Connect with us

Atualidade

Assunção Flores, Professora da Universidade do Minho, recebe prémio de carreira em Itália

Publicado

on

Assunção Flores, diretora do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) e professora do Instituto de Educação da Universidade do Minho, é a primeira portuguesa a receber o prémio de carreira da Associação Internacional de Estudos sobre os Professores e o Ensino (ISATT). Chama-se Prémio ST²AR (Service to Teachers, Teaching, the Academy and Research) e foi entregue no 20º Congresso Bienal daquela entidade, em Bari, Itália.

O júri internacional reconheceu o “percurso exemplar” de Assunção Flores e os seus contributos no âmbito do trabalho docente e da formação de professores. Em abril passado, a professora catedrática também recebeu o Prémio Michael Huberman, da American Education Research Association – a maior associação de investigação em educação no mundo –, que reconheceu a sua pesquisa ao longo de quase três décadas sobre a vida dos professores.

Maria Assunção Flores nasceu em Vieira do Minho e vive em Braga. Fez a licenciatura em Ensino de Português-Francês, o mestrado em Educação, ambos pela UMinho, e o doutoramento em Educação pela Universidade de Nottingham, no Reino Unido. Foi visiting scholar nas universidades de Cambridge e Glasgow, no Reino Unido, e mantém projetos com diversas instituições estrangeiras. Foi a única portuguesa a presidir ao Conselho Internacional de Educação para o Ensino e à ISATT. Coordena a Comissão Especializada “Professores e Outros Profissionais da Educação” no Conselho Nacional de Educação (CNE).

É, também, diretora das revistas científicas Child Studies, Teachers and Teaching Theory and Practice e codiretora do European Journal of Teacher Education. Soma mais de 300 publicações científicas (artigos, livros e capítulos) e intervém em congressos nos vários continentes. Está igualmente na lista dos 2% de cientistas mais influentes do mundo, segundo o grupo editorial Elsevier.

Foto: DR.

Atualidade

Barcelos: Direitos das crianças em painel de azulejos no Centro Escolar da Várzea

Publicado

on

O Município de Barcelos inaugurou hoje, 6 de dezembro, o sétimo painel de azulejos, intitulado “Olhares Sobre os Nossos Direitos”, no qual os alunos do Centro Escolar da Várzea perpetuam os seus direitos, num trabalho conjunto da Biblioteca Municipal e do Museu de Olaria de Barcelos. 

Esta iniciativa tem como objetivo mostrar o que as crianças pensam e o que sabem sobre os seus direitos, através da narração de histórias pintadas em azulejos.

A inauguração deste trabalho, o sétimo a ser colocado em estabelecimentos do ensino do concelho, contou com a presença da vereadora da Educação, Mariana Carvalho, e da Cultura, Elisa Braga, que elogiaram o trabalho desenvolvido e referiram a importância da contínua e intransigente defesa dos direitos da criança. “Hoje é um dia importante e quisemos deixar um marco na vossa Escola, para que toda a comunidade envolvente a este Centro Escolar se lembre que vocês são o futuro do nosso país e todos temos o dever de pugnar pelos vossos direitos e valores”. As vereadoras mostraram satisfação e felicidade por estarem presentes num momento tão simbólico, e agradeceram a todos os que colaboram na criação destes painéis.

O ato inaugural contou também com a presença da Vice-Diretora do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, Marina Cruz, da representante da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Barcelos, Ana Sobreiro, da Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares, Fernanda Freitas, e do Presidente da Junta de Freguesia da Várzea, David Carvalho.

Os painéis, onde constam os 54 artigos da Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança, têm vindo a ser colocados nas escolas concelhias e são compostos por 800 azulejos que resultam do trabalho conjunto efetuado pelos alunos ao longo do ano letivo com maior incidência dos 3º e 4º anos do 1º ciclo do Ensino Básico.

O mural (Foto: CMB)

Foto: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Coimbra: Mulher detida por conduzir sob efeito de álcool

Publicado

on

Na madrugada de hoje, 6 de dezembro, foi detida, pela PSP, uma mulher, de 27 anos de idade, que conduzia sob efeito de álcool.

A detenção aconteceu, pelas 04h30, na rua de Tomar, em Coimbra. A mulher foi submetida ao teste de alcoolemia e acusou uma taxa de álcool no sangue (TAS) de 2,57gramas por litro (g/l).

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Coimbra: Homem detido por vandalizar viaturas com uma “catana”

Publicado

on

A PSP de Coimbra deteve, ontem, 5 de dezembro, um homem, de 25 anos de idade, que danificou três viaturas com recurso a arma branca, nomeadamente, uma catana.

A polícia foi informada que, na rua Costa Simões, em Coimbra, se encontrava um indivíduo munido de uma arma branca, tipo catana, a ameaçar transeuntes que ali passavam e a danificar veículos automóveis estacionados na zona.

De imediato, a PSP dirigiu-se ao local, onde verificou a presença do suspeito, que, ao aperceber-se da presença policial, abandonou a arma (que foi apreendida) e colocou-se em fuga, no sentido do Hospital Pediátrico.

A PSP perseguiu o indivíduo e intercetou-o, pelas 15h50, nas imediações daquela unidade hospitalar.

O agora detido tem antecedentes criminais relacionados com danos e furtos em interior de viaturas e introdução em domicílios e locais reservados.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Mais lidas