do Fim de Semana dos Petiscos, há um programa de animação que contempla o Trilho das Fontes, no sábado, dia 20 de julho, das 8h30 às 13h00. E entre as 14h e as 18h tem lugar a Prova Cega de Vinhos de Barcelos, no Solar de Vila Meã, em Silveiros.

As inscrições são obrigatórias e limitadas e podem ser efetuadas para turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário” na Biblioteca Municipal

Publicado

on

A exposição “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário”, após itinerância pelas escolas do concelho de Anadia, encontra-se patente ao público na Biblioteca Municipal até ao próximo dia 28 de setembro.

A mostra, dirigida ao público em geral, é constituída por um conjunto de 11 painéis, complementados por um repositório digital ao qual se acede através da ativação de códigos QR.

Foi concebida com a coordenação científica do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra, com o design gráfico da licenciatura de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra e com o apoio da Comissão das Comemorações dos 50 Anos da Revolução do 25 de Abril.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

São João das Lampas recebe mais uma edição das Exposições Caninas

Publicado

on

Sintra recebe a 41 ͣ Exposição Canina Nacional e a 39. ͣ Exposição Canina Internacional, no Largo 9 de Setembro, em São João das Lampas, de 26 a 28 de julho, com entrada livre.

Durante três dias poderá conhecer os melhores exemplares de raças oficialmente reconhecidas que serão avaliados por júris portugueses e internacionais. As exposições contarão, também, com a presença de canicultores oriundos de vários países da Europa.

Realizada desde 1982, a iniciativa conta com várias exposições monográficas e especializadas, cujo teor técnico e qualidade das edições anteriores, as definem já como um marco no domínio da Canicultura.

As Exposições Caninas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, estão abertas à participação de exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registadas nos Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.    

Este evento é organizado pela Comissão de Festas da Vila Velha, com supervisão técnica do Clube Português de Canicultura e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Sintra e da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas