Connect with us

Atualidade

Viana do Castelo: Ministro das Infraestruturas inaugura renovadas carruagens Arco que reforçam, a partir de hoje, a Linha do Minho

Publicado

on

Entraram, hoje, em funcionamento, ao serviço de passageiros, as primeiras 9 carruagens Arco da empresa Comboios de Portugal (CP). Estas carruagens, compradas à operadora espanhola Renfe, foram remodeladas pela CP e começaram, hoje, a circular no serviço interregional da Linha do Minho, num momento que contou com a presença do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, que considerou esta inauguração um passo importante na “revolução da ferrovia” em Portugal. O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, marcou presença nesta viagem inaugural, entre Valença e Viana do Castelo, que contou igualmente com a presença de diversas entidades.

A partir de agora, todo o serviço da Linha do Minho contará com as renovadas carruagens Arco, sendo três delas decoradas com motivos do Minho, uma delas inteiramente dedicada a Viana do Castelo.

Na estação ferroviária vianense, o Ministro das Infraestruturas considerou que esta recuperação de carruagens compradas em Espanha, por 1,7 milhões de euros, permitiu ter, agora, carruagens “novas” remodeladas com cerca de 95% de materiais e tecnologias feitas em Portugal.

“Depois de décadas em que o país andou a ignorar e a abandonar a ferrovia e a fechar linhas, a não investir em comboios, era muito importante para nós podermos marcar este momento, nomeadamente na Linha do Minho, que já foi eletrificada. Na Linha do Minho não atingimos só os níveis de 2019, já estamos 23% acima dos níveis de 2019”, referiu Pedro Nuno Santos. “Há neste momento uma revolução da ferrovia em curso em Portugal, depois de décadas de abandono e de desistência no país”, reforçou.

Já o edil vianense, Luís Nobre, assegura que “esta aposta na ferrovia é reforçada com o aumento de oferta e utilização de material circulante mais confortável”. O autarca agradeceu ao governante “por investirem e acreditarem, tal e qual como nós, neste território de oportunidade, que agora, com uma ferrovia valorizada, está ainda mais coeso social e territorialmente”.

Luís Nobre acredita que “o reforço da mobilidade é um incentivo à prosperidade económica, desta que é a região mais virtuosa entre Portugal-Espanha, bem como um instrumento importante para a sustentabilidade ambiental, gerador de uma melhor qualidade de vida para as nossas populações”.

O Presidente da Câmara agradeceu a aposta do Ministro e do Governo na Linha do Minho, recordando que, em dez anos, “passamos da comunicação, por parte de um Governo, da supressão de ligações, para um Governo que escreveu, hoje, mais uma página de modernidade na ferrovia e na sustentabilidade do Alto Minho”. Para o responsável, esta aposta do Governo na mobilidade e na ferrovia vem acompanhar os trabalhos de modernidade da região que os autarcas têm promovido.

Recorde-se que, para já, há autorização para a circulação das primeiras nove carruagens Arco. Estas composições fazem parte de um lote de 50 unidades adquiridas junto da congénere espanhola Renfe no final de junho de 2020.

A CP coloca em marcha as carruagens Arco em conjuntos de três unidades: uma carruagem de segunda classe (80 lugares sentados), uma carruagem de primeira classe (56 lugares sentados) e ainda a composição-bar, que inclui espaço para oito bicicletas (25 lugares sentados). Na Linha do Minho, as carruagens Arco serão rebocadas por uma locomotiva elétrica da série 2600, também recuperada nas oficinas da CP nos últimos dois anos e meio.

As carruagens podem circular a 200 quilómetros por hora (km/h), dispõem de tomadas USB para carregamento de aparelhos eletrónicos, iluminação LED, sendo que uma das carruagens tem suporte para bicicletas e até uma zona com sofás, ideal para transportar grupos de pessoas.

Estas novas carruagens vêm juntar-se a um outro investimento na Linha do Minho. Recorde-se que, em abril de 2021, o Primeiro-Ministro, António Costa, inaugurou a eletrificação da Linha do Minho, no troço entre Viana do Castelo e Valença, dando assim por concluída a modernização desta linha ferroviária.

A modernização da Linha do Minho, que representou um investimento total de 86 milhões de euros, foi cofinanciada com 68 milhões de fundos do programa Compete 2020. A eletrificação do troço Nine-Viana do Castelo, que ficou concluída em julho de 2019, custou 16 milhões, e a eletrificação do troço Viana do Castelo-Valença, concluída no ano passado, custou 18 milhões de euros.

Esta empreitada garantiu a melhoria das condições de operação da linha e de segurança, com redução dos tempos de percurso entre as cidades do Porto e Vigo e dos custos operacionais, assegurando simultaneamente a melhoria dos níveis de qualidade do serviço, designadamente em termos da pontualidade e fiabilidade do horário e da redução da sinistralidade nos atravessamentos de nível.

Foto: CMVC.

Atualidade

Barcelos: Música, Teatro, Cinema e Dança no Theatro Gil Vicente

Programação de fevereiro

Publicado

on

Música, dança, teatro e cinema preenchem a programação do mês de fevereiro do Theatro Gil Vicente, que acolhe, já no dia 5 de fevereiro, às 16h00, a rubrica “Em família no TGV”, com a companhia “teatromosca” a apresentar a peça “Odeio a minha irmã” – espetáculo dividido em duas performances com textos do dramaturgo e encenador francês Sébastien Joanniez.

Ainda no que respeita a teatro, os mais novos podem assistir, no dia 18 às 16h00 e 21h30, e no dia 19, às 16h00, à peça “Gato das Botas”, pela Jangada Teatro. Entretanto, no dia 26, há ainda lugar para duas sessões de teatro para bebés (dos 3 meses aos 3 anos), às 10h00 e às 11h30, com apresentação da peça “Atelier teatrada”, encenada pela companhia “Marias Catrapumbas”.

Para os mais crescidos, o Theatro Gil Vicente recebe, no dia 11 de fevereiro, às 21h30, Ruy de Carvalho, figura máxima do Teatro em Portugal, que vem apresentar “Ruy, a história devida”, pela Yellow Star Company. No dia 25, às 21h30, é a vez do ator António Capelo apresentar o monólogo “Ninguém”.

Música e Cinema

No domínio musical, a sala de espetáculos do Gil Vicente recebe dois concertos promovidos pelo ‘triciclo’: o primeiro realiza-se no dia 9, às 22h00, com “Casper Clausen – Efterklang”, e o segundo – “Electrolab – serviço educativo” – acontece no dia 24 de fevereiro, às 22h00, produzido por um grupo de músicos de Barcelos que se juntou ao Laboratório de Robótica de Macieira de Rates. Este projeto junta automatismos, linhas de código, instrumentos convencionais, ferramentas do dia a dia e objetos obsoletos.

Quanto a cinema, o Cineclube Zoom leva ao Theatro Gil Vicente dois filmes: “A Vida de uma Mulher”, no dia 7 de fevereiro; e, no dia 14, “A Mulher que eu Abandonei”, ambos do autor Yasuzô Masumur. As sessões são às 21h30, e os bilhetes têm um custo de 3,5 euros.

O dia 26 é dedicado à dança, pelo que, às 18h00, pode assistir ao espetáculo “A Fada das Cores”, pela Escola de Dança de Barcelos.                                                           

Ainda no âmbito da programação cultural do mês de fevereiro, a Igreja do Terço recebe, no dia 4, às 21h30, o concerto “Noites de Fado”, por Liliana Macedo.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Lisboa: Mochila apreendida por apropriação ilegítima

Mais uma ocorrência

Publicado

on

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Segurança Aeroportuária, no dia 28 de janeiro, apreendeu, a um homem com 50 anos de idade, uma mochila deixada por esquecimento no interior de viatura táxi.

O denunciante, ao chegar a Lisboa, deslocou-se para a praça de táxis do aeroporto e, dali, seguiu para a Moita, apercebendo-se, pouco depois de chegar, que deixara esquecida, no interior da viatura, uma mochila de sua propriedade. Tentou, em vão, o contacto com o condutor, optando, depois, por denunciar o assunto à PSP do Aeroporto, descrevendo o seu conteúdo.

Pelas diligências garantidas pela PSP, conseguiu-se chegar à identificação do condutor da viatura que referiu ainda não ter entregue o artigo por o seu veículo estar na oficina.

Após este contacto policial, foi possível garantir a entrega do artigo deixado esquecido na viatura.

Quando da abordagem policial, foi possível apreender a mochila, contendo, no interior, um computador portátil e um disco externo.

Os bens apreendidos, avaliados em cerca de 1.100 euros, foram entregues ao seu legítimo proprietário.

O denunciante prescindiu do procedimento criminal contra o suspeito.

A PSP aconselha: garanta sempre que viu o habitáculo do veículo onde circulou, assegurando-se que nada ficou esquecido no seu interior.

Ocorrência

A Divisão de Segurança a Transportes Públicos, no dia 30 de janeiro, pelas 16h00, na freguesia de Algés, procedeu à detenção de um homem, com 29 anos, por existir sobre o mesmo um mandado de detenção.

No âmbito da fiscalização aos estabelecimentos, na Estação do Ferroviária de Algés, os Polícias avistaram o suspeito e, ao solicitarem documento de identificação, apuraram que tinha um mandado de detenção, para cumprimento de 5 cinco meses de prisão efetiva. O detido, condenado pela prática de um crime de Desobediência, foi conduzido ao Estabelecimento Prisional de Lisboa, para cumprimento de pena aplicada.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Lisboa: Jovem detido por tráfico de estupefaciente no Areeiro

Publicado

on

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da 5ª Divisão Policial, no dia 30 de janeiro, pelas 15h13, na freguesia de Areeiro, procedeu à detenção, em flagrante delito, de um jovem de 21 anos de idade, por ser suspeito da prática de um crime de tráfico de produto estupefaciente.

Os Polícias efetuavam patrulhamento numa zona urbana sensível, quando constaram um indivíduo sentado numa cadeira que, ao avistar os mesmos, iniciou marcha acelerada em direção aos patamares superiores.

Ao deslocarem-se até ao primeiro andar, ao encontro do suspeito, visualizaram o mesmo a largar, da sua mão direita, um saco de plástico que verificaram conter, no seu interior, várias embalagens de pequenas dimensões com produto suspeito de ser estupefaciente.

Após revista ao suspeito, foi possível detetar na sua posse 160 euros em dinheiro, tendo sido encaminhado à subunidade policial.

Da ação policial resultou a apreensão de: 50 doses de haxixe e 160 euros em numerário

O detido foi presente a Autoridade Judiciária tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Apresentações Semanais.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas