Connect with us

Atualidade

XJazz leva John Scofield & Dave Holland Duo a Pedrógão Pequeno

Publicado

on

A aldeia do xisto de Pedrógão Pequeno (concelho da Sertã) vai receber duas lendas do jazz, dois músicos que tocaram nas formações de Miles Davis e que representam o máximo expoente dos seus instrumentos – guitarra e contrabaixo.

No dia 7 de julho, às 21h00 o Logradouro da Junta de Freguesia de Pedrógão Pequeno (Sertã), vai ser o improvável palco do primeiro concerto da edição deste ano do XJazz, uma iniciativa da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto e do JACC – Jazz ao Centro Clube, com o apoio da Câmara Municipal da Sertã e da Junta de Freguesia de Pedrógão Pequeno.

John Scofield (guitarra) e Dave Holland (baixo) vão dar um concerto ao ar livre na aldeia de xisto de Pedrógão Pequeno. Já com uma longa carreira Scofield e Holland são dos mais influentes músicos de Jazz da atualidade: “Durante um período bastante significativo na história do jazz, os grupos formados em torno de Miles Davis tornaram conhecidos jovens músicos que, em muitos casos, alcançaram eles próprios, pouco depois, notoriedade assinalável.

É o caso de Scofield e de Holland que, embora não se tenham cruzado nesse contexto, se viriam a encontrar em 1993, no álbum de tributo So Near, So Far (Musics for Miles), um projeto de Joe Henderson. Algum tempo depois, fizeram ambos parte do super-grupo ScoLoHoFo (em que também participavam Joe Lovano e Al Foster). Com este grupo, produziram o registo discográfico Oh! (2003) e fizeram várias digressões”, explica José Miguel Pereira, do Jazz ao Centro Clube.

“Nos últimos anos, Scofield tem-se afastado dos pequenos combos (trios e quartetos) com os quais construiu uma das mais sólidas carreiras musicais no jazz. Aventurou-se no formato solo e, paralelamente, encontrou em Holland o parceiro ideal para o formato duo. Pelo seu lado, Holland conta com uma longa e diversa lista de colaborações em duo (com Derek Bailey, Barre Phillips, Pepe Habichuela e Kenny Barron).”

Companheiros de longa data, com histórias musicais diversas juntam agora forças para apresentar ao público um novo diálogo. Apresentando-se como um duo, vão tocar composições originais com que cada um contribuiu para o seu repertório, com uma seleção de padrões de jazz adicionados à mistura.

Aqueles que estão familiarizados com a sua arte individual não podem esperar nada menos do que um encontro único dos seus génios musicais – virtuosismo, prazer e profundidade.

Para Bruno Ramos, coordenador da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, este concerto corporiza na perfeição o espírito que move o XJazz, uma iniciativa que já vai na sua 14ª edição: “Levar o melhor do Jazz às Aldeias do Xisto, levar criadores a lugares improváveis, dar ao público a oportunidade de assistir a momentos únicos num contexto muito especial como o são os lugares onde normalmente ocorrem estes concertos, como o de John Scofield & Dave Holland Duo, dois monstros sagrados do Jazz.

No programa da edição deste ano do XJazz há ainda a destacar mais concertos e residências artísticas. No dia 24 de agosto às 21h30 será a aldeia de Gondramaz (Miranda do Corvo) a receber o trio Marcelo dos Reis “Flora”, com Miguel Falcão e Luís Filipe Silva.

Marcelo dos Reis é um dos mais credenciados guitarristas nacionais de jazz que faz em “Flora” a estreia em trio de um grupo dedicado a composições originais que cruzam géneros. Com uma grande componente da improvisação típica do jazz mais livre com raízes no Bebop, uma forte marca do rock mais Psicadélico, Krautrock e até do Progressivo, o trio assenta a sua linguagem criativa numa musica universal. Ao lado de Marcelo dos Reis estarão Miguel Falcão (contrabaixo) e Luís Filipe Silva (bateria), dois músicos com um solida formação e criatividade, ambos com trajetos distintos e relevantes nas mais diversas linguagens musicais.

Como habitualmente, o XJazz vai proporcionar residências artísticas em Aldeias do Xisto, desta vez a artistas como Petra Kapš, ou Maria do Mar.

Petra Kapš estará em trabalho de pesquisa na aldeia de Cerdeira (Lousã) de 15 a 19 de julho. A eslovena é uma artista, compositora e investigadora especializada nos domínios da bio e geo-acústica, hidroacústica, arte sonora, perceção auditiva, performance sonora interativa em espaços concretos e acústicos, realidade aumentada digitalmente, transmissão via web e rádio. O seu trabalho criativo atravessa a arte sonora, a rádio, a poesia espaço-temporal, a performance e a fotografia.

Já a violinista portuguesa Maria do Mar estará na aldeia de Barroca do Zêzere (Fundão) de 23 de julho a 2 de agosto, uma experiência que culminará com um concerto na aldeia (em data a definir). Maria do Mar, violinista eclética, professora, compositora, com um percurso transdisciplinar. A sua abordagem criativa explora convergências e divergências entre música clássica, modos de ensino alternativos, música experimental e improvisada, cinema, teatro, dança e ativismo. Procura no seu trabalho um universo amplo, o desenvolvimento de uma linguagem pessoal, com fronteiras estéticas difusas onde se abrem possibilidades transversais e sem limites criativos.

O XJazz é uma a iniciativa que desde 2012 tem aliado a dimensão criativa aos recursos endógenos do território – património, tradição, gastronomia, natureza, paisagem natural e cultural – valorizando lugares e comunidades.

A entrada para os concertos é livre, mediante inscrição em https://forms.gle/HrzTKhf4JLBJDZDo8

Programa

Concertos

John Scofield & Dave Holland Duo

Logradouro da Junta de Freguesia de Pedrógão Pequeno

Pedrógão Pequeno, Sertã

7 de julho/ 21h00

Entrada livre mediante inscrição prévia em: https://forms.gle/HrzTKhf4JLBJDZDo8

Marcelo dos Reis “Flora”, com Miguel Falcão e Luís Filipe Silva

Gondramaz, Miranda do Corvo

24 de agosto/21h30

Entrada livre

*Integrado na programação dos Serões de Verão do Gondramaz

Residências artísticas

Petra Kapš

Cerdeira, Lousã

15 a 19 de julho

Maria do Mar

Barroca do Zêzere, Fundão

23 de julho a 2 de agosto

A ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto é uma organização cuja missão é gerar atratividade territorial, estimulando um desenvolvimento social e económico sustentável, integrado e participado na Rede das Aldeias do Xisto, constituída por 27 aldeias do interior da Região Centro de Portugal. A ADXTUR lidera este projeto que integra 230 entidades, públicas e privadas.

O JACC — Jazz ao Centro Clube é uma associação cultural sem fins lucrativos, constituída em 30 de abril de 2003 e sediada em Coimbra. Ao longo de 17 anos de atividade, e a partir da sua missão fundacional — a promoção, divulgação e ensino do Jazz — tem vindo a desenvolver uma série de projetos que estendem o âmbito de ação inicial, nunca se afastando das práticas artísticas e trabalhando a partir da noção de integralidade da relação entre cultura, cidadania e desenvolvimento sustentável.

Imagem: DR.

Atualidade

Barcelos: Petiscos de “comer e chorar por mais”

Fim de Semana dos Petiscos, de 19 a 21 de julho

Publicado

on

Está de volta a iniciativa “Fim de Semana dos Petiscos”. Este ano, a iniciativa promovida pelo Município e operacionalizada pelos Serviços de Turismo, decorre de 19 a 21 de julho e conta com a adesão de 21 restaurantes e tascas do concelho de Barcelos.

São petiscos de comer e chorar por mais, num fim de semana de experiências gastronómicas tradicionais irresistíveis. Para abrir o apetite, conheça as iguarias de que pode degustar: rojões, pataniscas, bifanas, polvo, taquinhos de bacalhau, chispes, codornizes, moelas, orelheira com molho verde, asinhas de frango, iscas de fígado com cebolada, pica-pau, ovos rotos, sardinha na brasa, bacalhau albardado, entre outros deliciosos petiscos que fundem tradição com inovação.

Restaurantes aderentes:

Adega Costa (Várzea); A Petisqueira Vilaça (Barcelos); Café Dias (Tamel S. Veríssimo); Café Paulista (Barcelos); Café Restaurante Luar (Gilmonde); Casa das Bifanas (Barcelos); Casa Sêmea (Arcozelo); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Faty-Ferros (Arcozelo); Galo Wine & Tapas (Barcelinhos); Historial Caffé (Barcelos); Lounge Bar Xano (Barcelos); Restaurante Pérola (Barcelos); O Ás Restaurante (Barcelos); Taberna do Armindo (Remelhe); Tasca Sem Riscos (Rio Covo Santa Eulália); Tasquinha O Telheiro (Viatodos); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Tino Socorro (Alvelos); Três Marias (Barcelos), e Vera Cruz (Barcelos).

A par do Fim de Semana dos Petiscos, há um programa de animação que contempla o Trilho das Fontes, no sábado, dia 20 de julho, das 8h30 às 13h00. E entre as 14h e as 18h tem lugar a Prova Cega de Vinhos de Barcelos, no Solar de Vila Meã, em Silveiros.

As inscrições são obrigatórias e limitadas e podem ser efetuadas para turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário” na Biblioteca Municipal

Publicado

on

A exposição “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário”, após itinerância pelas escolas do concelho de Anadia, encontra-se patente ao público na Biblioteca Municipal até ao próximo dia 28 de setembro.

A mostra, dirigida ao público em geral, é constituída por um conjunto de 11 painéis, complementados por um repositório digital ao qual se acede através da ativação de códigos QR.

Foi concebida com a coordenação científica do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra, com o design gráfico da licenciatura de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra e com o apoio da Comissão das Comemorações dos 50 Anos da Revolução do 25 de Abril.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

São João das Lampas recebe mais uma edição das Exposições Caninas

Publicado

on

Sintra recebe a 41 ͣ Exposição Canina Nacional e a 39. ͣ Exposição Canina Internacional, no Largo 9 de Setembro, em São João das Lampas, de 26 a 28 de julho, com entrada livre.

Durante três dias poderá conhecer os melhores exemplares de raças oficialmente reconhecidas que serão avaliados por júris portugueses e internacionais. As exposições contarão, também, com a presença de canicultores oriundos de vários países da Europa.

Realizada desde 1982, a iniciativa conta com várias exposições monográficas e especializadas, cujo teor técnico e qualidade das edições anteriores, as definem já como um marco no domínio da Canicultura.

As Exposições Caninas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, estão abertas à participação de exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registadas nos Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.    

Este evento é organizado pela Comissão de Festas da Vila Velha, com supervisão técnica do Clube Português de Canicultura e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Sintra e da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas