Connect with us

Atualidade

Viana do Castelo: Presidente da Câmara vai propor Voto de Louvor ao Santoinho

Que celebra 50 anos de existência hoje

Publicado

on

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, e o executivo municipal, recebeu Valdemar Cunha, responsável pelo Santoinho, arraial minhoto que celebra, hoje, 50 anos de existência com uma festa de entrada livre. Na próxima reunião de Câmara, o edil vianense vai apresentar uma proposta de Voto de Louvor ao Santoinho em reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo deste meio século de vida em prol das tradições da região.

Na receção, Luís Nobre agradeceu o trabalho que o Santoinho promove, desde a sua inauguração, no que toca à defesa e divulgação da cultura do Alto Minho. “Ao longo deste meio século de existência, o Santoinho tem sido um verdadeiro embaixador, a nível nacional e internacional, do folclore, das danças e cantares, da gastronomia, da tradição e da cultura do Alto Minho”, considera o autarca.

Já Valdemar Cunha, responsável pelo espaço, lembrou o fundador, António Cunha, “um homem bom, um trabalhador incansável, um investidor sensível e atento, um visionário que soube sonhar e antecipar o seu tempo, enquanto interpretava e valorizava o património cultural da região do Minho, que tanto amava”.

De acordo com o empresário, “Santoinho é verdade sentida na autenticidade da romaria, é festa participada, é cor que irradia, é luz que brilha, é alegria que abraça e que fazem deste arraial minhoto um conceito único e genuíno, sempre fiel à sua essência concetual e razão principal da sua longevidade, em que todos os participantes são iguais e também protagonistas principais numa diversão espontânea e participada que acalenta corações, que alimenta a saudade e que já fez muita gente feliz, ao longo de cinquenta anos da mais linda e pura tradição do Minho”.

O Santoinho – Arraial Minhoto surgiu em 1972 e acontece, anualmente, entre os meses de maio a novembro. Há já 50 anos que o arraial acontece sempre com a mesma regularidade, com a devida exceção aos últimos dois anos, face à situação pandémica.

O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor de turismo e transportes. Naquela altura, o empresário sentiu a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho. Considerou, com este projeto, que o arraial minhoto permitiria aos turistas usufruir de uma experiência única das tradições gastronómicas, populares, culturais e etnográficas da região.

A Quinta do Santoinho é uma casa, tendo sido o lar da família Cunha. Hoje, para além do espaço do arraial, o Santoinho integra um Museu Etnográfico (com uma coleção única de trajes) e o Museu dos Transportes (com a história dos transportes rodoviários de passageiros e exposição de viaturas antigas). Assim, para além da componente de animação turística, o Santoinho é também um importante meio divulgador da cultura minhota, através da exposição permanente de uma variada coleção de alfaias e utensílios do campo, de lagares, pias e figuras em granito, de espigueiros originários de todos os concelhos do distrito de Viana do Castelo, uma adega regional e ainda de antigas viaturas de transporte, como autocarros, automóveis, uma locomotiva do século XIX, carruagens de 1ª e de 2ª classe do Caminho de Ferro, um coche do século XVII, carros de bois e de cavalos.

Ao longo destes 50 anos, o Santoinho foi-se tornando uma referência turística do país, recebendo em todas as épocas visitantes dos quatro cantos do mundo. Neste meio século, a Quinta do Santoinho recebeu mais de cinco milhões de pessoas em cerca de 2.500 arraiais e mais de 10 milhões de visitas no total dos seus espaços. Em cada arraial, são consumidas 12 mil sardinhas, mil frangos, fêveras de 40 porcos, 600 Kg de broa e 2.500 litros de vinho branco e tinto, utilizando-se 30 mil peças de louça.

Foto: CMVC.

Atualidade

31ª Semana Cultural de Santa Marta de Penaguião chega ao fim

Balanço extremamente positivo para o Município

Publicado

on

A festividade por excelência de Santa Marta de Penaguião terminou no dia 2 de agosto, terça-feira, com um balanço extremamente positivo para a organização.

Cinco dias de comemoração que ficaram marcados pelo lançamento da nova marca do Município: Santa Marta de Penaguião – Berço D’Ouro, simbolizado numa Pena.

Segundo o executivo municipal, “todos nós somos Douro e de Ouro somos todos nós”. Como tal, ao longo dos dias da celebração, personalidades D(e)Ouro foram distinguidas. No Miradouro D’Ouro Vivo foi feito o reconhecimento a todos os penaguienses que trabalharam na Casa do Douro.

Para além destes penaguienses, foi igualmente feita uma homenagem aos trabalhadores da vinha, os que trabalharam e trabalham na vinha durante todo o ano, delineando a paisagem do seu Douro que tanto os caracteriza. “Trabalho que não é reconhecido, mas que deve ser considerado como uma honra e orgulho”, sublinha o Município.

“O empenho do executivo municipal penaguiense em defender e promover o Douro, bem como em dignificar o trabalho da vinha” foi reforçado com o desafio lançado a todos os “bons” homens e mulheres do Douro, presidentes de Câmara da CIMDOURO e demais entidades presentes nas comemorações do feriado municipal, para assinarem uma carta de compromisso que será enviada para onde possa provocar reação.

Ainda no âmbito das homenagens e reconhecimentos, a 31ª edição da Semana Cultural fica, também, marcada pela atribuição dos primeiros Prémios Solidarius a 6 alunos do agrupamento de escolas que se destacaram, no presente ano letivo, pelo seu trabalho em prol da entreajuda e solidariedade para com os colegas. O associativismo concelhio também esteve em destaque no último dia, com o reconhecimento feito a penaguienses que marcaram a Cultura de Santa Marta de Penaguião, a agora denominada Cultura D’Ouro.

Para além do lançamento da nova marca, a Semana Cultural contou com o tradicional cortejo etnográfico, o espetáculo piromusical, a noite de cantares e de folclore, o desporto, a gastronomia, a demonstração de artes e ofícios, entre muitos outros momentos dignos de visita.

Uma edição que mereceu os mais alargados elogios de quem por lá mora e/ou passou.

Foto: CMSMP.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia assinala Dia Internacional da Juventude

Publicado

on

À semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, o Município de Anadia vai celebrar, no próximo dia 12 de agosto, o Dia Internacional da Juventude, oferecendo diversas atividades culturais e desportivas às crianças e aos jovens portadores do Cartão Anadia Jovem.

Neste dia, o Município de Anadia dará a oportunidade às crianças e jovens de usufruírem, sem custos, de serviços disponibilizados em equipamentos de cultura e de desporto da autarquia. A comemoração da efeméride será, também, aproveitada para dar a conhecer o programa da Semana da Juventude que vai decorrer entre 19 e 24 de setembro.

Nas Piscinas Municipais, os portadores do Cartão Anadia Jovem terão entrada gratuita. O Cineteatro Anadia exibirá, pelas 21h00, o filme “Que mal fizemos todos a Deus”, com entrada livre para crianças e jovens até aos 30 anos, residentes no concelho. O Museu do Vinho Bairrada terá também entrada gratuita para jovens até aos 30 anos, residentes no concelho.

O Dia Internacional da Juventude é assinalado a 12 de agosto nos termos da resolução, tomada em 1999, pela Assembleia Geral da ONU, na sequência da recomendação emanada da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, realizada em Lisboa, entre 8 e 12 de agosto de 1998.

Imagem: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

Empresa de Felgueiras adota medidas para fazer face à crise energética

“Nós estamos a poupar energia. Você também pode!”, salienta a Login Alpha

Publicado

on

Enquanto cresce o receio de uma crise energética na Europa e o governo português está preparar um plano com medidas para poupança de energia que deverá ser conhecido no final do mês, a Login Alpha, uma pequena empresa de Felgueiras que presta serviços na área da comunicação e marketing digital, decidiu implementar já algumas medidas.

A Login começou por cortar na iluminação e no ar condicionado: metade das luzes do seu escritório estão desligadas e o ar condicionado está, agora, regulado em 27 graus. Os computadores desligam-se na hora de almoço e não se deve deixar equipamentos, como impressoras ou máquina de café, em stand by quando não estão a ser utilizados. O mesmo acontece com os carregadores dos smartphones e tablets, que devem ser removidos das tomadas elétricas quando não estão a carregar os dispositivos. Sempre que possível, as deslocações são evitadas, sendo substituídas por chamadas telefónicas ou videochamadas. “E estamos todos de bom humor!”, diz a empresa.

“São pequenos gestos que é importante todos fazermos no nosso dia a dia, mais agora com a crise energética que se avizinha”, disse Pedro Fonseca, gerente da Login Alpha. “Sempre tivemos uma forte consciência ambiental na empresa, desde a escolha dos estores do nosso escritório, à iluminação ou à impressora energeticamente eficiente. Enquanto aguardamos as diretrizes do Governo para fazer face à crise energética, adotamos já este conjunto de medidas que, até ao momento, não nos têm causado constrangimentos no nosso trabalho do dia a dia”, sublinhou.

“Uma Agência de Marketing Digital que compreende a Indústria da Moda”, é assim que a Login se define. A empresa, que nasceu em 2018, trabalha principalmente com marcas de moda, calçado, têxteis e vestuário, e presta serviços na área do marketing e comunicação: gestão de redes sociais, publicidade digital, webdesign, branding, assessoria de comunicação. A agência foi criada para responder às necessidades das marcas e fabricantes da Indústria da Moda em busca de soluções de valor acrescentado no mundo online.

Foto: LA.

Continuar a ler

Mais lidas