Connect with us

Atualidade

Ator Rui Mendes e outras surpresas no “É só Palheta” de 2023

Centenas de espectadores no Jardim da Anta, em Agualva/Sintra, entre gargalhadas e palmas, no 2º Encontro de Teatro Tradicional Dom Roberto – “É SÓ PALHETA!”

Publicado

on

No passado fim de semana de 09 e 10 de setembro, o público não se deixou assustar pela previsão de chuva e rumou ao Jardim da Anta, em Agualva, para ver a 2º Encontro de Teatro Tradicional Dom Roberto – “É SÓ PALHETA”, que contou com a participação de dez Roberteiros, de diferentes partes do país.

Gargalhadas e (muitas) palmas são os sons que melhor caracterizam estes dois dias, dedicados ao Teatro Tradicional Dom Roberto. A previsão do tempo fazia anunciar um fim de semana chuvoso, mas a verdade é que o sol brilhou no primeiro dia e a chuva que caiu no segundo, não impediu que houvesse fila à porta da Casa da Marioneta, local onde passaram a ser os espetáculos.

Assim, podemos dizer que os Valdevinos Teatro de Marionetas “cumpriu com distinção o seu propósito dignificar e enaltecer este tipo de arte, promovendo o teatro popular como uma forma de arte viva!”

Foram duas tardes com espetáculos tradicionais para miúdos e graúdos, ao ar livre e de entrada gratuita.

Este 2º Encontro “É SÓ PALHETA!” teve como pontapé de saída a participação do Grupo de Bombos das Mercês, que chamou muitas pessoas ao Jardim da Anta para ver os espetáculos de “Robertos”. Foram dez roberteiros que vieram dos quatro cantos do país, com espetáculos enternecedores e divertidos, que deixaram todos os visitantes rendidos. De Sintra, Fernando Cunha (Valdevinos Teatro de Marionetas) apresentou “Rosa e os Três Namorados”; De Aveiro, Sara Henriques (RedCloud Teatro de Marionetas), trouxe-nos “O Barbeiro”; De Espinho, pela mão de Filipa Mesquita (Teatro e Marionetas de Mandrágora), chegou-nos “O Castelo dos Fantasmas”; De Oeiras, houve uma “Tourada” divertida, por João Costa (Mãozorra); De Alcobaça, pela mão do ilustre José Gil (S. A. Marionetas) “O Saloio de Alcobaça” divertiu a plateia; Dos Açores para a Agualva, Ricardo Ávila (VUM) trouxe-nos “A Tourada”; Do Porto, Raul Constante Pereira (Limite Zero), animou com “O Barbeiro”; De Évora, houve “O Namoro”, por Manuel Dias (Trulé); De Faro, Jorge Soares (Bonecos de Almar) trouxe-nos “O Burro Teimoso” ; Da Baixa da Banheira, Vítor Costa (Robertos Santa Bárbara) arrepiou a plateia com “Dom Roberto e o Cemitério Assombrado”. Um programa em cheio!

Outro momento de salientar foi a tertúlia noturna, “Conversas pró Boneco”, na Casa da Marioneta de Sintra, onde foram reconhecidos todos os roberteiros, com a entrega de certificados pela mão do ilustre ator Rui Mendes, que interpretou o personagem Seraphim no filme “Dom Roberto” (1962), realizado por Ernesto Sousa. Rui Mendes apelou, também, a que todos os “espectadores, amigos dos espectadores, mães e pais dos futuros espectadores, não deixem morrer esta arte”.

Nesta tertúlia foi apresentado, ainda, o novo roberteiro José Quevedo, da Telba Carantoña Teatro e foi entregue a Palheta D’Ouro em homenagem póstuma a Maria José Machado Santos, Diretora do Museu da Marioneta de Lisboa durante cerca de 20 anos (2001-2020) e recebida pela Dra. Ana Paula Correia, atual Diretora do Museu. Houve, ainda, a apresentação da exposição de Delphim Miranda “O Barbeiro diabólico “Por Fios”, do trabalho de final de mestrado de Mariana Matos, o livro ilustrado “Era, É e será uma vez o Dom Roberto” e também a exposição do espólio do Teatro Dom Roberto dos Valdevinos Teatro de Marionetas.

Foi um fim de semana de intensa celebração da cultura portuguesa e alegria através do humor e da interação entre o marionetista, as marionetas e o público.

Fotos: Ricardo Reis.

Atualidade

Barcelos assina acordo de geminação com Manises (Espanha)

Cerâmica une os dois municípios

Publicado

on

Uma comitiva de cerca de 30 autarcas de Barcelos liderada pelo Presidente da Câmara, Mário Constantino Lopes, esteve no fim de semana em Manises, na região da Catalunha, Espanha, para participar na cerimónia de assinatura da Carta de Geminação entre ambas as cidades. 

Na cerimónia, o Presidente da Câmara de Barcelos disse que “é uma honra e orgulho fazer a geminação com Manises, uma cidade tão criativa, tão acolhedora e com um povo tão hospitaleiro”. Mário Constantino Lopes sublinhou que “esta geminação vai permitir aprofundar os laços de cooperação entre os nossos concelhos, as nossas cidades, que integram ambas a Rede das Cidades Criativas da UNESCO, e têm com elemento comum a forte tradição da cerâmica e do artesanato. Não é por acaso que Manises tem o Museu de Cerâmica e Barcelos tem um Museu de Olaria”, salientou o Presidente da Câmara.

Estamos muito gratos e satisfeitos com a receção que Manises proporcionou à delegação de Barcelos e fazemos votos para que todos os pressupostos desta geminação venham a ser cumpridos no sentido do desenvolvimento de projetos e atividades que permitam a aproximação dos nossos povos”, rematou o autarca barcelense.

Também o Presidente de Manises, Javier Mansilla Bermejo, mostrou-se satisfeito pelo acordo de geminação assinado: “é um marco muito importante para o nosso Município, aliado ao reconhecimento da UNESCO em 2021, como Cidade Criativa, no âmbito do artesanato e arte popular, porque assim aumentamos as oportunidades para levar a cerâmica de Manises a mais cantos do mundo”. “Com a geminação com Barcelos, tornamos a nossa cidade mais forte e os nossos artesãos, assim como expandimos a rede do cluster cerâmico de Manises com novas sinergias, neste caso, com uma cidade portuguesa tão importante”, acrescentou.

Após a cerimónia da assinatura da Carta de Geminação, o Presidente da Câmara de Barcelos foi convidado a presidir à abertura oficial da “Fiesta Internacional de la Cerámica de Manises”.

Carta de Geminação

No texto da Carta de Geminação, é considerada a vontade de partilha de objetivos e ações no contexto da Rede Mundial de Cidades Criativas da UNESCO, no cluster do Artesanato e Arte Popular, dada a existência de um contexto cultural identitário dos dois territórios, no que respeita à tradição e à grande importância das artes cerâmicas e oláricas nos dois concelhos.

Esta geminação dá continuidade às ações desenvolvidas entre os Municípios de Barcelos e de Manises nos últimos anos, e tem como objetivo promover de forma regular relações de proximidade e colaboração institucional, associativa, empresarial, cultural, turística e desportiva.

No texto que o Presidente do Município de Manises e de Barcelos subscreveram, lê-se que esta Carta de Geminação tem “o intuito de dinamizar, fortalecer, preservar, partilhar e valorizar a herança cerâmica dos territórios, no contexto das redes internacionais, mas também o intuito de criar sinergias de promoção dos argumentos diferenciadores de cada um dos territórios”. Assim, futuramente, irão ser estruturados programas de cooperação nas mais diversas áreas da competência dos Municípios, entre as quais, cultura, turismo, educação, desporto, empreendedorismo, economia, artes e ofícios e juventude.

Estão ainda previstas ações conjuntas que potenciem a valorização de ambas as Cidades no contexto da Rede Mundial das Cidades Criativas, bem como a apresentação de candidaturas conjuntas no contexto dos programas disponibilizados pela União Europeia.

Recorde-se que as geminações constituem parcerias formalizadas por municípios que decidem tornar pública a sua união e numa perspetiva transnacional, promovem a troca de conhecimentos e experiências.

Foto: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Lisboa: PSP apreende material contrafeito em Santa Maria Maior

Publicado

on

A 1ª Divisão Policial do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, nos dias 04 e 09 de julho, realizou mais duas ações de combate à venda de artigos contrafeitos, na freguesia de Santa Maria Maior, que resultou na apreensão, a 04 de julho, de 40 malas suspeitas de serem contrafeitas no valor total de mil e duzentos euros; e, a 09 de julho, foram apreendidos 111 artigos, desde malas de senhora, carteiras, chapéus e panamás, no valor total de dois mil oitocentos e cinquenta euros.

Todos os artigos apreendidos são alusivos a marcas reconhecidas internacionalmente.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: Município adjudica construção de ecocentro

Publicado

on

O Município de Anadia deliberou, na passada quinta-feira, 11 de julho, em reunião de executivo, adjudicar a empreitada de construção do Ecocentro (Centro de Recolha de Resíduos), à empresa “ASO – Construções, Lda.”, pelo valor de 908.419,97€, com um prazo de execução de 10 meses.

A unidade ficará localizada na Zona Industrial de Vale Salgueiro, junto ao estaleiro municipal, em Alféloas, Anadia, e destina-se a receber os resíduos que não são recolhidos nos circuitos normais, provenientes de produtores particulares que, pelas dimensões e características, não serão processados diretamente nas instalações, mas que, pelo facto de conterem potencial de reciclagem, serão transportados diretamente para as respetivas fileiras de reciclagem. Estes resíduos ficarão temporariamente armazenados no Centro de Recolha até atingirem quantidades que otimizem a sua recolha e transporte para o destino final.

Imagem: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas