Connect with us

Atualidade

Isabel Soares e Francisco Medina vencem Prémio Ibérico de Psicologia

Distinção é atribuída pela Ordem dos Psicólogos Portugueses e pelo Consejo General de Psicología de Espanha

Publicado

on

Os psicólogos Isabel Soares e Francisco Medina venceram o Prémio Ibérico de Psicologia, atribuído pela Ordem dos Psicólogos Portugueses e pelo Consejo General de Psicología de Espanha. A distinção foi entregue durante o Encontro Luso-Espanhol de Psicologia, que decorreu na cidade da Guarda.  

A psicóloga portuguesa Isabel Soares conta com uma longa carreira associada à investigação e construção de projetos para a compreensão e intervenção na infância. Reconhecida, nacional e internacionalmente, pelas suas publicações e projetos de investigação, é atualmente Presidente da Direção do ProChild CoLAB.  

Ao receber o prémio, Isabel Soares destacou o facto de “a importância do prémio amplificar-se ao ser atribuído no Encontro Ibérico centrado na acessibilidade e na inclusão social como direitos fundamentais e como alicerces de uma sociedade mais igualitária, justa e solidária”.  

A psicóloga referiu, ainda, “o privilégio” de ter encontrado, ao longo da carreira, “pessoas verdadeiramente únicas e que a inspiraram:  estudantes e colegas da academia, pacientes na atividade clínica e crianças e famílias em situação de vulnerabilidade na atividade de investigação”. Pessoas que disse serem “os protagonistas deste prémio”.  

Já o psicólogo espanhol Francisco Medina é professor titular de psicologia social e diretor da Faculdade de Psicologia desde 2015. Dirige, como investigador principal, um projeto da União Europeia sobre mediação em conflitos coletivos. Está, ainda, a trabalhar na melhoria dos processos que permitem a inserção laboral de pessoas com deficiência e doença mental.  

O Prémio Ibérico da Psicologia é destinado a Psicólogos que tenham contribuído no desenvolvimento da Psicologia, em Espanha e Portugal. Inclui um prémio no valor de dois mil e quinhentos euros para cada um dos vencedores.

Foto: OPP.

Atualidade

Combater o esquecimento – a demência nos dias de hoje e do futuro

Publicado

on

Setembro é o mês mundial da Doença de Alzheimer, e afinal o que é esta doença tão temida? A doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que se desenvolve de forma insidiosa.  Existem várias formas de demência, no entanto, a doença de Alzheimer representa cerca de 60-70% de todas as demências (1). Ocorre geralmente após os 60 anos e tipicamente afeta a zona do cérebro responsável pelo pensamento, a memória e a linguagem.

A Organização Mundial da Saúde estima que em todo o mundo existam 47.5 milhões de pessoas com demência, e que em 2030 quase duplique e em 2050 quase triplique. Na Europa, em 2019, apontavam para mais de 193 mil e 500 pessoas com demência (2). Portugal representa o 4º país com mais casos por cada mil habitantes (3)

“Ando a ficar mais esquecido …” – Esta é a queixa habitual pela qual as pessoas recorrem ao médico por receio desta doença. No entanto, a perda de memória nem sempre é sinónimo de demência e existem outras situações médicas que podem apresentar sintomas semelhantes, como os enfartes, a depressão, o alcoolismo, entre outros.

Devemos suspeitar de demência de Alzheimer em qualquer idoso com início insidioso de perda da memória associada a dificuldade em executar tarefas familiares, perda de noção do tempo e desorientação, problemas da linguagem, trocar o lugar das coisas, alteração da personalidade ou comportamento, e perda de iniciativa (4). Na presença de perda de memória associada a pelo menos um destes sintomas, devemos procurar um profissional de saúde.

Apesar de não haver uma causa bem esclarecida para o desenvolvimento da demência de Alzheimer, existem vários fatores que podem reduzir o risco. A alimentação saudável e variada, o exercício físico, o treino cognitivo através de jogos de raciocínio, ler, escrever, atividades culturais, cozinhar, jardinagem, entre outros, e sono reparador estão entre os fatores que contribuem para travar a progressão. Além disso, é também importante o controlo da diabetes, da hipertensão arterial e do colesterol.

Comece já hoje a mudar o seu risco!

Referências:

1 – World Health Statistics, World Health Organization, 2015

2 – Alzheimer Europe, 2019

3 – Health at a Glance 2017.

4 – Centers for Disease Control and Prevention, Alzheimer’s Disease.

Por: Rita Vale Lima (Interna de Medicina Geral e Familiar da USF Ronfe).

Continuar a ler

Atualidade

Viana do Castelo: Serviço de Apoio ao Cidadão disponibiliza agendamento online

Publicado

on

A Câmara Municipal de Viana do Castelo acaba de colocar ao dispor dos munícipes o Agendamento Online, exclusivamente de acesso ao sistema de filas de espera para o Serviço de Apoio ao Cidadão, garantindo maior comodidade e rapidez no atendimento, antes de se deslocarem presencialmente.

O cidadão pode, assim, agendar a sua deslocação para atendimento técnico presencial para diversos serviços, nomeadamente Atendimento Geral, Certificado de Registo de Cidadão da União Europeia (CRCUE), Cemitérios, Taxas e Licenças, Urbanismo – Informações, Urbanismo – Levantamento de Documentos e Urbanismo – Requerimentos.

Esta nova valência visa facilitar o acesso do cidadão aos serviços, que podem agora marcar os seus atendimentos por meio do smartphone ou do computador, evitando filas de espera e prevenindo os serviços, permitindo mais tranquilidade na hora do atendimento.

As regras gerais de funcionamento do atendimento e/ou o agendamento para o atendimento técnico presencial podem ser consultadas em: https://www.cm-viana-castelo.pt/viver/informacoes-uteis/horarios-de-atendimento/
O Serviço de Apoio ao Cidadão conta com atendimento presencial todos os dias úteis, das 9h00 às 16h30, integrando, ainda, atendimento telefónico através do número 258 809 304, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00.

Foto: CMVC.

Continuar a ler

Atualidade

Braga: Detenção por roubo e resistência e coação a Polícias

Publicado

on

Ontem, pelas 12h45, a PSP recebeu uma chamada telefónica a comunicar que um indivíduo havia praticado um roubo a um cidadão, tendo-o agredido violentamente e, de seguida, colocou-se em fuga.

A PSP acionou os meios policiais no sentido de o localizar, tendo de imediato sido intercetado, o autor do roubo, um cidadão com 37 anos de idade.

Durante a abordagem policial, o mesmo teve um comportamento bastante agressivo para com os Polícias, tendo-os insultado, ameaçado e agredido.

Pelo exposto, foi o mesmo detido sendo presente no Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas