Connect with us

Atualidade

Viana do Castelo recebe Comemorações Oficiais do Dia da Polícia Marítima

Publicado

on

No próximo mês de outubro, Viana do Castelo vai acolher as Comemorações Oficiais do Dia da Polícia Marítima. Ontem, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, recebeu o Vice-Almirante Carlos Ventura Soares, Comandante-geral da Polícia Marítima, num encontro onde foi reconhecido o espírito de parceria institucional entre as entidades que permitiu que Viana do Castelo fosse o concelho escolhido para receber as celebrações.

Neste encontro, onde esteve presente o Comandante local da Polícia Marítima de Viana do Castelo, Capitão-de-fragata Rui Serrano da Paz, foi ainda valorizado o importante trabalho desta força de segurança no território vianense.

Como é habitual, o evento contará com um programa variado e de proximidade com a população local, com o objetivo de dar a conhecer ainda mais a Polícia Marítima, a sua missão e as suas competências, à comunidade vianense.

No encontro, o autarca Luís Nobre considerou ser “uma honra” a escolha de Viana do Castelo para acolher esta importante comemoração e manifestou total disponibilidade para colaborar na organização para que as entidades possam, em conjunto, “proporcionar aos vianenses experiências e interações diferentes”.

Recorde-se que a Polícia Marítima, como polícia de especialidade no âmbito da Autoridade Marítima Nacional (AMN), e no quadro de matérias do Sistema da Autoridade Marítima (SAM), é um órgão de polícia e de polícia criminal que garante e fiscaliza o cumprimento das leis e regulamentos nos espaços integrantes do Domínio Público Marítimo (DPM), em áreas portuárias e nos espaços balneares, bem como em todas as águas interiores sob jurisdição da AMN e demais espaços marítimos sob soberania e jurisdição nacional, devendo preservar a regularidade das atividades marítimas.

Compete-lhe, ainda, nos termos da lei, e em colaboração com as demais forças policiais e de segurança, garantir a segurança e os direitos dos cidadãos.

Institucionalizada a 13 de setembro de 1919, após o final da 1ª Guerra Mundial, a criação do então denominado Corpo da Polícia Marítima (CPM) surgiu da necessidade de se fazer cumprir um conjunto de disposições e determinações dos capitães dos portos relativamente à segurança da navegação e a visitas de navios e de embarcações. O incremento do número de missões de fiscalização e de investigação e a evolução do sistema em que se encontrava integrado fizeram com que o Corpo de Polícia Marítima também evoluísse e se reestruturasse. Em 1984, a designação altera-se para a atual e mais tarde, em 1995, é criado o Estatuto do Pessoal da Polícia Marítima, diploma que institui a Polícia Marítima como uma força dotada de competência especializada nas áreas e matérias legalmente atribuídas ao Sistema da Autoridade Marítima. Em 2014, a missão da Polícia Marítima expandiu-se para fora de território nacional.

Atualmente, a Polícia Marítima dispõe de 28 Comandos-locais, distribuídos por Portugal Continental, Madeira e Açores.

Foto: CMVC.

Atualidade

Barcelos: Condicionamento na Ponte de Santa Eugénia

Publicado

on

Devido à realização das obras do fecho da Circular Urbana – Nó de Santa Eugénia/Gamil, o trânsito na Ponte de Santa Eugénia vai ser feito de forma alternada, a partir de 25 de junho.

Esta situação advém do facto de ser necessário executar trabalhos de instalação de coletores de grande dimensão que vão drenar as águas pluviais para o Rio Cávado e exigem a abertura de valas de grande dimensão.

Assim, para assegurar a total segurança dos automobilistas e trabalhadores da obra, o trânsito será feito de forma alternada e regulado por semáforos.

O Município de Barcelos apela aos condutores, que tenham outras alternativas, o favor de evitarem a passagem na Ponte.

Estas obras de instalação de condutas deverão demorar cerca de dois meses.

Entendendo os incómodos que esta situação vai causar, a verdade é que, após o fecho da circular estar concluído, resultarão enormes vantagens para a fluidez do trânsito para quem entra e sai da Cidade.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Cinco detenções em operação de prevenção criminal desenvolvida na baixa da cidade do Porto

Publicado

on

O Dispositivo da Polícia de Segurança Pública do Comando Metropolitano do Porto, no dia de ontem, realizou mais uma operação policial que teve como objetivo a prevenção e combate à criminalidade de forma a promover a segurança, ordem e tranquilidade pública e de reforço do sentimento de segurança dos cidadãos, na área da baixa da cidade do Porto.

Da presente operação, desenvolvida através do efetivo da 1ª Divisão Policial, resultou a detenção de 01 cidadão por especulação (venda de cigarros avulso); 02 por venda ilegal de conjuntos de jogos de fortuna ou azar; e 02 por tráfico de estupefacientes.

A PSP apreendeu Haxixe, Cocaína e Liamba suficientes para cerca de 216, 28 e 14 doses individuais, respetivamente; a quantia de 441 €; 75 conjuntos de jogos de fortuna ou azar (poker); 36 cigarros; e 01 faca.

Os detidos foram notificados para comparecerem junto das Autoridades Judiciárias.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Universidade do Minho proporciona batismo de voo a 75 alunos de Engenharia Aeroespacial

Estão ligados ao curso com a melhor média nacional e, no sábado, vão testar aeronaves em Cerveira

Publicado

on

Setenta e cinco estudantes de Engenharia Aeroespacial da Universidade do Minho vão realizar o seu batismo de voo este sábado, dia 22 de junho, no aeródromo do Alto Minho (Cerval), em Vila Nova de Cerveira. A manhã começa com workshops de mecânica, planos de voo e meteorologia. A oportunidade para rasgar as nuvens é a partir das 11h00 e, depois, das 14h00. No hangar prevê-se vários ultraleves prontos para sobrevoar as margens do rio Minho e com o apoio de diversos pilotos e engenheiros.

Neste Programa de Adaptação ao Meio Aéreo, os estudantes vão dar asas ao sonho e testar a nível prático o que aprenderam na teoria, resume o diretor da licenciatura e do mestrado em Engenharia Aeroespacial da UMinho, Gustavo Dias. Os alunos, quase todos do 1º ano daqueles cursos, poderão ainda recolher informações e questionar os profissionais do aeródromo para projetos que têm desenvolvido nas aulas.

Por exemplo, na licenciatura em Engenharia Aeroespacial – que tem a nota mínima de entrada mais alta do país (18.86 valores) –, uma das disciplinas exige construir um planador com materiais em fim de vida de empresas da região, além de se aplicar conhecimentos de mecânica, eletrónica e comunicação. Já no mestrado, o desafio é fazer um balão meteorológico para, após subir e rebentar na atmosfera dentro de semanas, ser detetado por GPS e daí analisar-se os dados obtidos de temperatura, humidade e outros indicadores.

A iniciativa no Cerval tem a parceria da recém-criada Associação de Estudantes de Engenharia Aeroespacial da UMinho e da Escola de Engenharia da UMinho. A opção pelo aeródromo de Cerveira em vez do de Braga deve-se a questões de segurança, pois está fora das principais linhas de operação aeronáutica comercial. A UMinho e o Aeroclube do Alto Minho assinaram em 2023 um protocolo para projetos neste domínio e os municípios de Cerveira e Valença estão também disponíveis para investir na construção de um hangar para a investigação da UMinho.

O aeródromo de Cerval é considerado um dos mais importantes da Península Ibérica, com cerca de sessenta aeronaves inscritas. Tem igualmente interesse histórico, pois em 1933 o pioneiro da aviação estado-unidense Charles Lindbergh ficou sem fuel no seu hidroavião Lockheed e fez uma amaragem forçada no rio Minho, em Friestas, Valença, que foi assim projetada na imprensa mundial. Em 1997, foi erigido um monumento alusivo próximo do local.

Foto: UM.

Continuar a ler

Mais lidas