Connect with us

Atualidade

Encontros literários em Valença, Arcos de Valdevez, Caminha, Ponte de Lima e Vila Nova da Cerveira

Publicado

on

Valença, Arcos de Valdevez e Caminha acolhem, respetivamente, nos próximos dias 21, 22 e 23 de abril, os “Encontros Literários do Alto Minho: As palavras que nos unem”, uma iniciativa com uma programação em multiformatos e que vai reunir alguns dos maiores nomes da literatura contemporânea portuguesa. A organização é da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), em colaboração com a RIBAM – Rede Intermunicipal das Bibliotecas Públicas Municipais do Alto Minho.

Para assegurar a efetiva participação de todos os públicos, as sessões terão suportes informativos para pessoas com limitações visuais ou auditivas, como o programa em braille e com audiodescrição e a tradução simultânea em língua gestual. As bibliotecas municipais disponibilizam as suas instalações e outros espaços dos municípios para a realização destes encontros, garantindo as melhores condições possíveis no acesso físico à participação.

O programa inicia-se no dia 21, quinta-feira, em Valença, com três momentos distintos a decorrer na Biblioteca Municipal: o primeiro, às 10h30, vai juntar à conversa a escritora Isabel Rio Novo e alunos do ensino secundário. Isabel Rio Novo falará da sua experiência no ensino da Literatura, escrita de literatura biográfica e ficção, integrando elementos de outras disciplinas, como a História de Arte. O segundo momento acontece às 15h00, com a participação do Clube de Leitura “Chá com Palavras”; e o terceiro, às 21h00, com Isabel Rio Novo e Paulo Moura, dois autores cuja escrita assenta numa utilização sábia da linguagem, com toda a sua flexibilidade e variedade. Isabel é herdeira de um certo romantismo (patente na evocação do sanatório do Caramulo ou da Paris do século XIX) e irá contar quem foi Agustina Bessa-Luís; Paulo percorreu muitos quilómetros, aquém e além-fronteiras e traz um retrato impressionante sobre a Ásia contemporânea.

No dia seguinte, sexta-feira (dia 22), a iniciativa continua em Arcos de Valdevez, às 10h30, na Casa das Artes/ Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo, com Tiago Salazar, autor de vários volumes resultantes da visita às mais distantes geografias, o qual fará uma abordagem à literatura de viagens, com alguns exemplos que, para todos os jovens (e não só), serão uma descoberta. Depois, às 21h30, no Centro Interpretativo do Barroco, a Universidade do Saber de Arcos de Valdevez e o Centro de Atividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia farão uma encenação e intervenção, seguindo-se uma sessão com Rui Cardoso Martins e Tiago Salazar. Ambos sabem o que é uma redação de jornal, o que é uma viagem em reportagem; ambos têm a verve afiada quando se trata de analisar a sociedade. Rui escreveu inúmeras crónicas sobre sessões de tribunal e arriscou um romance protagonizado por um cego. Tiago conduz um Tuk Tuk em Lisboa, depois de conhecer os quatro cantos do globo.

Caminha encerra, no sábado (dia 23), estes encontros literários com três momentos que terão lugar na Biblioteca Municipal. Às 10h30, com Sílvia Alves, professora, contadora de histórias, dedicada à literatura para a infância e juventude, e Paulo Freixinho, um dos mais profícuos criadores de Palavras Cruzadas, presente em diversos jornais e revistas, num encontro com um público juvenil, onde irão ser feitos exercícios de cruciverbalismo e narradas algumas histórias. Os dois escritores irão juntar-se, às 15h30, à Academia Sénior de Caminha, para um momento de interação. Às 17h30, é a vez de Manuel Jorge Marmelo e Manuella Bezerra de Melo se juntarem para uma conversa, que incluirá o visionamento de vídeos de alguns dos poetas da antologia Vai Para a Tua Terra. Marmelo, jornalista (um dos fundadores do Público), escritor premiado e destacado, tem utilizado os seus romances mais recentes para introduzir alguns temas pertinentes e o combate a algumas formas de exclusão. A migração está no centro dessas atenções. Manuella, com um percurso ligado à Literatura e Comunicação, tem ocupado uma posição bem visível no que toca à defesa dos Direitos Humanos. O passo mais recente, foi a criação da antologia Volta Pra Tua Terra, preenchida com poesia de diversos autores, de diferentes geografias, imigrantes em Portugal.

João Morales fará a moderação de todas as sessões. Os “Encontros Literários do Alto Minho – As Palavras que nos Unem” prosseguem no dia 29, em Ponte de Lima, e no dia 30, em Vila Nova de Cerveira. Os livros dos autores que integram a iniciativa encontram-se disponíveis para empréstimo em todas as bibliotecas municipais e, em formato acessível para pessoas com necessidades especiais, na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.

Em outubro terá lugar a segunda etapa desta edição, abrangendo os restantes concelhos do Alto Minho (Melgaço, Ponte da Barca, Viana do Castelo, Monção e Paredes de Coura), cuja programação será, a seu tempo, divulgada.

Esta iniciativa insere-se no projeto “Inclusão ativa de grupos vulneráveis – Cultura para todos”, que está a ser desenvolvido pela CIM Alto Minho e cofinanciado pelo PO Norte 2020, através do Fundo Social Europeu. Este projeto tem como principal objetivo a estruturação, dinamização e capacitação de uma rede de cooperação envolvendo as entidades locais de apoio social e cultural, tornando as manifestações culturais mais inclusivas e acessíveis.

Foto: DR.

Atualidade

“Via Alternativa” traz Hip-Hop e Drum’n’Bass ao centro histórico de Viana do Castelo

Publicado

on

No próximo dia 22 de junho, sábado, Viana do Castelo vai receber o “Via Alternativa”, um encontro músico-cultural único que terá lugar na Praça da República e promete uma experiência inovadora, reunindo duas culturas vibrantes, o Hip-Hop e o Drum’n’Bass.

Das 14h30 às 03h00 da manhã, a Praça da República será palco de uma série de atividades emocionantes, incluindo workshops de produção, conferências e sessões de autógrafos, batalhas de rap, concertos de hip-hop e DJ Set de Drum&Bass.

Nos Workshops de Produção a proposta é para que o público aprenda as técnicas e segredos da produção musical com profissionais da área. Nas Conferências e Sessões de Autógrafos, a ideia passa por permitir ao público a interação com os artistas, conseguindo autógrafos exclusivos.

Nas Batalhas de Rap, o convite é para que participe ou assista a intensas batalhas de rap que destacarão talentos emergentes. Já nos Concertos de Hip-Hop e DJ Set de Drum&Bass, desfrute de atuações ao vivo que combinarão ritmos e estilos de maneira única.

As inscrições para participar nas batalhas de rap estão abertas até ao dia 16 de junho no site oficial da Câmara Municipal de Viana do Castelo. Inscrições aqui: https://www.cm-viana-castelo.pt/via-alternativa-batalhas/

O programa arranca pelas 14h30, com Conferência HipHop, Workshops de Produção HipHop e Sessão de Autógrafos no 1º Piso dos Antigos Paços do Concelho.
O programa inclui uma conferência esclarecedora sobre a cultura HipHop e o Drum&Bass, seguida de workshops envolventes sobre técnicas de produção.

Das 16h30 às 19h00 acontecem as Eliminatórias das Batalhas. A partir das 21h15, atuação de Di Ponti, artista vianense que promete contagiar o público ao som do seu mais recente trabalho.

Às 22h10, arranca a Semifinal, seguida de Final das Batalhas. Às 23h10, atuação de NTS, o rei do improviso RAP em Portugal, que atua pela primeira vez em Viana do Castelo.

Pelas 00h15, Levi Roses DJ Set (Drum&Bass), seguido de FatCap DJ Set (Drum&Bass), à 1h30, DJ e produtor natural de Viana do Castelo que irá fechar esta primeira edição do Via Alternativa.

Imagem: CMVC.

Continuar a ler

Atualidade

PSP recolhe cegonha ferida em Leiria

Publicado

on

O Comando Distrital de Leiria da PSP, através da Esquadra de Marrazes, recolheu, ao final da tarde de terça-feira, uma cegonha que se encontrava ferida.

A cegonha foi avistada a deambular num terreno agrícola, na localidade de Sismarias, Marrazes, por uma cidadã que, depois de se aproximar da ave, verificou que esta apresentava um ferimento na asa direita, o que, possivelmente, a impediria de voar, motivo pelo qual decidiu dar o alerta para o Centro de Comando e Controlo da Polícia de Segurança Pública de Leiria.

Depois da recolha, a cegonha foi transportada por uma equipa da Brigada de Proteção Ambiental (BriPA) da PSP de Leiria para o Centro de Interpretação das Serras de Aire e Candeeiros, em Porto de Mós, de onde seguirá para o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto para que possa ser reabilitada e posteriormente colocada novamente em liberdade.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Surfista biamputado e campeão mundial de triatlo visita Lagos

Brasileiro Pauê perdeu as duas pernas aos 18 anos, numa linha de comboio. Fará uma palestra gratuita e workshop na praia de Porto de Mós no dia 17 de junho

Publicado

on

No dia 8 de junho de 2000, o brasileiro Pauê sofreu um grave acidente numa linha de comboio desativada em São Vicente, Brasil. Era um percurso que fazia quase diariamente. Tinha, na altura, 18 anos e perdeu as duas pernas. Hoje, com 41 anos, é um exemplo de superação e o único surfista biamputado do mundo, tendo sido campeão mundial de triatlo (natação, ciclismo e corrida). Licenciado em Fisioterapia, já realizou mais de 2000 palestras, nas quais relata o seu percurso, fazendo uma correlação com o dia a dia das pessoas, levando mensagens de otimismo, motivação, adaptação, determinação, coragem, gestão de dificuldades e superação.

Na próxima segunda-feira, 17 de junho, pelas 10h00, estará em Lagos, na praia de Porto de Mós, para uma palestra aberta ao público e workshop de surf. O objetivo é contar a sua história a alunos de várias escolas de surf do concelho, assim como à população em geral, e explicar como o surf salvou a sua vida e foi determinante no processo de recuperação e reintegração social. A ação, organizada pela autarquia lacobrigense, é aberta ao público de todas as idades e visa reforçar a ligação de Lagos à modalidade surf e à importância dos temas da inclusão social, desporto jovem e superação.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas