Connect with us

Atualidade

O piano será rei nas noites de verão nos Palácios de Sintra

Em julho, novo Ciclo de Piano homenageia Viana da Mota com recitais de grandes pianistas portugueses: João Xavier, Marta Menezes, Luísa Tender, Pedro Burmester, António Rosado e Artur Pizarro

Publicado

on

Neste início de verão, o cair da noite nos Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz será ao som mágico do piano. O novo Ciclo de Piano nos Palácios de Sintra, com direção artística do musicólogo Bruno Caseirão, estreia-se com um programa constituído por seis recitais, que homenageia o virtuoso pianista e grande músico Viana da Mota, cuja vida e obra esteve intimamente ligada a Sintra e à Família Real Portuguesa. Colocando os grandes pianistas portugueses em diálogo com uma nova geração que agora começa a afirmar-se, estarão em palco João Xavier, Marta Menezes, Pedro Burmester, António Rosado, Luísa Tender e Artur Pizarro. O ciclo decorre nas sextas, sábados e domingos dos dois primeiros fins de semana de julho (dias 5, 6, 7, 12, 13 e 14), sempre às 19h00, ora na Sala dos Cisnes do Palácio Nacional de Sintra, ora na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz; espaços históricos e intensamente vividos, também a nível musical, mas, igualmente, intimistas e com grande qualidade acústica, que constituem o cenário de sonho para uma noite de verão.

O ciclo arranca a 5 de julho, no Palácio Nacional de Sintra, com João Xavier. Pianista da nova geração do piano português e com uma carreira promissora com vários prémios e inúmeros recitais a solo e concertos com orquestra, irá tocar obras de Robert Schumann e Frédéric Chopin, compositores emblemáticos do primeiro romantismo.

No dia 6 de julho, o palco da Sala dos Cisnes será de Marta Menezes, cuja sólida carreira tem sido dedicada à divulgação do reportório português para piano, tanto em Portugal como no estrangeiro. Desta vez, apresentará um programa centrado em compositores ibéricos notáveis, como Antonio Soler, Carlos Seixas, Viana da Mota, Enrique Granados ou Frederico Mompou. A raramente ouvida Sonata de Artur Santos também faz parte do alinhamento do recital.

O primeiro fim de semana deste ciclo encerra com um recital do consagrado pianista Pedro Burmester, na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz, a 7 de julho. Aluno de Helena Sá e Costa e de Sequeira Costa, Burmester une na sua formação os dois grandes discípulos de Viana da Mota e da escola de ensino do piano por ele iniciada. Nesta noite, revisita as Variações Goldberg de Bach, obra incontornável da literatura para instrumento de tecla, de grande dificuldade técnico-musical, e um verdadeiro desafio apenas ao alcance de grandes músicos.

Na mesma sala, mas a abrir o segundo fim de semana do ciclo, no dia 12 de julho, apresenta-se António Rosado, pianista de grande talento, reconhecido nacional e internacionalmente. Em linha com o seu gosto pela diversidade, tocará desde Suite Bergamasque de Claude Debussy, até à monumental Segunda Sonata Op.36 de Sergei Rachmaninoff, passando por obras de Viana da Mota e de Franz Liszt.

No dia 13 de julho, as sonoridades do piano voltam à Sala dos Cisnes do Palácio Nacional de Sintra, desta vez pela mão da portuense Luísa Tender. Formada na cidade invicta, em Los Angeles, Londres e Paris, também se dedica à docência e à investigação. Neste recital, o epicentro é a execução integral das quatro baladas de Chopin, antecedidas de uma sonata de Wolfgang Amadeus Mozart e do Concerto Italiano de Johann Sebastian Bach.

A primeira edição do Ciclo de Piano nos Palácios de Sintra termina a 14 de julho, no Palácio Nacional de Queluz, com Artur Pizarro, aluno dileto de Sequeira Costa, que, por sua vez, estudou com Viana da Mota. À esplendorosa Sala do Trono, traz um programa em torno do ambiente verdadeiramente latino de uma noite de verão que conjugará três universos: a Argentina de Carlos Guastavino e Alberto Ginastera; a Itália de Gian Francesco Malipiero e Mario Castenuovo-Tedesco; e a França de Gabriel Fauré.

Os bilhetes já estão à venda online no site da Parques de Sintra (www.parquesdesintra.pt). Os recitais no Palácio Nacional de Sintra custam 14€ para jovens (6-17anos) e 18€ para adultos (+18 anos), enquanto os preços dos recitais no Palácio Nacional de Queluz variam entre os 18€ para jovens e os 22€ para adultos. Também é possível adquirir um bilhete que dá acesso aos seis recitais que compõem o ciclo pelo valor de 90€.

Nos dias de recital, estão disponíveis visitas guiadas ao Palácio onde decorrer o espetáculo. Começam às 17h30, têm a duração aproximada de 1h15m e também podem ser adquiridas online.

O Ciclo de Piano nos Palácios de Sintra é promovido pela Parques de Sintra e conta com a direção artística do musicólogo Bruno Caseirão.

Ao longo dos últimos anos, a Parques de Sintra tem investido na qualidade da experiência de visita e na oferta de uma programação diversificada, promovendo numerosas iniciativas dedicadas à música, ao cinema, ao teatro e à arte equestre, com múltiplas propostas que tiram partido da memória histórica dos monumentos e dos ambientes diferentes que o património natural proporciona no decorrer das estações, convidando à sua fruição ao longo de todo o ano. Pretende-se que quem visita o património sob gestão da empresa encontre sempre novos motivos de interesse, ou seja, espaços vivos, em permanente atualização e reinvenção, onde existe sempre algo novo para fazer e para conhecer. Um património de todos, para todos.

Programa do Ciclo de Piano nos Palácios de Sintra: “O Piano Português”

05/07 – 19h00 | JOÃO XAVIER – Palácio Nacional de Sintra (Sala dos Cisnes)

06/07 – 19h00 | MARTA MENEZES – Palácio Nacional de Sintra (Sala dos Cisnes)

07/07 – 19h00 | PEDRO BURMESTER – Palácio Nacional de Queluz (Sala do Trono)

12/07 – 19h00 | ANTÓNIO ROSADO – Palácio Nacional de Queluz (Sala do Trono)

13/07 – 19h00 | LUÍSA TENDER – Palácio Nacional de Sintra (Sala dos Cisnes)

14/07 – 19h00 | ARTUR PIZARRO – Palácio Nacional de Queluz (Sala do Trono)

Com exceção do recital de Pedro Burmester, todos os recitais terão intervalo.

Preçário:

Recitais no Palácio Nacional de Queluz

Adulto (+18 anos): 22,00€

Jovem (6-17 anos): 18,00€

Recitais no Palácio Nacional de Sintra

Adulto (+18 anos): 18,00€

Jovem (6-17 anos): 14,00€

Bilhete Ciclo (válido para os 6 Recitais) – 90,00€

Informação completa e aquisição de bilhetes em www.parquesdesintra.pt

Imagem: DR.

Atualidade

Barcelos: Petiscos de “comer e chorar por mais”

Fim de Semana dos Petiscos, de 19 a 21 de julho

Publicado

on

Está de volta a iniciativa “Fim de Semana dos Petiscos”. Este ano, a iniciativa promovida pelo Município e operacionalizada pelos Serviços de Turismo, decorre de 19 a 21 de julho e conta com a adesão de 21 restaurantes e tascas do concelho de Barcelos.

São petiscos de comer e chorar por mais, num fim de semana de experiências gastronómicas tradicionais irresistíveis. Para abrir o apetite, conheça as iguarias de que pode degustar: rojões, pataniscas, bifanas, polvo, taquinhos de bacalhau, chispes, codornizes, moelas, orelheira com molho verde, asinhas de frango, iscas de fígado com cebolada, pica-pau, ovos rotos, sardinha na brasa, bacalhau albardado, entre outros deliciosos petiscos que fundem tradição com inovação.

Restaurantes aderentes:

Adega Costa (Várzea); A Petisqueira Vilaça (Barcelos); Café Dias (Tamel S. Veríssimo); Café Paulista (Barcelos); Café Restaurante Luar (Gilmonde); Casa das Bifanas (Barcelos); Casa Sêmea (Arcozelo); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Faty-Ferros (Arcozelo); Galo Wine & Tapas (Barcelinhos); Historial Caffé (Barcelos); Lounge Bar Xano (Barcelos); Restaurante Pérola (Barcelos); O Ás Restaurante (Barcelos); Taberna do Armindo (Remelhe); Tasca Sem Riscos (Rio Covo Santa Eulália); Tasquinha O Telheiro (Viatodos); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Tino Socorro (Alvelos); Três Marias (Barcelos), e Vera Cruz (Barcelos).

A par do Fim de Semana dos Petiscos, há um programa de animação que contempla o Trilho das Fontes, no sábado, dia 20 de julho, das 8h30 às 13h00. E entre as 14h e as 18h tem lugar a Prova Cega de Vinhos de Barcelos, no Solar de Vila Meã, em Silveiros.

As inscrições são obrigatórias e limitadas e podem ser efetuadas para turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário” na Biblioteca Municipal

Publicado

on

A exposição “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário”, após itinerância pelas escolas do concelho de Anadia, encontra-se patente ao público na Biblioteca Municipal até ao próximo dia 28 de setembro.

A mostra, dirigida ao público em geral, é constituída por um conjunto de 11 painéis, complementados por um repositório digital ao qual se acede através da ativação de códigos QR.

Foi concebida com a coordenação científica do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra, com o design gráfico da licenciatura de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra e com o apoio da Comissão das Comemorações dos 50 Anos da Revolução do 25 de Abril.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

São João das Lampas recebe mais uma edição das Exposições Caninas

Publicado

on

Sintra recebe a 41 ͣ Exposição Canina Nacional e a 39. ͣ Exposição Canina Internacional, no Largo 9 de Setembro, em São João das Lampas, de 26 a 28 de julho, com entrada livre.

Durante três dias poderá conhecer os melhores exemplares de raças oficialmente reconhecidas que serão avaliados por júris portugueses e internacionais. As exposições contarão, também, com a presença de canicultores oriundos de vários países da Europa.

Realizada desde 1982, a iniciativa conta com várias exposições monográficas e especializadas, cujo teor técnico e qualidade das edições anteriores, as definem já como um marco no domínio da Canicultura.

As Exposições Caninas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, estão abertas à participação de exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registadas nos Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.    

Este evento é organizado pela Comissão de Festas da Vila Velha, com supervisão técnica do Clube Português de Canicultura e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Sintra e da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas