Connect with us

Atualidade

Lagos revive a chegada do comboio a Lagos há 100 anos

Publicado

on

Foram dois dias repletos de atividades que permitiram recordar a história da chegada do comboio a Lagos, a 30 de julho de 1922, há precisamente 100 anos. Da efeméride, assinalada nos dias 29 e 30 de julho, irão perdurar a imagem da nova peça de arte pública que ornamenta agora a rotunda localizada entre a antiga e a nova Estação Ferroviária de Lagos, a formalização do primeiro passo para a requalificação e abertura ao público do Núcleo Museológico de Lagos do Museu Nacional Ferroviário, assim como a exposição “Lagos, a última paragem” que ficará patente para visita, no Centro Cultural de Lagos, até ao final do ano e, ainda, as várias peças comemorativas e documentos informativos produzidos a este pretexto.

O município, com o apoio da Infraestruturas de Portugal e da CP, promoveu este sábado, dia 30 de julho, uma viagem simbólica e evocativa da chegada do comboio a Lagos, recriando o momento vivido, pela primeira vez, há cem anos atrás. Embora sem a comoção comparável à que foi sentida pelos lacobrigenses no dia 30 de julho de 1922, a iniciativa teve a presença de entidades locais, regionais e visitantes convidadas, contando com a participação do Rancho Folclórico e Etnográfico de Odiáxere e da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio, que animaram a viagem e a chegada à Estação.

A manhã ficaria, ainda, marcada pela inauguração da peça de arte pública comemorativa, da autoria de João Duarte, instalada na rotunda viária a meio caminho entre a antiga e a nova Estação Ferroviária de Lagos, uma localização que, segundo o autor, inspirou o próprio processo criativo desta obra.

Outro dos momentos altos das comemorações consistiu na assinatura do Protocolo de Gestão Partilhada do Núcleo Museológico de Lagos do Museu Nacional Ferroviário. A parceria, firmada no Centro Cultural de Lagos, tem como grande objetivo devolver à comunidade o acesso à história e a um espaço e património há muito desejado. Manuel Cabral, presidente da Fundação, contextualizou a iniciativa no pacote de investimentos de cerca de 5 milhões de euros que irá ser feito nos vários núcleos do Museu Nacional Ferroviário, os quais terão um discurso conjunto, coerente e deverão funcionar em articulação, com o devido enquadramento sociológico local, mas sem perder o discurso ferroviário. Manifestando satisfação com o passo dado, Hugo Pereira reiterou o interesse e compromisso do município em aceitar a transferência da gestão do Núcleo Museológico de Lagos, que se encontra integrado no Domínio Público Ferroviário, sob administração da Fundação, assim como a responsabilidade de proceder à requalificação da antiga cocheira e do espaço envolvente, zelar pela manutenção do edificado, dotar o equipamento de recursos humanos para o funcionamento do Núcleo e proceder à respetiva abertura ao público. O ensaio desta parceria aconteceu no âmbito das comemorações, em que as partes se juntaram para idealizar e produzir a exposição “LAGOS, a última paragem”, inaugurada na mesma data e que ficará patente ao público até 30 de dezembro. O discurso expositivo é da autoria da Fundação, que também cedeu os bens patrimoniais integrados na mostra, tendo a produção ficado a cargo da Câmara Municipal de Lagos.

Em cerimónia contínua, realizou-se, no mesmo local, a apresentação da medalha comemorativa, da autoria de João Duarte, que, defendendo a medalhística como uma arte nobre da escultura, revelou, em primeira mão, ter sido esta peça a escolhida para representar Portugal no XXXVII da FIDEM, a realizar em 2023 em Florença (Itália). João Duarte evidenciou, ainda, o lugar de destaque que os portugueses ocupam no setor da criação de medalhas e moedas, cujo palmarés conta já com a conquista de dois prémios internacionais, considerados os prémios Nobel da medalhística, um deles atribuído a trabalho da sua autoria.

Não menos proeminente é o currículo dos CTT em matéria de emissões filatélicas. Isabel Fonseca, que participou na cerimónia em representação do departamento de Filatelia da referida empresa, para dar a conhecer as edições comemorativas (de selo e Inteiro Postal) alusivas ao Centenário da Chegada do Comboio a Lagos, presenteou o público com um breve historial sobre o surgimento e a evolução do selo, salientando, igualmente, os prémios conquistados pelos CTT, assim como o facto do artista do selo mais premiado internacionalmente ser um português. No cerimonial de colocação do selo de primeiro dia de circulação destas peças filatélicas, Isabel Fonseca convocou as entidades organizadoras das comemorações e outras entidades presentes, entre as quais a Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras (município geminado com Lagos) e a Vice-Presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, onde está sediado o Museu Nacional Ferroviário.

Nesta ocasião foi, ainda, publicada, pelo município, uma revista comemorativa alusiva à efeméride que estará, em breve, disponível nos principais balcões de atendimento ao público dos serviços e dos equipamentos culturais municipais.

A exposição “LAGOS, A ÚLTIMA PARAGEM” fica patente no Centro Cultural até ao final do ano, o mesmo acontecendo com a exposição de arte urbana/fotografia intitulada “Trechos – 100 anos sobre a chegada do comboio a Lagos”, produzida pela Questão Repetida – Associação Cultural, a qual poderá ser apreciada no Parque do Anel Verde e nos edifícios de apoio da Docapesca.

As celebrações surgiram da iniciativa da Comissão Municipal para as Comemorações do Centenário da Chegada do Comboio a Lagos que integrou a Assembleia, a Câmara Municipal de Lagos e as Juntas de Freguesia do concelho.

Foto: CML.

Atualidade

31ª Semana Cultural de Santa Marta de Penaguião chega ao fim

Balanço extremamente positivo para o Município

Publicado

on

A festividade por excelência de Santa Marta de Penaguião terminou no dia 2 de agosto, terça-feira, com um balanço extremamente positivo para a organização.

Cinco dias de comemoração que ficaram marcados pelo lançamento da nova marca do Município: Santa Marta de Penaguião – Berço D’Ouro, simbolizado numa Pena.

Segundo o executivo municipal, “todos nós somos Douro e de Ouro somos todos nós”. Como tal, ao longo dos dias da celebração, personalidades D(e)Ouro foram distinguidas. No Miradouro D’Ouro Vivo foi feito o reconhecimento a todos os penaguienses que trabalharam na Casa do Douro.

Para além destes penaguienses, foi igualmente feita uma homenagem aos trabalhadores da vinha, os que trabalharam e trabalham na vinha durante todo o ano, delineando a paisagem do seu Douro que tanto os caracteriza. “Trabalho que não é reconhecido, mas que deve ser considerado como uma honra e orgulho”, sublinha o Município.

“O empenho do executivo municipal penaguiense em defender e promover o Douro, bem como em dignificar o trabalho da vinha” foi reforçado com o desafio lançado a todos os “bons” homens e mulheres do Douro, presidentes de Câmara da CIMDOURO e demais entidades presentes nas comemorações do feriado municipal, para assinarem uma carta de compromisso que será enviada para onde possa provocar reação.

Ainda no âmbito das homenagens e reconhecimentos, a 31ª edição da Semana Cultural fica, também, marcada pela atribuição dos primeiros Prémios Solidarius a 6 alunos do agrupamento de escolas que se destacaram, no presente ano letivo, pelo seu trabalho em prol da entreajuda e solidariedade para com os colegas. O associativismo concelhio também esteve em destaque no último dia, com o reconhecimento feito a penaguienses que marcaram a Cultura de Santa Marta de Penaguião, a agora denominada Cultura D’Ouro.

Para além do lançamento da nova marca, a Semana Cultural contou com o tradicional cortejo etnográfico, o espetáculo piromusical, a noite de cantares e de folclore, o desporto, a gastronomia, a demonstração de artes e ofícios, entre muitos outros momentos dignos de visita.

Uma edição que mereceu os mais alargados elogios de quem por lá mora e/ou passou.

Foto: CMSMP.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia assinala Dia Internacional da Juventude

Publicado

on

À semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, o Município de Anadia vai celebrar, no próximo dia 12 de agosto, o Dia Internacional da Juventude, oferecendo diversas atividades culturais e desportivas às crianças e aos jovens portadores do Cartão Anadia Jovem.

Neste dia, o Município de Anadia dará a oportunidade às crianças e jovens de usufruírem, sem custos, de serviços disponibilizados em equipamentos de cultura e de desporto da autarquia. A comemoração da efeméride será, também, aproveitada para dar a conhecer o programa da Semana da Juventude que vai decorrer entre 19 e 24 de setembro.

Nas Piscinas Municipais, os portadores do Cartão Anadia Jovem terão entrada gratuita. O Cineteatro Anadia exibirá, pelas 21h00, o filme “Que mal fizemos todos a Deus”, com entrada livre para crianças e jovens até aos 30 anos, residentes no concelho. O Museu do Vinho Bairrada terá também entrada gratuita para jovens até aos 30 anos, residentes no concelho.

O Dia Internacional da Juventude é assinalado a 12 de agosto nos termos da resolução, tomada em 1999, pela Assembleia Geral da ONU, na sequência da recomendação emanada da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, realizada em Lisboa, entre 8 e 12 de agosto de 1998.

Imagem: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

Empresa de Felgueiras adota medidas para fazer face à crise energética

“Nós estamos a poupar energia. Você também pode!”, salienta a Login Alpha

Publicado

on

Enquanto cresce o receio de uma crise energética na Europa e o governo português está preparar um plano com medidas para poupança de energia que deverá ser conhecido no final do mês, a Login Alpha, uma pequena empresa de Felgueiras que presta serviços na área da comunicação e marketing digital, decidiu implementar já algumas medidas.

A Login começou por cortar na iluminação e no ar condicionado: metade das luzes do seu escritório estão desligadas e o ar condicionado está, agora, regulado em 27 graus. Os computadores desligam-se na hora de almoço e não se deve deixar equipamentos, como impressoras ou máquina de café, em stand by quando não estão a ser utilizados. O mesmo acontece com os carregadores dos smartphones e tablets, que devem ser removidos das tomadas elétricas quando não estão a carregar os dispositivos. Sempre que possível, as deslocações são evitadas, sendo substituídas por chamadas telefónicas ou videochamadas. “E estamos todos de bom humor!”, diz a empresa.

“São pequenos gestos que é importante todos fazermos no nosso dia a dia, mais agora com a crise energética que se avizinha”, disse Pedro Fonseca, gerente da Login Alpha. “Sempre tivemos uma forte consciência ambiental na empresa, desde a escolha dos estores do nosso escritório, à iluminação ou à impressora energeticamente eficiente. Enquanto aguardamos as diretrizes do Governo para fazer face à crise energética, adotamos já este conjunto de medidas que, até ao momento, não nos têm causado constrangimentos no nosso trabalho do dia a dia”, sublinhou.

“Uma Agência de Marketing Digital que compreende a Indústria da Moda”, é assim que a Login se define. A empresa, que nasceu em 2018, trabalha principalmente com marcas de moda, calçado, têxteis e vestuário, e presta serviços na área do marketing e comunicação: gestão de redes sociais, publicidade digital, webdesign, branding, assessoria de comunicação. A agência foi criada para responder às necessidades das marcas e fabricantes da Indústria da Moda em busca de soluções de valor acrescentado no mundo online.

Foto: LA.

Continuar a ler

Mais lidas