Connect with us

Atualidade

Autarquia de Sintra celebra acordo com IHRU e dá mais um passo na Estratégia Local de Habitação

Publicado

on

A Câmara Municipal de Sintra, assinou, esta segunda-feira, o acordo com o IHRU – Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana para a Estratégia Local de Habitação de Sintra.

Este acordo, agora celebrado, vai permitir financiar a execução das medidas definidas na Estratégia Local de Habitação e beneficiará mais de 3000 famílias, mais de 9000 pessoas, num investimento de cerca 179 milhões de euros em seis anos.

A Estratégia Local de Habitação de Sintra, aprovada no final de 2021, visa garantir condições de acesso a uma habitação condigna a quem não dispõe de capacidade financeira para aceder a uma solução habitacional adequada.

Para o presidente da autarquia, Basílio Horta, “o envolvimento dos municípios ao redor deste assunto, da habitação, é vital e em Sintra o empenho para cumprir com os objetivos será total. Com este acordo, agora celebrado com o IRHU, a autarquia está a zelar por um direito fundamental, o direto de acesso a uma habitação. Para Sintra, a habitação é uma área social interligada com outros dois eixos prioritários: a saúde e a educação. Defendemos que devemos olhar para a habitação como olhamos para a saúde e para o ensino, a importância social destes três eixos deve ser encarada com a mesma perspetiva, a clara motivação de cumprir com um direito essencial”.

A secretária de estado da habitação, Marina Gonçalves, esteve presente na cerimónia de assinatura e felicitou o trabalho desenvolvido num território tão vasto como o de Sintra e que, com objetivos ambiciosos salvaguarda o direito à habitação no concelho.

Os objetivos gerais da Estratégia Local de Habitação de Sintra são:

– Responder a situações de emergência social e de extrema carência e precaridade habitacional, mitigando situações de segregação social;

– Promover a melhoria das condições de acesso à habitação, alargando o leque e volume de respostas e o espectro da população alvo;

– Promover a melhoria qualitativa e adequabilidade do parque habitacional público e privado;

– Promover a inclusão social, autonomia funcional e dinamização sociocultural;

– Modernizar e ampliar a capacidade de resposta e a eficiência municipal na área da habitação.

No documento estratégico da autarquia pode conhecer-se uma estratégia local de intervenção e a política de habitação para o Município de Sintra, para o período de 2021 a 2026. É objetivo deste documento, não só, a definição da Estratégia Local de Habitação, mas também, a constituição do quadro de suporte à elaboração de futuras candidaturas aos diversos programas nacionais de habitação, em especial ao Programa 1º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação e ao Plano de Recuperação e Resiliência.

Serão beneficiadas mais de 3000 famílias, com intervenções que pretendem combater no terreno as dificuldades sentidas pelos mais desfavorecidos e zelar por melhores condições de vida dos munícipes. A autarquia de Sintra coloca, assim, a política local de habitação no centro da sua ação para este mandato, permitindo uma maior celeridade na resolução dos problemas habitacionais da sua população.

Projeto/Investimento apoiado pelo PRR – Plano de Recuperação e Resiliência e pelos Fundos Europeus NextGeneration EU.

Foto: CMS.

Continuar a ler
Clique para Comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Atualidade

Campanha “Viajar sem pressa” lançada amanhã

Entre 16 e 23 de agosto

Publicado

on

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) lançam amanhã, dia 16 de agosto, a Campanha de Segurança Rodoviária “Viajar sem pressa”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2022.

A decorrer entre os dias 16 e 23 de agosto, a campanha tem como objetivo alertar os condutores para os riscos da condução em excesso de velocidade, dado que esta é uma das principais causas dos acidentes nas estradas e é responsável por mais de 50% das infrações registadas.

Num atropelamento, a probabilidade de existirem vítimas mortais aumenta em função da velocidade a que circulam os veículos. Se um veículo circular a 30 km/h, a probabilidade das consequências de um atropelamento serem mortais é de 10%. Aumentando a velocidade para 50 km/h, a probabilidade passa a ser de 80%.

A campanha “Viajar sem pressa” integrará:

. Ações de sensibilização da ANSR em território continental e do serviço da administração regional da Região Autónoma da Madeira;

. Operações de fiscalização, pela PSP e pela GNR, com especial incidência em vias e acessos com elevado fluxo rodoviário e de acordo com o Plano Nacional de Fiscalização 2022, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que respeita à condução em excesso de velocidade.

As ações de sensibilização ocorrerão em simultâneo com operações de fiscalização nas seguintes localidades:

. Dia 16 de agosto, às 14h00: Avenida Marechal Norton de Matos (junto às bombas da Repsol), Lisboa;

. Dia 17 de agosto, às 10h00: A2 – Portagens plana via de Coina, sentido Sul-Norte;

. Dia 18 de agosto, às 14h00: Barreira Alva, Torres Novas;

. Dia 19 de agosto, às 8h00: IC8 Km 92 – Nó de Perdigão, Castelo Branco;

. Dia 21 de agosto, às 10h00: EN2 Ponte do Soito – Góis;

. Dia 22 de agosto, às 9h00: Avenida das Comunidades Europeias, Leiria;

. Dia 23 de agosto, às 8h00: A3 Km11 sentido Norte-Sul – Área de Serviço da Trofa.

A ANSR, a PSP e a GNR relembram que a condução em excesso de velocidade é um risco para a sua segurança e dos outros:

. A velocidade é a principal causa de um terço de todos os acidentes mortais;

. Quanto mais rápido conduzimos, menos tempo dispomos para imobilizar o veículo, quando algo de inesperado acontece;

. Numa viagem de 10 km, aumentar a velocidade de 45 para 50 km/hora permite ganhar apenas 1 minuto e 20 segundos. Viaje sem pressa.

. A sinistralidade rodoviária não é uma fatalidade e as suas consequências mais graves podem ser evitadas através da adoção de comportamentos seguros na estrada.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Distrito de Lisboa: PSP faz 57 detidos no dia 14 de agosto

Publicado

on

O Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, no âmbito da sua atividade operacional, nas últimas 24 horas, entre as 00h00 e as 23h59 de domingo, dia 14 de agosto, efetuou várias ações operacionais que culminaram, entre outros resultados, na concretização de 30 detenções, das quais: 08 por condução sem habilitação legal; 24 por condução de veículo com taxa de álcool igual/superior a 1,2g/l; 15 por tráfico de estupefaciente; 03 por crimes contra a propriedade; 01 por mandado de detenção; 03 por desobediência; 01 por outros crimes; e 02 por resistência e coação sobre funcionário.

Na sequência das detenções referidas, de destacar a apreensão de pequenas substâncias estupefaciente.

Neste período, registou 26 acidentes de trânsito, tendo resultado em onze feridos ligeiros e um ferido grave.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Voleibol de Praia: Conhecidos os novos campeões do Gira-Praia

Publicado

on

As finais nacionais Gira-Praia dos escalões de Sub-14, Sub-16 e Sub-18 masculinos e femininos disputaram-se no passado fim de semana, na Praia Pop, em Espinho.

Conheça as classificações:

Sub-14 – Masculinos (final)

1º João Costa / André Coelho – AV Porto

2º Afonso Ribeiro / Gonçalo Mota – AV Porto

3º André Malha / Kevin Romão – AV Alentejo e Algarve

4º Gustavo Carmo / João Gávea – AV Lisboa

5º Francisco Vieira / João Franco – AV Braga

6º Xavier Amorim / Tiago Sousa – AV Leiria

7º Tito Melão / Yann Baptista – AV Viana do Castelo

Sub-14 – Femininos (final)

1º Vitória Castro/Valéria Castro – AV Porto

2º Madalena Silva / Lara Pacheco – AV Porto

3º Diana Caros / Maria Guedes- AV Lisboa

4º Ana Novais / Maria Novais – AV Braga

5º Filipa Cruz / Mariana Vieira – AV Leiria

6º Lara Barreiros / Francisca Miranda – AV Viana Castelo

7º Leonor Almeida/Bárbara Alves – AV Braga

Sub-16 – Masculinos (final)

1º Tiago Sousa / Gabriel Pereira – AV Porto

2º Ricardo Santos / Miguel Sousa – AV Porto

3º Tomás Oliveira / Francisco Midões – AV Porto

4º João Guimarães / Pedro Abecassis – AV Lisboa

5º Diogo Almeida / Alexandre Colaço – AV Braga

6º Gonçalo Mariano / Miguel Mariano – AV Leiria

7º Rafael Silva / Afonso Felgueiras – AV Viana Castelo

8º Guilherme Goncalves / Martim Cardoso – AV Porto

Sub-16 – Femininos (final)

1º Bárbara Castro / Sofia Loureiro – AV Porto

2º Martina Ribeiro / Bárbara Guedes – AV Porto

3º Camila Morais / Francisca Gonçalves – AV Porto

4º Maria Sousa / Sofia Pereira – AV Lisboa

5º Mafalda Catita / Laura Afanas – AV Braga

6º Matilde Pereira / Daniela Silva – AV Leiria

7º Juliana Morais / Alice Vitorino – AV Viana Castelo

8º Maria Barros / Lara Maia – AV Braga

Sub-18 – Masculinos (final)

1º João Vidal / Francisco Mendes – AV Porto

2º Carlos Ramos / Ricardo Vieira – AV Porto

3º Jorge Marques / André Assunção – AV Porto

4º Tito Sousa / Francisco Gávea – AV Lisboa

5º Gustavo Reis / Ricardo Pedrosa – AV Braga

6º Martim Pereira / João Salgueiro – AV Viana Castelo

7º Duarte Teixeira / José Magalhães – AV Viseu

8º Diogo Couto / Tiago Graça – AV Braga

Sub-18 – Femininos (final)

1º Mariana Almeida / Inês Sol – AV Porto

2º Maria Marques / Carolina Santos – AV Porto

3º Maria Silva / Maria Soares – AV Porto

4º Inês Dias / Margarida Sá – AV Lisboa

5º Beatriz Barbosa / Leonor Carvalho – AV Braga

6º Jéssica Costa / Sara Correia – AV Viana Castelo

7 º Lara Pereira / Lara Martins – AV Porto

8º Joana Santos / Leonor Colaço – AV Braga.

As finais do Gira-Praia foram organizadas pela Federação Portuguesa de Voleibol em colaboração com a Câmara Municipal de Espinho e para este momento de atribuição dos títulos nacionais apuraram-se os primeiros classificados de cada escalão e género dos Torneios/Circuitos Regionais das associações regionais de todo o País.

O formato competitivo, os resultados e as classificações podem ser consultados em www.fpvoleibol.pt/fpv/competicoes/final-gira-praia-2022/ .

Fotos: FPV.

Continuar a ler

Mais lidas