Connect with us

Atualidade

Barcelos assinala 94 anos de elevação a cidade

Presidente faz balanço positivo de 10 meses de trabalho

Publicado

on

“Uma Terra, uma Cidade, um Concelho são o fruto das suas elites, mas são também, e primordialmente, o resultado de gerações de pessoas, mais ou menos anónimas, que, no seu conjunto, construíram e vão continuar a construir o tecido social, económico e cultural das suas terras; neste caso, da nossa Cidade e do nosso Concelho. Por isso mesmo, e num dia em que homenageamos alguns ilustres barcelenses, o meu primeiro reconhecimento vai, com todo o mérito e honra, para o Povo de Barcelos!” Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Mário Constantino, realçou a importância de todos os barcelenses na construção e desenvolvimento da Cidade e do Concelho, quando discursava no encerramento da sessão solene comemorativa do 94º aniversário de elevação de Barcelos à categoria da Cidade.

Numa cerimónia repleta de significado, que abriu com um momento musical ao piano pela professora Eugénia Moura e teve como enquadramento uma conferência proferida pelo arqueólogo Cláudio Brochado, subordinada ao tema: “Barcelos – Uma Visão Histórica da Elevação a Cidade”, Mário Constantino aproveitou a ocasião para saudar “sem exceção, os protagonistas políticos que pensaram e geriram a cidade, que todos eles terão querido o melhor para Barcelos.”. Para o presidente da Câmara, “a cidade e o concelho, de que tanto nos orgulhamos, é fruto dessa grande construção coletiva, que junta vontade, força, coragem, empenho, criatividade e trabalho, muito trabalho”.

Autarca faz balanço positivo dos primeiros dez meses de mandato

Mário Constantino Lopes aproveitou a ocasião para fazer um breve balanço dos seus primeiros dez meses de mandato. Afirmando que o trabalho do novo Executivo está a cumprir os compromissos assumidos na campanha eleitoral, o edil assegurou que “apesar das dificuldades que fomos encontrando no caminho, o balanço que fazemos é bastante positivo”.  Assim, referiu o autarca, já é possível “descarregar do caderno de encargos”, algumas das promessas realizadas, salientando o lançamento do Programa Novos Caminhos, que visa erradicar de vez com os caminhos em terra batida, o lançamento da empreitada de requalificação da Estrada 505, que liga Barcelinhos às Carvalhas, “um velho e justo anseio das populações, e cuja obra arranca já no início de setembro” e o ultimar do processo “que levará ao lançamento do concurso público internacional para o fecho da Circular Urbana, outra das obras eternamente adiadas”.

Mário Constantino (Foto: CMB)

No setor da Educação, o presidente da Câmara confirmou que “já foi retirado o amianto nas coberturas de 16 edifícios escolares” e anunciou que, no início do ano letivo, a Câmara Municipal vai colocar à disposição de todos os alunos do 9º ao 12º ano, “uma ferramenta – a chamada Escola Digital – plataforma que o Município adquiriu, que permite acesso livre dos alunos a manuais, testes e outros conteúdos educacionais. Desta forma, os nossos jovens passam a dispor de melhores condições para que tenham sucesso educativo, e ficam em pé de igualdade com o que de melhor já existe no ensino”, enfatizou.

Município vai fechar aquisição de terrenos para o novo hospital

Prosseguindo no balanço do trabalho feito, Mário Constantino destacou “a prestação de serviços para a limpeza de infestantes do Rio, e a futura adjudicação da empreitada de construção dos Passadiços do Cávado”. Mas foi na área da saúde que o edil deu uma das melhores novidades à plateia que lotou o auditório municipal, ao anunciar: “muito em breve, fecharemos a aquisição dos terrenos para a construção do Novo Hospital de Barcelos, numa demonstração e sinal claro ao Governo de que não abdicaremos desse tão importante e necessário equipamento de Saúde”.

O autarca lembrou, também, que no setor da Ação Social, o município triplicou o apoio às famílias carenciadas na compra de medicamentos e atualizou os limites dos valores de renda de casa, “possibilitando que mais agregados familiares possam aceder a esses apoios”. Entretanto, “prossegue o processo que levará ao investimento de 16 milhões de euros, em habitação social, dando cumprimento ao 1º Direito, no âmbito do protocolo que assinamos com o IRHU, uma iniciativa vinda do Executivo anterior e que nós estamos a implementar”.

No Desporto também houve boas notícias: “deve iniciar, ainda este ano, a obra de construção de dois relvados junto ao estádio Cidade de Barcelos”; e durante o mês de setembro será inaugurado o pavilhão polidesportivo de Adães, “após obras de beneficiação, já que, depois de construído, esteve, lamentavelmente, fechado e a degradar-se mais de 12 anos”.

As Juntas de Freguesia são parceiros privilegiados do Município desde a primeira hora

Perante uma plateia onde estavam muitos presidentes de Junta de Freguesia, Mário Constantino assegurou que os autarcas locais são parceiros privilegiados do Município. O autarca realçou que, tal como havia sido prometido, foram aumentadas “as comparticipações financeiras às Juntas, sendo que, agora, a relação Município/Autarquias locais é regulada por contratos interadministrativos, que resultam numa completa transparência processual”.

Ao nível do Urbanismo, o presidente da Câmara afirmou que é intenção do Município “concluir o mais rapidamente possível, a revisão do PDM, pese embora os atrasos que se verificaram e o curto espaço de tempo que este Executivo teve para intervir no processo”. Por outro lado, Mário Constantino salientou que nunca como agora “estão a entrar tantos pedidos de processos de loteamento e construção, um bom sinal do dinamismo económico do setor, e que já nos obrigou a lançar concurso público de recrutamento de mais recursos humanos”.

As cerimónias das comemorações dos 94 anos de elevação de Barcelos a Cidade encerraram com um concerto da Orquestra do Distrito de Braga, no largo Dr. José Novais.

Fotos: CMB.

Continuar a ler
Clique para Comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Atualidade

Barcelos: Prémio Palco de Terra para o Teatro Escoitade e Manuel Ramos Costa

Atribuído pelo Teatro de Balugas

Publicado

on

O Teatro Escoitade, de Vigo, foi premiado, na categoria “Instituição”, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos na dinamização e promoção do teatro amador na Galiza. Na categoria “Personalidade”, a distinção foi para o ator e encenador Manuel Ramos Costa, por uma vida dedicada ao teatro amador, em especial, na Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar.

Os Prémios PALCO DE TERRA são uma iniciativa da companhia Teatro de Balugas, de Balugães – Barcelos, cuja primeira edição se realizou em 2017. São galardões concedidos anualmente para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas e instituições, no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Norte de Portugal e Galiza.

A cerimónia de entrega acontece no dia 11 de dezembro, às 16h30, no auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos), que encerra o Palco de Terra – Festival de Teatro Amador do Noroeste Peninsular.

O ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro foi o vencedor da primeira edição, em 2017, e entre os galardoados estão ainda os nomes do Cénico Lírio do Neiva (2018), Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto (2019), Dantas Lima (2019), Teatro do Noroeste-CDV (2020), Orlando Alves (2020), Programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende (2021) e Maria Laura Pinto (2022).

Imagens: TB.

Continuar a ler

Atualidade

Estremoz recebe concerto com a Banda Sinfónica da PSP

A 07 de dezembro, pelas 21h30, no Teatro Bernardim Ribeiro

Publicado

on

O Comando Distrital da PSP de Évora, através da sua Esquadra Policial de Estremoz e em Parceria com a Câmara Municipal daquela cidade, vai, no próximo dia 07 de dezembro, pelas 21h30, promover um Concerto com a Banda Sinfónica da PSP, no Teatro Bernardim Ribeiro.

Este evento vai ser realizado para comemorar o 5º Aniversário dos Bonecos de Estremoz na UNESCO, tratando-se, simultaneamente, de um concerto solidário de angariação de fundos para a CERCI Estremoz.

A Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública teve origem num agrupamento de elementos policiais com conhecimentos de música que pertenciam ao então Comando Distrital da PSP de Lisboa – atual Comando Metropolitano.

A partir de 1979, sob a Chefia do Major Silvério de Campos, aquele agrupamento evolui para um estágio de absoluto desenvolvimento artístico, o que permitiu concretizar a realização de um velho sonho de todo o pessoal da Polícia de Segurança Pública – integrar no seu efetivo uma Banda Sinfónica oficial.

O reconhecimento público do seu mérito é notório, tendo já atuado nos mais distintos auditórios nacionais, tais como: Teatro Nacional de S. Carlos, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém, entre muitos outros, para além de ter participado em programas de Rádio e Televisão.

“Este comando espera que este evento se constitua como um excelente espetáculo, que para além da qualidade, tem uma componente solidária importante para a nossa comunidade, pois, além de não ficarmos indiferentes, todos devemos dizer NÃO à diferença”, salienta em nota.

“Ter consciência, educação, saber respeitar e saber lidar com as diferenças e incapacidades, não discriminando, cabe a todos enquanto cidadãos. A PSP e o Comando Distrital de Évora pretendem, assim, contribuir para a segurança e a integração destes cidadãos”, conclui.

Imagem: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Município de Anadia admitido como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal

Publicado

on

A Câmara Municipal de Anadia foi admitida como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal (COP). A proposta foi aprovada na última assembleia geral do COP que decorreu esta semana.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal, Jorge Sampaio, esta admissão “é motivo de grande orgulho para o Município de Anadia”, sublinhando que esta decisão “é o reconhecimento de todo o trabalho que a autarquia tem vindo a realizar, ao longo dos últimos anos, em prol do desporto de alto rendimento nacional e mundial”.

Jorge Sampaio salienta que “mais de 60 países já passaram pelo concelho, nomeadamente pelo Centro de Alto Rendimento de Anadia, para realizarem os seus treinos de preparação para os Jogos Olímpicos e outras provas internacionais”.

O autarca deixa ainda um agradecimento público à Federação Portuguesa de Ciclismo pela iniciativa da proposta, e, ao Comité Olímpico de Portugal, por ter aprovado, por unanimidade, “a proposta de admissão de sermos membro honorário, o que muito nos honra”.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas