Connect with us

Atualidade

Alunos do Secundário imaginam a alimentação do futuro e criam pratos inovadores

Concurso pioneiro promovido pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica

Publicado

on

Cerca de 600 estudantes do ensino secundário de norte a sul do país (incluindo Madeira e Açores) participaram num concurso promovido pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa no Porto. O desafio foi criar pratos que respondam aos três grandes desafios: nutrição, economia e sustentabilidade ambiental. Entre os premiados estão o Escondidinho de Grilo e o Sorvete de Couve-Flor em Crepes de Quinoa.

Entre guerras, alterações climáticas e o crescimento da população humana, o direito básico à alimentação não é garantido. Há mais de 800 milhões de pessoas (duas vezes a União Europeia) que passam fome diariamente e os números não cessam de aumentar. Para criar um futuro diferente do presente a alimentação vai ter de conjugar três grandes prioridades: um elevado valor nutricional, um baixo custo económico e uma pegada ecológica reduzida. E esta é uma mudança de perspetiva que exige novos olhares sobre a alimentação: precisamente a premissa por detrás do concurso que agora anuncia os seus premiados.

Paula Castro, diretora da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa no Porto, salienta “criámos este desafio para perguntar qual é a melhor forma de nos alimentarmos. Não há verdadeiramente direito a comer quando os alimentos são nutricionalmente pobres, caros demais – resultando em malnutrição – ou degradam o ambiente, comprometendo o direito das gerações futuras a alimentar-se. Existe uma teia invisível de implicações em cada escolha alimentar e precisamos urgentemente de encontrar respostas sustentáveis.” A diretora acrescenta ainda “ficamos muito satisfeitos ao perceber que há tantas escolas secundárias alinhadas com as nossas preocupações e tantos jovens sagazes a contribuir para as soluções”.

No total, cerca de 600 estudantes de 66 escolas secundárias a nível nacional, incluindo Madeira e Açores, responderam ao desafio lançado pela Escola Superior de Biotecnologia. Cada grupo (um professor e 1 a 4 alunos) desenvolveu a receita (que tem de ser original embora possa ser uma adaptação de outra já existente), preparou o prato e documentou o processo. Além disso, submeteu um pequeno dossier com a justificação das várias escolhas e resultado.

Em cada categoria – entrada, prato principal e sobremesa – os melhores trabalhos foram escolhidos por uma triagem em duas fases. Na primeira, um júri composto por quatro especialistas em nutrição selecionou as 30 receitas finalistas. Seguidamente, um outro júri com cinco elementos distintos, especialistas em ambiente, transição alimentar e sustentabilidade, escolheu os premiados. Este método maximiza a credibilidade do processo de seleção. Cada 1º lugar recebe 100€, os 2ºs recebem 60€ e os 3ºs lugares recebem 40€ cada, além de diplomas. Apresentam-se abaixo os trabalhos premiados. Estão disponíveis fotos e as receitas detalhadas de todos eles.

ENTRADAS (o júri decidiu atribuir apenas 2 prémios, por considerar que três projetos mereceram estar em 2º lugar)

PrémioNome do grupoEscolaConcelhoReceita
Limos0Colégio de LamasSanta Maria da FeiraWrap de vegetais em cama de abóbora
ex-aequoCBColégio Luso-FrancêsPortoSpringrolls de couve branca com recheio de “carne” de casca de banana
ex-aequoDa terra para o pratoEscola Secundária Pe. Benjamim SalgadoVila Nova de FamalicãoHúmus
ex-aequoEarthy Food GirlsColégio Luso-FrancêsPortoBombons de húmus com sopa de cogumelos e crumble de castanha

PRATOS PRINCIPAIS (o júri decidiu atribuir 2 prémios em 3º lugar, por considerar que 2 projetos mereceram estar em 3º lugar)

PrémioNome do grupoEscolaConcelhoReceita
Green ForceEscola Secundária do Monte da CaparicaAlmadaHambúrguer de cogumelos e Duchesse de tremoço
DegustáveisEscola Profissional de Desenvolvimento Rural de AbrantesAbrantesRolinho de sarda braseado com puré de batata-doce e marmelo, aromatizado com azeite de tomilho
3º ex aequoEarthy Food GirlsColégio Luso-FrancêsPortoEscondidinho de grilo
3º ex aequoGalãoEscola Secundária de CamarateLouresAlmôndegas de curgete com arroz integral

SOBREMESAS (o júri decidiu atribuir dois 3ºs prémios, por considerar que dois projetos mereceram estar em 3º lugar)

PrémioNome do grupoEscolaConcelhoReceita
MaçanetasAgrupamento de Escolas Gomes Teixeira de ArmamarArmamarCrumble de maçã de montanha com frutos vermelhos
C&DColégio Luso-FrancêsPortoSorvete de Couve-Flor em Crepes de Quinoa
ex-aequoEcogulososEscola Profissional de Desenvolvimento Rural de AbrantesAbrantesBolo de Outono da EPDRA
ex-aequoEarthy Food GirlsColégio Luso-FrancêsPortoEnvolvido de frutos vermelhos com pérolas de maçã doce

Foto: DR.

Atualidade

Barcelos: Petiscos de “comer e chorar por mais”

Fim de Semana dos Petiscos, de 19 a 21 de julho

Publicado

on

Está de volta a iniciativa “Fim de Semana dos Petiscos”. Este ano, a iniciativa promovida pelo Município e operacionalizada pelos Serviços de Turismo, decorre de 19 a 21 de julho e conta com a adesão de 21 restaurantes e tascas do concelho de Barcelos.

São petiscos de comer e chorar por mais, num fim de semana de experiências gastronómicas tradicionais irresistíveis. Para abrir o apetite, conheça as iguarias de que pode degustar: rojões, pataniscas, bifanas, polvo, taquinhos de bacalhau, chispes, codornizes, moelas, orelheira com molho verde, asinhas de frango, iscas de fígado com cebolada, pica-pau, ovos rotos, sardinha na brasa, bacalhau albardado, entre outros deliciosos petiscos que fundem tradição com inovação.

Restaurantes aderentes:

Adega Costa (Várzea); A Petisqueira Vilaça (Barcelos); Café Dias (Tamel S. Veríssimo); Café Paulista (Barcelos); Café Restaurante Luar (Gilmonde); Casa das Bifanas (Barcelos); Casa Sêmea (Arcozelo); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Faty-Ferros (Arcozelo); Galo Wine & Tapas (Barcelinhos); Historial Caffé (Barcelos); Lounge Bar Xano (Barcelos); Restaurante Pérola (Barcelos); O Ás Restaurante (Barcelos); Taberna do Armindo (Remelhe); Tasca Sem Riscos (Rio Covo Santa Eulália); Tasquinha O Telheiro (Viatodos); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Tino Socorro (Alvelos); Três Marias (Barcelos), e Vera Cruz (Barcelos).

A par do Fim de Semana dos Petiscos, há um programa de animação que contempla o Trilho das Fontes, no sábado, dia 20 de julho, das 8h30 às 13h00. E entre as 14h e as 18h tem lugar a Prova Cega de Vinhos de Barcelos, no Solar de Vila Meã, em Silveiros.

As inscrições são obrigatórias e limitadas e podem ser efetuadas para turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário” na Biblioteca Municipal

Publicado

on

A exposição “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário”, após itinerância pelas escolas do concelho de Anadia, encontra-se patente ao público na Biblioteca Municipal até ao próximo dia 28 de setembro.

A mostra, dirigida ao público em geral, é constituída por um conjunto de 11 painéis, complementados por um repositório digital ao qual se acede através da ativação de códigos QR.

Foi concebida com a coordenação científica do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra, com o design gráfico da licenciatura de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra e com o apoio da Comissão das Comemorações dos 50 Anos da Revolução do 25 de Abril.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

São João das Lampas recebe mais uma edição das Exposições Caninas

Publicado

on

Sintra recebe a 41 ͣ Exposição Canina Nacional e a 39. ͣ Exposição Canina Internacional, no Largo 9 de Setembro, em São João das Lampas, de 26 a 28 de julho, com entrada livre.

Durante três dias poderá conhecer os melhores exemplares de raças oficialmente reconhecidas que serão avaliados por júris portugueses e internacionais. As exposições contarão, também, com a presença de canicultores oriundos de vários países da Europa.

Realizada desde 1982, a iniciativa conta com várias exposições monográficas e especializadas, cujo teor técnico e qualidade das edições anteriores, as definem já como um marco no domínio da Canicultura.

As Exposições Caninas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, estão abertas à participação de exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registadas nos Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.    

Este evento é organizado pela Comissão de Festas da Vila Velha, com supervisão técnica do Clube Português de Canicultura e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Sintra e da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas