Connect with us

Atualidade

Número de casas à venda em Portugal cai 16% no terceiro trimestre do ano

Mercado imobiliário começa a ceder, preço por metro quadrado já começou a recuar e transação de imóveis cai 5%. Aumento da inflação e das taxas de juro colocam travão no mercado

Publicado

on

O terceiro trimestre do ano já está a mostrar os primeiros sinais do impacto do aumento das taxas de juro com a queda acentuada no número de imóveis disponíveis para venda: menos 16% face ao trimestre anterior (de 53.350 imóveis para 44.567) e menos 30% face ao período homólogo em 2021, revela hoje a consultora imobiliária IMOVENDO numa análise ao mercado nacional.

A diminuição foi mais dramática nas áreas metropolitanas de Lisboa (menos 7 mil imóveis do que no 3º trimestre do ano passado) e do Porto (menos 3.600 imóveis), todavia, é transversal a todas regiões do país.

Também o preço médio dos imóveis está a ceder e já registou recuos significativos. Do lado da oferta, a queda no terceiro trimestre do ano foi de mais de 7% face ao trimestre anterior, passando de €464K para €431K.

Do lado dos imóveis vendidos, o decréscimo cifrou-se nos 5%, sendo que o preço médio desceu de €238k para €226k, no penúltimo trimestre do ano.

“Esta queda revela que já há alguma dificuldade em vender imóveis de valor mais elevado, bem como o desconhecimento por parte dos proprietários do valor real da casa, que até aqui vinha sendo sobrevalorizado”, esclarece Nélio Leão, CEO da IMOVENDO.

O preço por metro quadrado nos imóveis novos, que esteve sempre em crescendo, também está a ceder e registou um abrandamento na ordem dos 3% no 3º trimestre do ano. O mesmo não se verifica nos imóveis usados, onde o valor se tem mantido estável.

O travão, já antecipado face a um período de previsível crise, é atribuído ao aumento da inflação e das taxas de juro que leva a uma redução da confiança dos consumidores no mercado.

Além disso, o aumento das taxas de juro tem um impacto significativo na taxa de esforço dos potenciais compradores, tornando o acesso ao crédito mais difícil.

“O que está a acontecer do lado da oferta é algo muito incomum: o decréscimo da oferta acompanha o decréscimo no preço. E isto acontece devido ao facto de a inflação estar nos dois dígitos de haver expectativa de aumento das taxas de juro”, afirma Nélio Leão, adiantando que estes fatores têm um enorme impacto na confiança dos consumidores.

“A tendência, num prazo de 6 a 12 meses, é que estes dois indicadores estejam em dissonância, mais oferta menor preço, ou menos oferta preço mais alto”, acrescenta o CEO da IMOVENDO. 

Mantendo-se a tendência, prevê-se que nos próximos meses se registe um aumento no inventário disponível, ou seja, crescimento da oferta e, consequentemente, um decréscimo nos valores dos imóveis.

Do lado das vendas, o abrandamento tem sido mais lento, mas os sinais de mudança já estão à vista. No terceiro trimestre de 2022, registou-se um recuo de 5% face ao período anterior e de 4% face ao período homólogo de 2021.

A Área Metropolitana do Porto foi a que mais sentiu este decréscimo, caindo 10% em termos de vendas quando comparado com o período homólogo do ano passado.

Foto: DR.

Atualidade

Viana do Castelo: Praça da Liberdade recebe Wine & Blues Festival este fim de semana

Publicado

on

É já este fim de semana, dias 24 e 25 de maio, que a Praça da Liberdade de Viana do Castelo recebe o Wine & Blues Festival, numa edição que conta com várias novidades.

Para o evento, será montada uma praça de alimentação na Praça da Liberdade, onde os restaurantes aderentes vão disponibilizar menus preparados especificamente para o festival, sempre acompanhados por vinho verde. No local, a Mostra Vínica funcionará, nos dois dias, das 19h00 à 00h00, numa apresentação dos vinhos verdes da região. 

Aposta sólida da Câmara Municipal de Viana do Castelo, o Wine & Blues Festival concretiza este ano a sua 6ª edição e tem vindo a afirmar-se enquanto festival de dimensão internacional, num percurso de consolidação da Mostra Vínica, que contará com a presença de cerca de 14 produtores locais, e de reconhecimento de bandas de renome mundial pelos fãs do género Blues.

Assim, na primeira noite, sexta-feira, 24 de maio, às 21h15, sobem ao palco da Praça da Liberdade os The same way, seguindo-se, às 22h30, Kiko & The Blues Refugees. Sábado, dia 25 de maio, às 21h15 atuam Go Up Band e, às 22h30, Greg Copeland & Chris Wragg Blues Band (https://winebluesfestival.com/).

No âmbito do festival, está já a ser promovida um Roteiro de harmonizações do Loureiro nos restaurantes, bares e tasquinhas da cidade e do concelho, com direito a tapas e a um copo de vinho verde. O Roteiro de Harmonizações funciona até 25 de maio, com o preço único de 5 euros para um petisco típico e um copo de Vinho Loureiro.

No sábado, 25 de maio, a partir das 18h00, o topo norte da Praça da Liberdade vai acolher uma tertúlia dedicada aos 50 anos do Vinho Verde, seguida de Prova vínica comentada de vinho Loureiro pelo enólogo Constantino Ramos.

Imagem: CMVC.

Continuar a ler

Atualidade

Junior Tour de Surf: Martim Nunes e Erica Máximo vencem em Viana do Castelo

Publicado

on

Martim Nunes e Erica Máximo conquistaram, este domingo, o triunfo no Projunior Viana do Castelo, segunda etapa do Junior Tour 2024, circuito que define os títulos nacionais Sub-20. Esta foi a segunda vitória em outras tantas etapas para Martim, enquanto Erica estreou-se a vencer na temporada, depois de uma etapa que contou com ondas na casa de 1 metro na praia da Arda, em Viana do Castelo.

O atual bicampeão nacional Pro Junior esteve em grande plano ao longo de todo o evento, conseguindo notas altas nas várias rondas disputadas. Prova disso foram os 15,25 pontos conquistados na ronda 2, que foi o melhor score do evento. Para garantir a vitória, Nunes superou na final Francisco Ordonhas, depois de somar 13,75 pontos, contra 11,65 do adversário.

“Estou muito feliz por ter vencido em Viana do Castelo, sobretudo por este triunfo anteceder a temporada do Pro Junior Europeu, que tem início dentro de dias, em Marrocos”, começou por afirmar Martim Nunes. “Foi um campeonato importante, em que consegui mostrar bom surf, o que me deixa motivado para o que aí vem. Também estou muito contente por ter disputado a final com o Francisco Ordonhas, que é um grande amigo e também surfou muito bem neste evento”, rematou.

Salvador Vala e Francisco Mittermayer fecharam a etapa, ambos, no 3º posto, depois de terem sido derrotados nas meias-finais por Martim Nunes e Francisco Ordonhas, respetivamente.

Na prova feminina, houve equilíbrio até ao final, com Erica Máximo a sobressair face à concorrência na reta final desta etapa. Nas meias-finais registaram-se as grandes surpresas do campeonato, com Maria Dias a eliminar a líder do ranking Maria Salgado e Erica Máximo a derrotar a campeã nacional Sub-20 em título Gabriela Dinis. Na grande final, Erica Máximo somou 11,75 pontos para superar Maria Dias.

“Estou muito feliz com a vitória”, começou por dizer Erica Máximo, após a final em Viana do Castelo. “Tinha começado o ano com um 3º lugar e, agora, este resultado dá-me um reforço de confiança para o resto da época. Foi um campeonato com condições um pouco difíceis, mas na final consegui encontrar uma boa onda, que me permitiu gerir o resto do heat. Fiquei mesmo muito feliz pelo triunfo e espero que o sucesso se repita nas próximas provas”, frisou.

Com este triunfo, Martim Nunes isolou-se ainda mais na liderança do ranking masculino, colocando-se em boa posição para conquistar o título nacional Sub-20 pelo terceiro ano consecutivo, tendo já uma vantagem de 530 pontos para o vice-líder Francisco Ordonhas. Já no lado feminino, Erica Máximo alcançou Maria Salgado na liderança, com campeã em título, Gabriela Dinis, a ocupar a 3ª posição do ranking, a 140 pontos da dupla da frente.

São Jacinto, em Aveiro, recebe a terceira e penúltima etapa do Junior Tour, que acontece a 13 e 14 de julho e poderá ser determinante para as contas dos títulos nacionais de Sub-20.

Resultados Projunior Via do Castelo:

Final masculina: Martim Nunes 13,75 vs. Francisco Ordonhas 11,65 pontos

Final feminina: Erica Máximo 11,75 vs. Maria Dias 8,25 pontos

Melhor onda masculina: Martim Nunes e Francisco Ordonhas 8,00 pontos

Melhor onda feminina: Gabriela Dinis 8,50 pontos

A segunda etapa do Junior Tour foi uma prova organizada pelo Surf Clube de Viana e pela Associação Nacional de Surfistas, com a colaboração da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Instituto Português da Juventude, Fundação do Desporto e o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf. Esta prova tem o patrocínio da Quiksilver e da Roxy e conta com os media partners Surftotal, Beachcam e ONFIRE Surf Mag.

Foto: ANS.

Continuar a ler

Atualidade

Valença Sangria Spring Fest

Publicado

on

Valença recebe a primeira edição da “Sangria Spring Fest”, no fim de semana de 25 e 26 de maio, no jardim do Antigo Colégio Português.

Dois dias com muita música, sangria e uma grande diversidade de pizzas prometem proporcionar duas tardes e inícios de noite verdadeiramente únicas em Valença.

A sangria é o motivo do encontro e a oferta vai ser variada. A praça da alimentação, nesta primeira edição, estará localizada no centro do recinto e disponibilizará uma ampla diversidade de pizzas.

No sábado, 25 de maio, o recinto estará aberto das 11h00 às 02h00 e no domingo, 26 de maio, entre as 11h00 e as 21h00.

Este é o primeiro evento a ser dinamizado nas instalações do Antigo Colégio Português, um edifício icónico da cidade, recentemente adquirido pela Câmara Municipal.

Seis concertos com uma ampla diversidade estilística prometem animar o recinto.

Programa de Concertos

25 de maio

15h30 – Eliseu Matos (world music)

22h00 – 80&tais (anos 80)

00h00 – Dj Emanuel (Remember Indústria Agrícola)

26 de maio

13h00 Savio (Sons do Brasil)

16h00 Dario e Marlene – convidado especial David Pereira (world music)

19h00 – Non Talkers

Imagem: CMV.

Continuar a ler

Mais lidas