Connect with us

Atualidade

Barcelos: Theatro Gil Vicente celebra 120 anos

Casa cheia para ver comédia com Fernando Mendes

Publicado

on

Ontem foi dia de aniversário para o Theatro Gil Vicente, em Barcelos. Ao celebrar 120 anos de existência, o Theatro acolheu a peça “Insónia”, do apresentador e comediante Fernando Mendes. Esta encenação, que já no sábado teve casa cheia, voltou a lotar a secular casa de espetáculos barcelense, numa tarde que animou de gargalhadas toda a plateia.

O ano de 2022 tem sido de enorme atividade e sucesso, com a programação do TGV a ficar classificada entre as melhores a nível nacional, merecendo, por isso, o financiamento da dgARTES de apoio à programação, até 2025, no valor 600.000€. Foi, também, aprovada uma outra candidatura, apresentada pelo Município no âmbito do PRR para modernização de infraestruturas tecnológicas de vídeo e imagem, no valor de 150 mil euros.

Por outro lado, os números que o Theatro vai registando até ao momento indicam, claramente, que 2022 será um ano de records, ultrapassando todos os números desde a reabertura do teatro em 2013. Com efeito, dados relativos a 31 de julho dão conta da realização de 134 espetáculos, no Theatro Gil Vicente, a que correspondem 16.398 espetadores, ou seja, 63,7 % de taxa de ocupação global, numa receita de bilhética 33.326,75€; sublinhando, no entanto, que muitos desses espetáculos tiveram entrada grátis. A estes números acrescem 3 sessões de cinema e 10 espetáculos realizados fora de portas, onde estiveram presentes 1698 espetadores.

Fernando Mendes e a vereadora da Cultura, Elisa Braga, apagam as velas dos 120 anos do Theatro Gil Vicente

Em “Insónia”, Fernando Mendes está a solo e encarna na pessoa de Custódio Reis, um vendedor de vinhos e licorosos, que vive com a corda no pescoço. Tanto financeiramente, como familiarmente. É o comum português de classe média, que vive afogado em dívidas e créditos.

Custódio encontra-se à beira do divórcio. A mulher, Sónia, esgotou de vez a sua paciência para com um marido que é cada vez mais um falhado e um tipo sem rumo ou grandes objetivos de vida para além de comer, beber e dormir. É um marido ausente e um pai ainda mais. Não tanto por falta de amor, mas mais de energia… Custódio sente-se cansado, pesado e sem paciência. A única ginástica que faz é financeira e a pouca pachorra que ainda vai tendo é para o trabalho. Aos dezassete anos começou a trabalhar como padeiro. Hoje em dia, vende vinho, mas, na verdade, é quase tanto aquele que bebe como aquele que vende. Até gosta do que faz e acha-se entendido em vinhos, não o sendo verdadeiramente.

É, em boa verdade, um tipo sem grande profundidade intelectual e sem grandes teses filosóficas. Por sua vez, é desenrascado e tem lábia de vendedor. O típico português de café que fala de tudo sem dizer quase nada.

Certa noite, Custódio, que sempre teve preguiça de pensar muito na sua vida, pára para pensar e ao contrário de passar a noite a ressonar, como é seu hábito, não consegue dormir. Tem uma terrível insónia. Uma insónia onde vai questionar tudo na sua vida e tentar encontrar soluções. Só que, por mais que grande parte dos seus problemas tenham soluções óbvias, para um homem que foi toda a vida assim, a mudança não parece fácil.

Assistimos, então, a uma hilariante crise interior pela qual, em tempo real, Custódio vai passar, na tentativa de alcançar a paz de alma necessária para que volte a conseguir dormir.

Pelo meio desta “Insónia” vamos assistindo a alguns programas de televisão que Custódio vai vendo para “ver se chama o sono”, onde Fernando Mendes protagoniza momentos muito improváveis com alguns dos seus amigos e colegas de toda a vida.

‘Insónia’, um espetáculo para brincar com coisas sérias

Insónia – o que é?

Insónia é um distúrbio do sono caracterizado por dificuldades em adormecer ou manter-se adormecido durante o tempo desejado. No dia seguinte, a pessoa geralmente apresenta sonolência, falta de energia, irritabilidade e depressão. As insónias podem ser de curta duração, durando dias ou semanas, ou de longa duração, com duração superior a um mês. As insónias podem ocorrer de forma independente ou ser uma consequência de outro problema. Entre as condições que podem ser causa de insónias estão o stresse psicológico, dor crónica, insuficiência cardíaca, hipertiroidismo, azia, síndrome das pernas inquietas, menopausa, alguns medicamentos e substâncias viciantes como a cafeína, nicotina e álcool.

O tratamento inicial das insónias consiste geralmente em higiene do sono e alterações no estilo de vida. Entre as práticas de higiene do sono estão deitar-se sempre à mesma hora, manter o quarto sossegado e escuro, praticar exercício físico com regularidade e apanhar luz do sol com regularidade. Embora os medicamentos para dormir possam ajudar, este tipo de medicamentos está associado a dependência psicológica, lesões e demência. O tratamento com medicamentos não está recomendado para durações superiores a quatro ou cinco semanas. Em qualquer momento no tempo, entre 10 a 30% dos adultos são afetados por insónias. Cerca de metade das pessoas apresenta pelo menos um episódio de insónias por ano. Cerca de 6% da população apresenta insónias que não são causadas por outros problemas e com duração superior a um mês. A insónia é mais comum entre as pessoas com mais de 65 anos de idade e mais comum entre mulheres do que entre homens.

Fotos: CMB.

Atualidade

Voleibol: 13ª jornada da Liga Una Seguros

Publicado

on

Na 13ª, e última jornada da 1ª Fase da Liga Una Seguros, a realizar hoje, o destaque vai para a receção do Esmoriz GC, vice-líder e equipa-sensação desta fase inaugural do campeonato, ao Sporting CP, que será transmitida em direto na Sport TV, e os decisivos Ala Nun’Álvares de Gondomar vs. GC Santo Tirso/Mercainox e Vitória SC vs. AA Espinho, que definirão o 8º posto classificativo da 1ª Fase e, por consequência, o último passaporte para a Série A.

13ª Jornada

08.12.2022

16h00 – SC Caldas vs. Castêlo da Maia GC, no Pav. Rainha D.ª Leonor

16h00 – Ala de Nun’Álvares de Gondomar vs. GC Santo Tirso/Mercainox, no Pav. Ala de Nun’ Álvares de Gondomar

16h00 – SC Espinho vs. Leixões SC, na Nave Desportiva de Espinho

16h00 – Vitória SC vs. AA Espinho, no Pav. Desp. Unid. Vimaranense

16h00 – Esmoriz GC vs. Sporting CP, no Pav. Esmoriz GC – em direto na Sport TV

14h00 – SL Benfica vs. VC Viana/Casa Peixoto, no Pav. N.º 2 do Estádio da Luz

18h00 locais – AJ Fonte do Bastardo vs. AA S. Mamede, no Compl. Desp. Vitorino Nemésio

A Série A, que envolve os 8 primeiros classificados da 1ª Fase, e a Série A2, que envolve as equipas classificadas do 9º ao 14º lugar na 1ª Fase, arrancam, respetivamente, no dia 10 e no dia 17 de dezembro. Da 1ª para a 2ª Fase passam 20 por cento do número das vitórias e 20% dos pontos.

Imagem: FPV.

Continuar a ler

Atualidade

Barcelos: Projeto “Encontro de Gerações” culmina com espetáculo no Centro Social da Silva

Cultura para todos numa cidade educadora inclusiva

Publicado

on

Ao longo de 24 meses do “Programa Cultura para Todos numa Cidade Educadora Inclusiva”, o Município de Barcelos está a promover um conjunto de projetos com diversas entidades, iniciativas que são cofinanciadas em 334 mil euros pelo Fundo Social Europeu, através do Programa Norte 2020. Um desses projetos é o “Encontro de Gerações” e é operacionalizado pelo TPC – Teatro Popular de Carapeços.

O projeto “Encontro de Gerações” culmina com segundo espetáculo que acontece já amanhã, dia 8 de dezembro, às 16h00, no Centro Social da Silva, depois do primeiro ter decorrido no salão do Centro Paroquial e Social de Fragoso, no dia 27 de novembro.

Este projeto consistiu no desenvolvimento e na dinamização de sessões teatrais pelo Teatro Popular de Carapeços, destinado a grupos intergeracionais, numa aposta no território norte do concelho de Barcelos, nas freguesias de Carapeços, Fragoso, Aldreu e Silva. As oficinas tiveram a duração mínima de 45 minutos cada e obedeceram a uma matriz previamente concebida e estruturada para levar as técnicas e os efeitos da atividade teatral aos mais jovens (a despontar para o grande teatro da vida) e aos mais idosos para que se sintam ainda válidos e úteis e a quem são pedidas e valorizadas as experiências de vida de cada um.

Estas oficinas incidiram sobre as técnicas teatrais como o movimento e expressão corporal; oralidade e melodia; passando pela leitura encenada e expressiva; pelo jogo dramático e improvisação, terminando na interpretação e com o Teatro como uma atividade artística e cultural facilitadora e desbloqueadora dos comportamentos e da sociabilidade.

Ao apoiar esta operação, os Fundos Europeus Estruturais de Investimento constituem-se como instrumento fundamental para a promoção da inclusão social, do emprego e da qualidade de vida.

Em termos globais, a operação global “Cultura para todos numa cidade educadora inclusiva” representa um investimento de 392 mil euros, dos quais 334 mil provêm do FSE – Fundo Social Europeu.

Esta ação de divulgação é financiada pelo POAT – Programa Operacional de Assistência Técnica.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: Prémio Escolar Rodrigues Lapa entregue no próximo dia 14 de dezembro

Publicado

on

A entrega do “Prémio Escolar Professor Rodrigues Lapa”, referente ao ano letivo 2021/2022, vai decorrer, no próximo dia 14 de dezembro, pelas 16h30, no Cineteatro Anadia. O galardão, promovido pelo Município de Anadia, tem como intuito distinguir os alunos das escolas de Anadia com melhor aproveitamento escolar.

Durante a cerimónia, para além da entrega dos galardões aos alunos, haverá, ainda, uma pequena representação com a leitura encenada da “Vida e Obra do Professor Rodrigues Lapa”, por Bru Junça. O evento termina com um momento musical.

O “Prémio Escolar Professor Doutor Rodrigues Lapa” foi criado, em 1996, pela Comissão das Comemorações do Centenário do Nascimento do Professor Doutor Manuel Rodrigues Lapa, com o duplo objetivo de homenagear o filólogo anadiense e de distinguir os alunos das escolas de Anadia com melhor aproveitamento escolar no final do 2º e do 3º ciclo do ensino básico, do ensino secundário e do ensino profissional.

Até ao ano de 2011/2012, o Prémio era atribuído ao melhor aluno de cada um dos níveis de ensino, havendo, assim, um premiado por nível de ensino e sendo os restantes candidatos ao prémio galardoados com menções honrosas. No entanto, o Município de Anadia entendeu dever compensar a excelência do trabalho e dedicação de mais alunos, assim como reconhecer que as variáveis subjacentes aos processos de ensino e aprendizagem e respetiva avaliação em diferentes contextos, são fatores de relatividade que tornam complexa a tarefa de comparar resultados entre as diferentes escolas participantes.

Nesse sentido, passou a distinguir três alunos por escola e por ciclo de ensino a saber: Escola Básica de Vilarinho do Bairro (6 alunos), Escola Básica e Secundária de Anadia (12), Salesianos de Mogofores (6), Colégio Nossa Senhora da Assunção – Famalicão (9) e Escola Profissional de Anadia (3), num total de 36 alunos. O melhor aluno de cada escalão de ensino receberá um prémio pecuniário no valor de 250,00€ e um diploma, e os restantes dois Menções Honrosas.

A iniciativa do Município de Anadia pretende constituir um incentivo à melhoria contínua do desempenho escolar e à construção do percurso formativo de alguns jovens.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas