Connect with us

Atualidade

Universidade do Minho promove cursos intensivos de línguas

“Verão das Línguas” inclui também workshops de Inglês empresarial e académico

Publicado

on

O BabeliUM – Centro de Línguas da Universidade do Minho (UMinho) promove, durante os meses de junho, julho e setembro, formações em línguas estrangeiras nos regimes e-learning e b-learning, neste caso, com as aulas presenciais no campus de Gualtar, em Braga. O plano formativo inclui Inglês e Português Língua Estrangeira. As inscrições estão abertas em www.babelium.uminho.pt .

Além dos cursos de comunicação geral de nível intermédio e avançado em língua inglesa, este “Verão das Línguas” oferece workshops de Inglês empresarial e académico. As sessões vão decorrer a 7, 14, 21 e 28 de setembro, devendo os participantes ter já o nível B1+/B2 de Inglês. A iniciativa quer dar as competências necessárias para contextos como candidaturas a empregos, entrevistas profissionais, participação em conferências e técnicas de negociação.

Português para estrangeiros

Estão, igualmente, abertas as inscrições para o Curso de Verão Online de Língua e Cultura Portuguesas, promovido por um consórcio formado pelo Instituto Camões e por seis universidades (Aveiro, Coimbra, Lisboa, Minho, Nova de Lisboa, Porto). A formação decorre de 27 de junho a 22 de julho. As 72 horas previstas (32 de atividades síncronas e 40 de trabalho autónomo) são complementadas por atividades culturais, como visitas de estudo virtuais ou lives de temática variada. O nível deste curso no BabeliUM corresponde ao B2.

Em simultâneo, vai decorrer o 32º Curso de Verão de Português Língua Estrangeira, nos níveis A1/A2 e B1/B2. A sessão de abertura é a 27 de junho, às 10h00, no auditório da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas da UMinho, em Braga. A formação tem 72 horas de aulas, acrescida de ações culturais como visitas e tertúlias. Os referidos cursos visam dotar os participantes de competências linguístico-comunicacionais e dar a conhecer aspetos das culturas de língua portuguesa.

Exames para dez línguas

Entretanto, o BabeliUM promove, de 27 de junho a 1 de julho, exames de avaliação/certificação de competências em línguas, nomeadamente, Alemão, Árabe, Espanhol, Francês, Galego, Inglês, Italiano, Japonês, Russo e Português Língua Estrangeira. Constituído por duas partes, o exame avalia a compreensão oral e escrita, a expressão escrita e a interação e expressão oral, de acordo com os níveis definidos no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.

A UMinho, através da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas, é pioneira no ensino superior em Portugal na introdução de cursos livres de línguas e culturas estrangeiras para o público em geral, desenvolvendo programas e aprendizagens cada vez mais diversificados em prol das políticas de multilinguismo e multiculturalismo da UMinho. O BabeliUM nasceu em 2009, no campus de Gualtar, em Braga. Tem os contactos 253604171, 253601668, babelium@elach.uminho.pt e www.babelium.elach.uminho.pt .

Calendário

– 27 junho a 22 julho | Curso de Verão Online de Língua e Cultura Portuguesas, nível B2 – inscrições até 22/05;

– 27 junho a 22 julho | 32º Curso de Verão de Português Língua Estrangeira, níveis A1/A2 e B1/B2 – inscrições até 02/06;

– junho | Cursos Intensivos de Inglês, níveis B1 e B2 – inscrições até 31/05;

– julho | Cursos Intensivos de Inglês, níveis B2 e C1 – inscrições até 23/06;

– 7, 14, 21 e 28 setembro | Workshops Business/Academic English – inscrições até 01/09.

Foto: UMinho.

Atualidade

Distrito de Lisboa: Encerramento temporário da Esquadra de Trânsito da PSP de Loures

Publicado

on

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP informa que, fruto das adversas condições meteorológicas que se fizeram sentir na noite de 07 para 08 de dezembro, a Esquadra de Trânsito de Loures, situada no Jardim Chafariz D´El Rei, na Póvoa de Santo Adrião, ficou inundada, condicionando, desta forma, o seu normal funcionamento.

Informa, igualmente, que a referida Esquadra esteve sempre operacional, encerrando apenas o atendimento ao público.

Neste sentido, até serem repostas as necessárias condições de trabalho e por forma a assegurar o adequado atendimento ao público, foram os serviços da referida Esquadra deslocalizados temporariamente para a Esquadra de Caneças, sita na Rua Vergílio Ferreira, nº 31, Caneças, podendo ser contactada através do n.º 219380200 ou e-mail: transito.loures.lisboa@psp.pt.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Lisboa: Detido por Mandado de Detenção na freguesia das Águas Livres

Publicado

on

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Segurança a Transportes Públicos, no dia 07 de dezembro, pelas 14h35, na freguesia das Águas Livres, procedeu à detenção de um homem, de 27 anos, por pender sobre o mesmo um Mandado de Detenção.

No âmbito da fiscalização aos estabelecimentos, na Estação Ferroviária da Amadora, os Polícias avistaram o suspeito a saltar as portas de entrada/saída de acesso à plataforma, demonstrando, de imediato, um comportamento suspeito, assim que se apercebeu da presença daqueles, motivo esse que levou à sua abordagem proactiva.

Foi solicitado documento de identificação para averiguar se pendia algum ilícito criminal sobre o mesmo, tendo-se apurado que tinha um Mandado de Detenção, por um crime de condução sem habilitação legal, para pagamento de 350,00€ (trezentos e cinquenta euros), convertidos em 45 (quarenta e cinco) dias de prisão subsidiária.

O detido efetuou o pagamento voluntário da multa, tendo sido restituído à liberdade.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Oeiras: PSP resgata pessoas de habitação inundada

Publicado

on

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Oeiras, em 07 de dezembro, pelas 22h00, na União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo, resgatou três pessoas de uma residência que se encontravam retidas devido à subida dos níveis da água.

Após alerta comunicado pela Central de Comando e Controlo da PSP, os Polícias deslocaram-se ao local de ocorrência, em virtude de ser solicitada a sua presença por inundação em residência com pessoas no interior.

Quando tentavam chegar ao local, viram-se impossibilitados de o fazer pela via rodoviária que se encontrava inundada, deslocando-se, então, de forma apeada até à residência em questão. Chegados ao local da habitação, foi audível do interior da residência pedidos de socorro, encontrando-se a porta de entrada da habitação bloqueada derivado ao nível da água, e aparente obstrução pelo interior.

Na tentativa de acederem ao interior da residência, verificaram uma janela de pequenas dimensões destrancada, possibilitando a entrada de um dos Polícias, enquanto o outro Polícia permaneceu no exterior a impedir que a mesma se fechasse.

Já no interior da habitação, constataram que se encontrava praticamente submersa em água, estando o sistema elétrico inoperacional. No local, visualizaram um canídeo de grande porte com dificuldades em manter-se à tona da água e ainda um casal de idosos com um terceiro indivíduo retidos no sótão, impossibilitados de saírem da residência.

Não obstante as condições envolventes, bem como o facto do Polícia se encontrar com dificuldades em manter-se à tona, considerando a altura da água, com o auxílio de um parente que entrou posteriormente para ajudar, conseguiram retirar o canídeo da residência através da janela, desobstruindo, seguidamente, a porta de acesso à divisão. Uma vez que um dos indivíduos presentes na residência necessitava de cadeira de rodas para se mobilizar, o Polícia que se encontrava no interior retirou a cadeira de rodas para o exterior, regressando rapidamente para o interior da habitação, a fim de retirar as pessoas que ali se encontravam.

Com o auxilio de dois Bombeiros que conseguiram aceder à residência após a abertura da porta, foi possível transportar o referido indivíduo para o exterior, colocando-o em segurança, retirando-se seguidamente o casal de idosos do interior.

Quando já se encontravam todos fora da habitação, numa nova vistoria à residência, os Polícias depararam-se com um jovem com dificuldades a tentar retirar um saco de grandes dimensões para o exterior. Quando questionado, o mesmo informou tratar-se de sondas das quais a sua avó precisava derivado a problemas de saúde, pelo que o Polícia auxiliou o jovem a sair em segurança com o saco.

Graças à atuação dos Polícias foi possível retirar todas as pessoas em segurança da habitação, não se registando nenhum ferido desta situação.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Mais lidas