Connect with us

Atualidade

“Lugar das Cores” anima Natal em Albergaria-a-Velha

Publicado

on

Solidariedade, diversão, sustentabilidade são as três palavras-chave na programação de Natal “Lugar das Cores”, que anima Albergaria-a-Velha entre 1 de dezembro e 8 de janeiro.

Com atividades nos vários equipamentos municipais, as famílias podem contar com oficinas criativas amigas do ambiente, concertos, teatro, promoção da leitura, animação de rua, circo, sem esquecer a tão aguardada chegada do Pai Natal que, este ano, vai partir da Praça António Albuquerque de Pinho.

Com as ruas e os diversos espaços municipais iluminados a partir de 1 de dezembro, as atividades começam no sábado, dia 3 (9h30), no Mercado Municipal, com o workshop “Natal Sustentável”, dinamizado pela Donaldeia, onde os participantes poderão aprender a fazer coroas e decorações natalícias, dando um novo uso a diversos materiais. Já na Incubadora de Empresas, pelas 10h00, há uma oficina para os mais gulosos; “Ideias para um Natal Ecológico e Vitaminado”, desenvolvida pela Prave, propõe ensinar a confecionar um bolo de caneca natalício.

Na Biblioteca Municipal, pelas 11h00, as famílias poderão conhecer a história “O Melhor Natal de Sempre”, de Marni McGee, em mais uma sessão de leitura encenada “Aos Sábados, Conto Contigo!” e, pelas 14h30, no Laboratório de Programação e Robótica, os mais novos são convidados a decorar o espaço, sempre com um “piscar de olhos” às novas tecnologias. A edição de 2022 do projeto artístico de inclusão social Pontes Sonoras será apresentada no Cineteatro Alba, pelas 21h30. O primeiro fim de semana de programação encerra com o tradicional Concerto de Natal da Orquestra Filarmonia das Beiras, que será acompanhada pelo Coro do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro. O espetáculo terá lugar no domingo, 4 de dezembro, pelas 18h00, na Igreja Matriz de Albergaria-a-Velha.

O segundo fim de semana de atividades começa cedo, a 7 de dezembro, véspera de feriado, com a inauguração da exposição “Preciso de Voar com os Pássaros”, de Sérgio d’Azeredo, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal. No Cineteatro Alba, às 21h30, haverá um concerto da Banda Sinfónica da ARMAB, que convida João Bastos. No sábado, começa-se o dia com uma sessão de showcooking, com a Marlene Freire a ensinar receitas de Natal saudáveis e com pouco desperdício, no Mercado Municipal, pelas 11h00. À tarde, pelas 15h00, há mais receitas para descobrir, desta vez, no Centro de Interpretação da Pateira de Frossos com o workshop de Gastronomia – “Frossos Natalício”. E se a comida nos enche o estômago, a literatura enche-nos a alma. Às 16h00, na Biblioteca Municipal, o autor aveirense Pedro Albuquerque apresenta o seu livro de poesia “exTratos Dramáticos” em mais uma sessão “Encontro com Letras”.

A chegada do Pai Natal e o desfile pelas ruas do centro urbano é um dos momentos mais aguardados pelas crianças. A 10 de dezembro, o Pai de Natal vai partir da Praça António Albuquerque de Pinho pelas 17h30, passando, no seu trenó, por algumas das principais vias do centro – Rua Egas Moniz, Praça Fernando Pessoa – subindo depois até ao Mercado Municipal – A Praça, onde vai ter o seu lugar especial para receber os mais novos. O “Lugar do Pai Natal” estará aberto nos dias 11,17 e 18, das 10h00 às 12h00 e das 15h00 às 17h00. Além do Pai Natal, as associações locais também irão animar as ruas com música e outras expressões artísticas nos dias 10 e 17. A encerrar o sábado, dia 10, um concerto com a Banda Velha União Sanjoanense pelas 21h30, no Cineteatro Alba.

No domingo, 11, o destaque vai para a instalação artística “Ovo”, concebida pelo WeTumTum. No Cineteatro Alba, entre as 10h30 e as 12h30, os bebés e suas famílias podem aventurar-se num percurso sensorial, de som, luz e cor, onde a manipulação de vários objetos leva à descoberta de novas emoções.

Durante a semana de 12 a 16 de dezembro, o Município de Albergaria-a-Velha convida as crianças da Educação Pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico a irem ao teatro. Para os mais crescidos, a proposta é o “Gato das Botas”, pela Jangada Teatro (dias 12 e 14) e, para os jardins de infância, “Por um Triz”, uma produção Persil Noir (dia 16). Estes dois espetáculos terão uma apresentação aberta ao público em geral nos dias 14 e 16, pelas 14h00.

No fim de semana antes do Natal, as diferentes artes performativas estão em destaque. Na música, há o Concerto de Coros na Praça na noite de 16. Na dança, o espetáculo de ballet “Quebra Nozes e o Reino dos Doces”, da Academia de Dança do Clube de Albergaria sobe ao palco do Cineteatro Alba a 17, pelas 21h30 e, no mesmo local, mas a 18 de dezembro (17h00), a Gala de Circo regressa com o típico encanto e magia. Há espaço também para o cinema, com a longa-metragem de animação “Estranho Mundo”, na manhã de sábado (11h00).

Em termos de oficinas criativas, o Lugar das Cores propõe, no dia 17, o segundo workshop “Natal Sustentável”, desta vez, ensinando os participantes a fazerem Pais Natal com troncos de madeira (9h30, no Mercado Municipal) e a oficina “Embrulhos Sustentáveis (15h00, no Centro de Interpretação da Pateira de Frossos). No domingo, o espetáculo itinerante “Duende Mobil” vai andar pelas ruas da cidade, às 11h00 e 16h00.

Antes do ano de 2022 acabar, há ainda tempo para o concerto “Clássicos de Natal – Músicas de Sempre” no Cineteatro Alba (21 de dezembro, 21h30) e os tradicionais Ateliers de Natal para ocupar as crianças e os jovens durante a pausa letiva.

Ao longo de todo o mês, os munícipes e visitantes podem apoiar o comércio local com a campanha “Aqui Vivo, Aqui Compro”, constituída por cheques-oferta, que podem ser descontados nos estabelecimentos do Concelho. Esta é uma iniciativa conjunta da Prave – Associação de Promoção de Albergaria-a-Velha e da Câmara Municipal.

A saudar o ano novo, no Cineteatro Alba, um café-concerto com a Big Band e Combo Jazz do DeCA – Universidade de Aveiro, onde serão revisitados alguns standards de Jazz enquadrados na época (5 de janeiro, 22h00), e o Concerto de Reis com o grupo Camerata António Soler (7 de janeiro, 21h30). Mas, antes deste concerto, a Corrida/ Caminhada Noturna de Reis, uma iniciativa dinamizada pela Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior, vai percorrer as principais ruas do centro urbano.

Um Natal mais solidário

Além da festa e da diversão, a quadra natalícia também convida à solidariedade, especialmente com as faixas da população mais vulneráveis, como as pessoas idosas ou com deficiência. Em Albergaria-a-Velha, a época de Natal proporciona algumas iniciativas especialmente dirigidas às IPSS do Concelho. Na ação “Postal de Natal”, as crianças dos jardins de infância e escolas do 1º CEB do Concelho são desafiadas a criarem postais de Natal, com mensagens carinhosas, que serão depois distribuídos pelos seniores das várias IPSS do Concelho, promovendo o encontro intergeracional, mesmo à distância.

Já no Mercado Municipal – A Praça, terá lugar a campanha “Aqui, Fruta Feia não vai para o Lixo”. Os operadores são convidados a colocarem, em cestos próprios, a fruta que já não está em condições de ser vendida, mas que ainda está boa para ser consumida. Esta fruta é, depois, reencaminhada para as instituições para ser utilizada em saladas, compotas, bolos ou outras receitas.

A finalizar estas ações solidárias, técnicos do Serviço de Educação da Câmara Municipal vão percorrer, entre 2 e 6 de janeiro, as IPSS e estruturas residenciais para pessoas idosas do Concelho, Cantando os Reis, como manda a tradição.

Foto: CMAV.

Atualidade

Município de Barcelos distinguido como “Autarquia Familiarmente Responsável” e “Autarquia Amiga das Famílias”

Publicado

on

O Município de Barcelos foi distinguido, uma vez mais, como “Autarquia + Familiarmente Responsável 2022”, uma nomeação atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis. O vereador António Ribeiro, do pelouro da Ação Social, recebeu a bandeira que assinala esta distinção, em representação da autarquia, numa cerimónia que decorreu, na tarde de anteontem (26), no Auditório da Fundação FEFAL, na cidade de Coimbra. 

Segundo António Ribeiro, estas distinções reconhecem as boas-práticas no âmbito das políticas familiares dos municípios e, no caso de Barcelos, foram atribuídas pelo trabalho da Câmara Municipal, enquanto entidade empregadora, na adoção de medidas que facilitam a conciliação da vida familiar e laboral dos seus trabalhadores.

Nesse sentido, o reconhecimento pelo trabalho efetuado levou a que a Câmara de Barcelos tenha sido distinguida com a “Bandeira com Palma”, por ter recebido o prémio três ou mais anos consecutivos. Entretanto, além desse prémio, e, pela primeira vez, o Município de Barcelos recebeu, adicionalmente, o certificado de “Autarquia Amiga das Famílias”, após ter aderido à Rede Europeia de Autarquias Amigas da Família, que agrega 80 municípios de oito países.

Recorde-se que o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, em parceira com Instituto da Segurança Social. Tem como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.  

Foto: CMB.                                                                                         

Continuar a ler

Atualidade

CNA repudia decisão do Governo de extinguir Secretaria de Estado da Agricultura: “é mais uma peça do desmantelamento do Ministério”

Publicado

on

A CNA – Confederação Nacional da Agricultura “repudia, veementemente, a extinção da Secretaria de Estado da Agricultura e exige a revogação desta decisão o mais urgentemente possível”.

“Acabar com a Secretaria de Estado da Agricultura, para além de que revela de evidente desvalorização de um setor central na economia nacional e na ocupação do território, é dar mais uma machadada no Ministério da Agricultura, que, assim, se vai paulatinamente extinguindo, o que constitui um erro gravíssimo com consequências desastrosas para os agricultores e para o país”, acusa.

Com esta decisão, o Ministério da Agricultura, “mais uma vez, perde capacidade de intervenção e coordenação política e técnica, numa altura em que os agricultores passam por enormes dificuldades, com quebras brutais de rendimentos (mais de 11%, segundo o INE), e quando se inicia a aplicação do PEPAC (Plano Estratégico Nacional da Política Agrícola Comum), que inclui mais exigências e penalizações para os pequenos produtores”, continua.

A Secretaria de Estado da Agricultura “não é uma mera ‘pasta’ no papel, faz falta aos Agricultores e ao país”, e a CNA não compreende o que mudou para que, “no espaço de três semanas, sem qualquer consulta aos representantes do setor ou debate na sociedade portuguesa, o Governo tenha deixado de considerar necessária a sua existência. E as desculpas entretanto apresentadas pelo Governo, além de não convencerem, só confirmam que não há intenção de voltar atrás”.

“Estamos perante uma queda em dominó, depois da transferência de competências (que na prática as liquida) das Direções Regionais de Agricultura e Pescas para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional”, alerta.

“Repudiamos mais este passo na destruição do tecido produtivo que alimenta a população”, afirma a CNA.

A CNA reafirma que o setor agrícola e o País “precisam de um Ministério da Agricultura forte e operativo, incluindo as áreas das Florestas e do Desenvolvimento Rural, e capaz de dar as respostas necessárias aos agricultores, e isso só se faz, também, com uma Secretaria de Estado para a Agricultura”

A CNA reafirma, ainda, que, “a par da existência de um Ministério da Agricultura forte e operativo, próximo dos agricultores, é preciso mudar de políticas para o sector agroflorestal e para o Mundo Rural, de forma a dar resposta aos desafios que os agricultores estão hoje a enfrentar”.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia prorroga transferência de competências no domínio da ação social

Publicado

on

A Câmara Municipal de Anadia deliberou, por unanimidade, na reunião de executivo realizada esta quinta-feira, 26 de janeiro, propor à Assembleia Municipal a prorrogação do prazo de transferência de competências no domínio da Ação Social até ao mês de abril, uma vez que não se encontram reunidas as condições necessárias ao exercício das referidas competências.

A presidente da Câmara Municipal de Anadia, Maria Teresa Cardoso, considera que o Decreto-Lei nº 55/2020 “continua a suscitar dúvidas relativamente às matérias a transferir, existindo uma ausência de clareza quanto à sua operacionalização, necessária para que o Município possa avaliar as implicações financeiras, humanas e organizacionais”. Daí que, no seu entendimento, “não se encontrem reunidas as condições para que o Município de Anadia, responsavelmente e na defesa dos interesses da autarquia e das populações, possa assumir as competências que se pretendem transferir com o mencionado diploma legal”.

A proposta aprovada vai agora ser enviada à Assembleia Municipal de Anadia, para análise e votação, em sessão que deverá realizar-se no decorrer do próximo mês de fevereiro. A decisão será, posteriormente comunicada à Direção Geral das Autarquias Locais.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas