Connect with us

Atualidade

O Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. (INR) celebra 45 anos de existência

Hoje, dia 20 de agosto de 2022

Publicado

on

Foi criado no ano de 1977, na Presidência do Conselho de Ministros, sob a dependência do Primeiro Ministro, com o nome de Secretariado Nacional de Reabilitação. Em 2006, resultado do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE), foi oficializado como Instituto Público, como hoje é conhecido o Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. (INR), sob a tutela e superintendência do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, atual Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O INR é o instituto público que tem como missão assegurar o planeamento, execução e coordenação das políticas nacionais da inclusão, à luz da Constituição da República Portuguesa e da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência das Nações Unidas.

Ao longo da sua história, o INR tem mantido na sua missão a atribuição de pugnar, de forma holística, pela garantia dos direitos das pessoas com deficiência, da sua respetiva qualidade de vida, alicerçado no respeito pela diversidade e direitos humanos. Para o efeito, ao longo de quatro décadas e meia, inúmeros foram os programas, os projetos e os protagonistas, públicos e privados, que contribuíram para o reconhecimento da inclusão dos cidadãos com deficiência, enquanto fator incontornável de desenvolvimento social.

É importante preservar a memória e contributo que este Organismo disponibilizou para um Portugal cada vez mais inclusivo.

Imagem: DR.

Atualidade

Conservas “Sabe a Mar”: Coloque na mesa das festividades a tradição de toda uma região

Publicado

on

Celebre as festividades com os sabores típicos Lusitanos e com a história de toda uma região. Adquira as conservas SABE A MAR, um projeto do centro comercial Aqua Portimão, que celebra a tradição conserveira, as gentes do mar e a história de Portimão.

Uma produção exclusiva de 2.500 unidades de sardinha em lata, feitas de forma artesanal e embaladas manualmente, seguindo uma receita com 100 anos de história. Parte das vendas revertem a favor do projeto Memórias com Sentido(s) da associação Alzheimer Portugal.

Se estiver fora do Algarve, não deixe de saborear este manjar. Pode encomendar através do site oficial e receber em casa, através dos CTT.

Se estiver pelo Algarve, passe no Aqua Portimão para adquirir as suas conservas. As mesmas estão à venda no Balcão de Informação do centro comercial que se encontra completamente decorado com o projeto.

O projeto

É na rua de São Pedro que está localizado o Aqua Portimão, centro comercial da Klépierre – proprietária e gestora de mais de 100 centros comerciais na Europa. Contudo, há 100 anos, nessa mesma localização, operava a Fábrica Boavista, uma conhecida conserveira. A história e as memórias do endereço que partilham foram o mote do novo projeto do centro comercial algarvio. ‘SABE A MAR’ é uma homenagem à tradição e cultura da cidade, que conta com a criação de dois produtos de edição limitada, que vão ser explorados em várias iniciativas culturais, culinárias e rubricas digitais.

As indústrias da pesca e das conservas contribuíram para o desenvolvimento urbano e económico de Portimão, associado ao surgimento das primeiras fábricas. É sob o rasto de história deixado pela antiga Fábrica Boavista que o Aqua Portimão transformou um produto tão familiar e histórico, como as sardinhas em conserva, num produto premium que promete levar Portimão além-fronteiras. ‘SABE A MAR’ dá nome a este produto, uma edição limitada sob a expressão “QUE JÊTE”, lançadas com o apoio da Câmara Municipal de Portimão e o Museu de Portimão, com 2.500 unidades, cuja parte das receitas vão reverter a favor do projeto Memórias com Sentido(s) da associação Alzheimer Portugal.

Estas conservas, que recuperam e conservam décadas de tradição, foram produzidas manualmente e com a mesma receita centenária usada na Fábrica Boavista, preparadas com dedicação pelos homens do mar, pela Conserveira do Arade e equipas Klépierre. As sardinhas em lata ‘SABE A MAR’ estão disponíveis em duas opções, limão e azeite virgem, dois sabores típicos e lusitanos.

Uma vez que a sardinha é a rainha, o projeto vai estender-se até à cozinha do prestigiado Chef Hugo Nascimento, que se juntou ao projeto para criar receitas exclusivas que destacam o sabor da sardinha e podem ser consultadas brevemente no site https://sabeamar-aquaportimao.pt/ .

Contudo, a história e tradição do Algarve não ficam pelo prato e há algo que fala mais alto: o sotaque tão característico e as expressões do seu povo, que passam de geração em geração. Neste contexto, o humorista David Cristina vai percorrer Portimão para conversar com as personagens mais carismáticas e descobrir as expressões locais mais características da identidade da região, numa rubrica digital que pode ser conhecida nas redes sociais.

O projeto ‘SABE A MAR’ vai ter a duração de três anos, ao longo dos quais vai explorar os diferentes eixos passando pela arte e cultura até à gastronomia. Para todos aqueles que pretendem puxar a brasa a esta sardinha, basta procurar as edições no quiosque de informações do Aqua Portimão, disponível por 5€, a unidade.

Foto: AP.

Continuar a ler

Atualidade

Barcelos: Natal marca a programação de dezembro do Theatro Gil Vicente

Publicado

on

O Natal marca a programação cultural de dezembro do Theatro Gil Vicente (TGV), em Barcelos. O teatro infantil tem especial relevo, mas o cinema e a música não deixarão de estar presentes.

E é com música que abre a programação, no dia 2, às 22h00, com o concerto de Rui Reininho, espetáculo inserido no ciclo de concertos ‘triciclo’.

Por seu lado, o teatro sobe ao palco do espaço vicentino no dia 10, com duas sessões:  às 16h00 e às 21h30, com a peça “Um amor de família”, do Teatro Dramax Oeiras.

Teatro para crianças

Já na rubrica “Em família no TGV”, as tardes de domingo são dedicadas aos mais novos: no dia 4, pelas 16h00, é encenada a peça “A Fórmula Mágica – O Musical” pela ADN de Palco – Associação Cultural e Teatral; no dia 11, às 16h00, é a vez da peça “Natal em todo o lado”, pela Associação D’Improviso – Artes do Espetáculo. No dia 18, bem mais perto do Natal, avança a peça “É Natal outra vez”, pela GrowUp Produções.

Cinema e Dança

A Associação Zoom – Cineclube continua a apresentar cinema no Theatro Gil Vicente, exibindo, no dia 6, às 21h30, o filme “Triângulo da Tristeza”, de Ruben Östiund. No dia 20, às 21h30, é a vez de “Decisão de Partir”, de Park Chan-Wook.

Já depois do Natal, no dia 27, haverá a comemoração d’O Dia Mais Curto com as “Curtas do Mundo” com a projeção dos filmes “As Visitantes”, de Enrique Buleo”; “Fantasma Neon”, de Leonardo Martinelli” e a “Glória da Malvada Eliz”, de Eliska Kovalková e Adan Struhala, às 21h30.

A programação de dezembro do Theatro Gil Vicente também contempla a dança. No dia 7, às 21h30, sobe a palco o espetáculo “Sonho de uma noite de Natal”, pela Academia Rosália Ferreira – Núcleo Artístico e Cultural de Barcelos.                  

Do programa Fora de Portas, destaque para o concerto de “Ocenpsiea”, a realizar no Café Plátano (Koberto), em Roriz, no dia 16, às 22h00, espetáculo inserido no ciclo de concertos ‘triciclo’.

Imagem: CMB.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).   

Imagem: CMB.                                                           

Continuar a ler

Atualidade

Barcelos assinala Dia Internacional e promove Jornadas do Voluntariado

De 05 a 12 de dezembro 2022

Publicado

on

O Município de Barcelos vai promover, em dez estabelecimentos de ensino do concelho, as Jornadas de Voluntariado, cujo início – dia 5 de dezembro – coincide com o Dia Internacional do Voluntariado.

Assim, desde a próxima segunda-feira, e durante uma semana (até ao dia 12), o programa será preenchido por sessões de sensibilização e esclarecimento a decorrer nos períodos da manhã e da tarde, nas escolas que aderiram à proposta do Município de Barcelos.

Esta iniciativa é operacionalizada pelo Banco Local de Voluntariado (BLV) e tem por objetivo educar para o voluntariado, contribuindo para uma cultura de solidariedade no território de Barcelos. A ideia subjacente é que alunos, professores e restante comunidade educativa vejam o voluntariado numa perspetiva de desenvolvimento integrado e de cidadania.

Durante as sessões, haverá testemunhos de voluntários que integram as entidades parceiras do território em projetos já em curso, que partilharão as suas experiências e projetos.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Mais lidas