Connect with us

Atualidade

Anadia: Município investe cerca de oito milhões de euros em zonas industriais

Publicado

on

O Município de Anadia vai investir cerca de oito milhões de euros em duas zonas industriais no concelho. O executivo municipal aprovou, esta quinta-feira, 24 de novembro, a abertura de dois concursos públicos para a ampliação da Zona Industrial de Amoreira da Gândara e a construção de uma nova Zona Industrial no Vale Salgueiro, em Alféloas – Anadia.

A empreitada de ampliação da Zona Industrial de Amoreira da Gândara tem um valor base de 4.415.810,39€, acrescido de IVA, com um prazo de execução de 18 meses. Com uma área de 36 hectares, está prevista a criação de 17 novos lotes, de grande e média dimensão, e a respetiva rede viária e infraestruturas de suporte ao funcionamento da zona industrial, de acordo com o Plano de Pormenor da Zona Industrial. A ampliação vai permitir que este parque industrial possa triplicar a sua capacidade, em termos de lotes, dando assim respostas à procura de espaços de grande dimensão.

A criação da Zona Industrial de Vale Salgueiro tem um valor base de 3.049.032,05€, acrescido de IVA, com um prazo de execução de 15 meses. Esta nova zona industrial irá ocupar uma área de 17,6 hectares, contemplando a criação de 19 lotes e a respetiva rede viária e infraestruturas de suporte ao funcionamento da zona industrial.

Estas novas áreas industriais, devidamente infraestruturadas, têm como objetivo atrair novos investimentos, dinamizadores da economia local, por forma a criar mais riqueza. De realçar ainda que um dos objetivos estratégicos do Município de Anadia prende-se com o desenvolvimento económico do concelho, em cumprimento do qual desenvolveu e está a implementar o programa “Invest em Anadia” I Estratégia Municipal de Promoção do Empreendedorismo, do Investimento e Criação de Empresas, assumindo um papel ativo na promoção do empreendedorismo, no apoio às empresas e no reforço da captação de investimento.

Foto: CMA.

Atualidade

Guimarães: Detenção por condução sob o efeito do álcool no passado feriado

Publicado

on

Ontem, pelas 21h40, na cidade de Guimarães, a PSP deteve um cidadão, com 60 anos de idade, por, na sequência de um acidente de viação em que foi interveniente, ser submetido ao teste de alcoolemia, tendo acusado uma TAS (Taxa da Álcool no Sangue) de 1,69 g/l.

O detido foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Guimarães.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) alerta os condutores para os riscos da condução automóvel sob o efeito do álcool:

  • O álcool reduz o campo visual. Se beber deixe que o conduzam!
  • O álcool em excesso pode causar fadiga. Seja um condutor consciente.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Viseu: PSP faz uma detenção por condução sob efeito do álcool no passado feriado

Publicado

on

No âmbito da prevenção rodoviária, através do patrulhamento auto e apeado, o Comando Distrital de Viseu da Polícia de Segurança Pública, através dos Polícias da Esquadra de Trânsito, no dia 1 de dezembro, pelas 5h13, na Av. Doutor Alexandre Alves deteve 1 cidadão, de 26 anos de idade, por condução sob influência do álcool.

Submetido ao teste de alcoolemia, o mesmo acusou uma TAS (taxa de álcool no sangue), de 2,41g/l.

O detido foi notificado para comparecer, hoje, no Tribunal Judicial da cidade de Viseu.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Alto Minho recebe em Bruxelas renovação da certificação europeia de destino sustentável

Publicado

on

O Alto Minho recebeu hoje, dia 2 de dezembro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, a renovação da certificação da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS), promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho). Recorde-se que a renovação deste certificado tinha sido desenvolvida ao abrigo do projeto “Aldeias do Alto Minho – Walking & Cycling”, que foi apoiado pelo Turismo de Portugal no âmbito da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, tendo sido aprovada pela Comissão de Avaliação da Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais – Federação EUROPARC, aquando da respetiva reunião datada de 17 de dezembro de 2021.

Para o presidente da CIM Alto Minho, Manoel Batista, “este reconhecimento é o corolário de um profícuo trabalho que envolveu atores locais, públicos e privados, e que valoriza um território único e dotado de uma cultura e de uma identidade muito próprias”. “Estamos certos de que é mais um contributo, muito forte, para tornar esta região cada vez mais sustentável e diferenciada, para desenvolver a economia local e, naturalmente, para atrair ainda mais visitantes para o Alto Minho”, reconhece Manoel Batista.  

Refira-se que a realização deste trabalho conjunto culminou com a apresentação pública do dossier de reavaliação da Carta Europeia de Turismo Sustentável do Alto Minho (CETS AM), com especial enfoque para a Estratégia de Desenvolvimento Turístico Sustentável e para o Plano de Ação para o período 2021-2024, a 31 de maio de 2021, no Cineteatro de Vila Nova de Cerveira, no decurso da reunião do Fórum Permanente de Turismo Sustentável.

Submetido em maio de 2021, o processo de reavaliação da Carta Europeia de Turismo Sustentável do Alto Minho foi, posteriormente, analisado por um comité de avaliação, tendo sido proposta a renovação do certificado em outubro do mesmo ano, na sequência de uma visita de um auditor da Federação EUROPARC ao território do Alto Minho.

A celebração da renovação deste galardão europeu decorreu hoje, no Parlamento Europeu, aquando da ECST & STAR Award Ceremony 2022, na qual o território do Alto Minho esteve representado, e que, pela primeira vez, para além de celebrar o sucesso dos destinos sustentáveis premiou empresas que neles operam. Assim, na qualidade de promotor da CETS do Alto Minho, a CIM Alto Minho recebeu o galardão de destino sustentável referente ao território, enquanto que a EXPLOREIBERIA, marca comercial da Elos da Montanha, recebeu o reconhecimento STAR Awards – Building my Community, pelo trabalho que, quer individualmente, quer em parceria, tem vindo a desenvolver no território do Alto Minho em prol do turismo sustentável.

Foto: CIM-AM.

Continuar a ler

Mais lidas