Connect with us

Atualidade

Garcia Garcia aumenta salário mínimo para 800 euros

Atualização do salário mínimo da empresa com impacto direto em todas as remunerações até 1.350 euros, que passam a receber mais 85 euros mensais

Publicado

on

Especializada em edifícios residenciais, comerciais, industriais e logísticos, a Garcia Garcia, construtora nacional, anuncia para este ano a subida do salário mínimo para os 800 euros, acima dos 760 euros fixados pelo Governo para 2023. Paralelamente, todos os salários inferiores a 1.350 euros beneficiarão diretamente de um aumento mínimo de 85 euros, acompanhando assim a evolução registada ao nível do salário mínimo do grupo. O objetivo principal destas medidas é ajudar os colaboradores da empresa a fazer face ao cenário de aumento generalizado de preços e de diminuição do poder de compra.

Com esta atualização, à qual acresce o aumento em julho do subsídio de refeição para 7,5 euros/dia, a empresa procura aumentar rendimentos e apoiar os seus colaboradores. A decisão é motivada pelo atual contexto socioeconómico e consequente aumento do custo de vida.

“Olhamos para 2023 conscientes dos desafios e constrangimentos que a economia enfrentará. Neste ano, que se prevê de algumas dificuldades, uma vez que se perspetiva a manutenção das circunstâncias que têm levado ao aumento do custo de vida, o nosso compromisso é promover o bem-estar dos nossos colaboradores, contribuindo com um ambiente de trabalho estável e melhorando as suas condições. Neste sentido, decidimos fixar o salário mínimo acima do valor de lei, assim como beneficiar diretamente com mais 85 euros mensais todos os trabalhadores com remunerações até 1.350 euros.”, salienta a construtora.

Atualmente com mais de 230 colaboradores e um know-how comprovado, traduzido num vasto portefólio e do qual fazem parte projetos em diferentes áreas e setores, a Garcia Garcia tem sido escolhida ao longo dos últimos anos como parceira de várias empresas, nacionais e multinacionais, que decidem alavancar ou fixar a sua atividade em Portugal.

Foto: GG.

Atualidade

Anadia: Plenário da Rede Social dá parecer favorável à ampliação das respostas de creche em Aguim e Mogofores

Publicado

on

O Plenário do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Anadia reuniu os parceiros em sessão, esta quinta-feira, 02 de fevereiro, tendo dado parecer favorável aos projetos apresentados pelos Centros Sociais Nossa Senhora do Ó de Aguim e Maria Auxiliadora de Mogofores para o alargamento da resposta social de Creche, no âmbito das candidaturas apresentadas ao Plano de Recuperação e Resiliência.

O Centro Social Nossa Senhora do Ó de Aguim pretende alargar a resposta social em mais 10 lugares, enquanto que o Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores pretende ampliar a resposta de 35 para 41 lugares. O alargamento das valências vai implicar a reorganização dos espaços, por forma a satisfazer as necessidades e as solicitações.

No espaço de divulgação do CLAS, a Junta de Freguesia da Moita deu a conhecer aos parceiros a atividade “Freguesia Ativa”. A iniciativa que teve o seu início, no lugar de Ferreiros, promovida pela AVF – Associação de Voluntários de Ferreiros, vai ser agora alargada aos restantes lugares da Freguesia. Tem como intuito promover o bem-estar físico e mental da população sénior.

O Núcleo de Aveiro da Rede Europeia Anti-Pobreza deu a conhecer o projeto “Semana da Interculturalidade” que vai decorrer no mês de abril e tem como objetivo estimular o diálogo e a relação entre culturas.

A Delegação de Anadia da APPACDM aproveitou o Plenário para divulgar os cursos de formação profissional de Cozinheiro e Carpinteiro que vai promover a partir do mês de março.

O Município de Anadia destacou ainda a 2ª edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio – Jovens Empreendedores, cujo período para apresentação de candidaturas está a decorrer. A iniciativa é dirigida a jovens empreendedores, com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos, residentes no concelho de Anadia.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

Madeira: PSP regista 56 acidentes de viação entre 27 de janeiro e 02 de fevereiro

Dos acidentes resultaram 1 ferido grave e 6 ligeiros

Publicado

on

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira, relativamente à sinistralidade rodoviária verificada no período compreendido entre o dia 27 de janeiro e p dia 02 de fevereiro, registou um total de 56 acidentes de viação na Região Autónoma da Madeira, distribuídos pelos seguintes Concelhos: Funchal (22), Câmara de Lobos (5), Ribeira Brava (4), Calheta (3), Porto Moniz (1), São Vicente (3) Santana (3), Machico (3) e Santa Cruz (12).

Este número de sinistros resultou num total de 1 ferido grave (no Funchal) e, 6 feridos ligeiros (2 no Funchal, 1 em Câmara de Lobos, 1 em Santa Cruz e 2 em Machico).

As tipologias dos referidos acidentes de viação foram as seguintes: Colisão (33), despiste (20), atropelamentos (1), Outros (2).

Durante o referido hiato temporal, desenvolvemos uma série de operações de fiscalização rodoviária, que resultaram na materialização de 15 detenções por condução sob o efeito do álcool (7 no Funchal, 5 em Câmara de Lobos, 1 na Ribeira Brava, 1 em Machico e 1 em Santa Cruz), 7 detenções por condução sem habilitação legal (1 no Funchal e 2 em Câmara de Lobos, 2 em Machico e 2 em Santa Cruz) e 3 detenções por desobediência (1 no Funchal, por condução de veículo apreendido, e

1 por álcool e carta apreendida, 1 em Câmara de Lobos por recusa em efetuar o teste de alcoolemia, 1 na Ribeira Brava por condução antes das 12 horas, após submissão ao teste do álcool.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Viseu: Homem detido por condução sem carta

Publicado

on

No âmbito da prevenção rodoviária, através do patrulhamento auto e apeado, o Comando Distrital de Viseu da Polícia de Segurança Pública, através dos Polícias da Esquadra Sede, no dia 02 de fevereiro, pelas 17h45, na Rua dos Loureiros, deteve um cidadão de 29 anos de idade, por condução de motociclo sem habilitação legal para o efeito.

O detido foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas