Connect with us

Atualidade

Madeira: PSP deixa informações no âmbito da “Operação Polícia Sempre Presente – Verão Seguro 2022”

Publicado

on

Com a retoma do turismo a nível Nacional e regional, a Região Autónoma da Madeira passou a ser, novamente, o destino de milhares de turistas estrangeiros, tanto nas áreas balneares, bem como nas levadas, zonas de interesse turístico, de lazer, de restauração e de atividade desportiva.

Também o início do verão coincide com o gozo de férias dos residentes nesta Região, com especial prevalência na Ilha do Porto Santo, bem como no final do ano letivo.

Neste sentido, o início da época estival é, igualmente, sinónimo do gozo do período de férias, ocasionando:

  1. Aumento na afluência de pessoas e veículos junto das zonas balneares;
  2. Aumento nos consumos de álcool, fator que contribui, exponencialmente, para o risco de acidente e, consequentemente, para a sinistralidade rodoviária;
  3. Início dos períodos de férias de verão e o consequente abandono das residências para as zonas de veraneio.

Assim, verifica-se uma deslocação acentuada de grupos de cidadãos residentes para outros locais onde se prevê grande concentração de pessoas.

Dessa forma, a PSP montou a operação denominada “Verão Seguro 2022”, que se encontra implementada desde 06 de junho, terminando a 30 de setembro, e que, na Região Autónoma da Madeira está operacionalizada em quatro vertentes essenciais:

  1. Fiscalização do tráfego rodoviário e reforço de patrulhamento preventivo nas zonas de maior concentração de pessoas;
  2. Aplicação do Programa “Estou Aqui”;
  3. Aplicação da “Operação Férias”; e
  4. Operação “Portugal, Safer Place

Na vertente da prevenção e segurança rodoviária, com o objetivo de prevenir e reduzir a sinistralidade rodoviária e, assim, garantir e reforçar a segurança de todos os utentes da via, reforça-se a necessidade de centralizar a atividade policial de forma intensiva, para a deteção e fiscalização de condutas e infrações com maior prevalência e impacto na sinistralidade rodoviária, tais como:

1. O excesso de velocidade;

2. Condução sob influência do álcool e/ou substâncias psicotrópicas;

3. Uso indevido do telemóvel durante a condução;

4. Não utilização dos cintos e sistemas de retenção;

5. Fiscalização de manobras perigosas, desrespeito da cedência de passagem nas travessias assinaladas para os peões e desrespeito da sinalização semafórica.

– O programa Estou Aqui! Crianças (EA) é uma iniciativa da Polícia de Segurança Pública, criada em 2012, o que perfaz 10 anos de existência. Este programa criou uma medida complementar de contato com os familiares que possam acelerar o reencontro da criança perdida com os seus familiares ou responsáveis diretos. Este programa destina-se a crianças dos 2 aos 10 anos de idade e cada pulseira distribuída dispõe de um código alfanumérico único, o qual permite que qualquer pessoa que encontre uma criança perdida a sinalize via 112. Essa chamada é encaminhada para a PSP, que dispõe dos dados associados à pulseira e, de forma célere, contacta os pais, educadores ou tutores da criança que se encontre perdida, promovendo o reencontro.

– Este ano terá continuidade o programa do Ministério da Administração Interna, designado por “Verão Seguro – Chave Direta” – adiante discriminado, que consiste num suporte digital para a “Operação Férias”, operação de longa tradição na PSP, pioneira nesta iniciativa de monitorização de residências durante o período de ausência dos proprietários na época estival, serviço efetuado pela PSP gratuitamente;

– À semelhança de anos anteriores, com a Operação “PSP – Portugal, Safer Place”, a Polícia de Segurança Pública pretende que os estrangeiros que se desloquem a Portugal durante o verão tenham uma boa perceção de segurança, e que encarem a PSP como parceira fundamental na sua segurança, durante a sua estada em Portugal;

Numa atitude proativa, a PSP desenvolverá contactos locais, tendo em vista a “colocação estratégica” dos folhetos e outros produtos informacionais em diferentes línguas estrangeiras.

A PSP irá implementar uma Operação de maior proximidade e informação junto dos cidadãos de férias em Portugal, dando continuidade à estratégia prosseguida nos últimos anos através dos esclarecimentos para cada situação, cuja informação poderá ser pesquisada no sítio da PSP (www.psp.pt), bem como na informação prestada nas unidades da Polícia na Região Autónoma da Madeira, presencialmente em cada subunidade, ou através do e-mail crmadeira@psp.pt.

Foto: DR.

Atualidade

Barcelos: Prémio Palco de Terra para o Teatro Escoitade e Manuel Ramos Costa

Atribuído pelo Teatro de Balugas

Publicado

on

O Teatro Escoitade, de Vigo, foi premiado, na categoria “Instituição”, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos na dinamização e promoção do teatro amador na Galiza. Na categoria “Personalidade”, a distinção foi para o ator e encenador Manuel Ramos Costa, por uma vida dedicada ao teatro amador, em especial, na Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar.

Os Prémios PALCO DE TERRA são uma iniciativa da companhia Teatro de Balugas, de Balugães – Barcelos, cuja primeira edição se realizou em 2017. São galardões concedidos anualmente para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas e instituições, no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Norte de Portugal e Galiza.

A cerimónia de entrega acontece no dia 11 de dezembro, às 16h30, no auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos), que encerra o Palco de Terra – Festival de Teatro Amador do Noroeste Peninsular.

O ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro foi o vencedor da primeira edição, em 2017, e entre os galardoados estão ainda os nomes do Cénico Lírio do Neiva (2018), Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto (2019), Dantas Lima (2019), Teatro do Noroeste-CDV (2020), Orlando Alves (2020), Programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende (2021) e Maria Laura Pinto (2022).

Imagens: TB.

Continuar a ler

Atualidade

Estremoz recebe concerto com a Banda Sinfónica da PSP

A 07 de dezembro, pelas 21h30, no Teatro Bernardim Ribeiro

Publicado

on

O Comando Distrital da PSP de Évora, através da sua Esquadra Policial de Estremoz e em Parceria com a Câmara Municipal daquela cidade, vai, no próximo dia 07 de dezembro, pelas 21h30, promover um Concerto com a Banda Sinfónica da PSP, no Teatro Bernardim Ribeiro.

Este evento vai ser realizado para comemorar o 5º Aniversário dos Bonecos de Estremoz na UNESCO, tratando-se, simultaneamente, de um concerto solidário de angariação de fundos para a CERCI Estremoz.

A Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública teve origem num agrupamento de elementos policiais com conhecimentos de música que pertenciam ao então Comando Distrital da PSP de Lisboa – atual Comando Metropolitano.

A partir de 1979, sob a Chefia do Major Silvério de Campos, aquele agrupamento evolui para um estágio de absoluto desenvolvimento artístico, o que permitiu concretizar a realização de um velho sonho de todo o pessoal da Polícia de Segurança Pública – integrar no seu efetivo uma Banda Sinfónica oficial.

O reconhecimento público do seu mérito é notório, tendo já atuado nos mais distintos auditórios nacionais, tais como: Teatro Nacional de S. Carlos, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém, entre muitos outros, para além de ter participado em programas de Rádio e Televisão.

“Este comando espera que este evento se constitua como um excelente espetáculo, que para além da qualidade, tem uma componente solidária importante para a nossa comunidade, pois, além de não ficarmos indiferentes, todos devemos dizer NÃO à diferença”, salienta em nota.

“Ter consciência, educação, saber respeitar e saber lidar com as diferenças e incapacidades, não discriminando, cabe a todos enquanto cidadãos. A PSP e o Comando Distrital de Évora pretendem, assim, contribuir para a segurança e a integração destes cidadãos”, conclui.

Imagem: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Município de Anadia admitido como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal

Publicado

on

A Câmara Municipal de Anadia foi admitida como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal (COP). A proposta foi aprovada na última assembleia geral do COP que decorreu esta semana.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal, Jorge Sampaio, esta admissão “é motivo de grande orgulho para o Município de Anadia”, sublinhando que esta decisão “é o reconhecimento de todo o trabalho que a autarquia tem vindo a realizar, ao longo dos últimos anos, em prol do desporto de alto rendimento nacional e mundial”.

Jorge Sampaio salienta que “mais de 60 países já passaram pelo concelho, nomeadamente pelo Centro de Alto Rendimento de Anadia, para realizarem os seus treinos de preparação para os Jogos Olímpicos e outras provas internacionais”.

O autarca deixa ainda um agradecimento público à Federação Portuguesa de Ciclismo pela iniciativa da proposta, e, ao Comité Olímpico de Portugal, por ter aprovado, por unanimidade, “a proposta de admissão de sermos membro honorário, o que muito nos honra”.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas