Connect with us

Atualidade

Dia do Município de Lagos vivido com fortes emoções

Publicado

on

Celebrado a 27 de outubro, em honra de S. Gonçalo de Lagos, padroeiro da cidade, o Feriado Municipal de Lagos foi vivido de forma plena este ano, após dois anos dependente das restrições derivadas da pandemia. Entre iniciativas culturais e institucionais, destacou-se o regresso da Sessão Solene no Centro Cultural de Lagos, onde cerca de 31 individualidades, coletividades e entidades públicas foram homenageadas.

As celebrações arrancaram logo no dia 26 com o eletrizante espetáculo de David Fonseca no Centro Cultural, uma presença já habitual em Lagos. No dia seguinte, as atenções estiveram viradas para as várias iniciativas programadas para todo o dia, sempre com S. Gonçalo de Lagos em mente, celebrando-se este ano os 600 anos sobre a sua morte. Logo pela manhã, teve lugar a cerimónia de hastear das bandeiras na Praça Gil Eanes, contando com a participação da banda da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio, Grupo Coral de Lagos e a presença da Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Lagos e das várias associações culturais e desportivas locais.

Ainda durante a manhã, e para deleite das dezenas dos participantes, decorreu uma visita guiada sobre a história de S. Gonçalo, tendo sido também celebrada, na Igreja de Santa Maria, uma missa em honra do padroeiro de Lagos presidida por D. Manuel Quintas, Bispo do Algarve. A manhã ficou ainda marcada pela inauguração do busto de homenagem a D. José Sebastião d’Almeida Neto (Cardeal Neto, 1841-1920), antigo Cardeal Patriarca de Lisboa natural de Lagos.

A tarde deste Dia do Município foi muito especial, com o regresso da realização da Sessão Solene no Centro Cultural de Lagos (que este ano celebra 30 anos) após dois anos de suspensão devido às restrições da crise pandémica. Foi num ambiente familiar e de espírito comunitário que a cerimónia decorreu com “casa cheia”, marcada por emoções fortes, aplausos, sorrisos e até saudade. Depois do discurso de abertura pela Presidente da Assembleia Municipal, Joaquina Matos, cerca de 31 personalidades, coletividades e entidades foram homenageadas pelo município depois de deliberadas e aprovadas pela Câmara Municipal e Assembleia Municipal, tendo sido destacadas pelo seu trabalho e dedicação ao concelho e à comunidade lacobrigense. No caso das medalhas de mérito municipal de grau prata, foram condecorados o Ginástica Clube de Lagos, Hotelagos S. A. e Teatro Experimental de Lagos. Já as medalhas de grau ouro foram concedidas a José Fonseca, António Mariano, Manuel Domingos Borba, Maria da Graça Cabrita, Vítor do Carmo, Maria Antónia Candeias, Manuel dos Santos Lucas e João Francisco Cascada.

A cerimónia ficou, ainda, marcada pela atribuição da medalha de mérito municipal de grau ouro coletiva a todas as entidades envolvidas na linha da frente de combate à pandemia COVID-19, uma forma de agradecer e reconhecer o seu contributo nesta luta que ainda perdura e que uniu toda a comunidade. Esta distinção destacou os Bombeiros Voluntários de Lagos, Cruz Vermelha Portuguesa (Delegação de Lagos), Serviço de Proteção Civil e Defesa da Floresta, GNR (Lagos), Polícia Marítima de Lagos, Polícia Municipal de Lagos, PSP (Lagos), agrupamentos de escolas Gil Eanes e Júlio Dantas. Segurança Social (Lagos), juntas de freguesia, serviços da Câmara Municipal de Lagos, Instituto Fonte de Vida, Santa Casa da Misericórdia de Lagos, Centro de Saúde de Lagos, Hospital de Lagos e Hospital de Portimão.

Hugo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Lagos encerrou a cerimónia com um discurso que enalteceu a feliz retoma da sessão solene para “valorizar e reconhecer o mérito e os bons exemplos a replicar” dos vários elementos da nossa comunidade, mesmo perante adversidades como a pandemia, guerra na Europa e crise energética e económica. Referiu ainda a importância de iniciativas semelhantes para “afirmação da identidade coletiva lacobrigense”, reconhecendo a força do espírito de união da comunidade.

O dia terminou com a inauguração de uma exposição dedicada à vida e obra de S. Gonçalo de Lagos e que pode agora ser visitada no primeiro pisco do Centro Cultural de Lagos.

As celebrações do Dia do Município foram ainda mais especiais com as presenças de cidades geminadas e com acordos de colaboração e cooperação com Lagos, nomeadamente, São Miguel (Cabo Verde), Torres Vedras e Palos de La Frontera (Espanha), sendo que este ano a geminação celebra 30 anos de existência.

As comemorações desta efeméride prosseguem com mais iniciativas culturais como a sessão “Vozes de mulheres na obra de Saramago”, com Joana Manuel (Biblioteca Municipal, 28 de outubro, 21h00), espetáculo “Elogio da Loucura” pel’A Barraca (Centro Cultural de Lagos, 28 de outubro, 21h30), atividades com insufláveis no Complexo Desportivo de Lagos (29 de outubro, 9h00-18h00), palestra “A aldeia de Espiche – Aspetos da sua história (Clube ABC Espichense, 29 de outubro, 15h00), Milonga – Arte Tango (CRCD Luzense, 29 de outubro, 19h30) e espetáculo “Anos d’Ouro das Big Bands” pela Orquestra Ligeira de Lagos (Centro Cultural, 29 de outubro, 21h30).

Foto: CML.

Atualidade

Barcelos: Prémio Palco de Terra para o Teatro Escoitade e Manuel Ramos Costa

Atribuído pelo Teatro de Balugas

Publicado

on

O Teatro Escoitade, de Vigo, foi premiado, na categoria “Instituição”, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos na dinamização e promoção do teatro amador na Galiza. Na categoria “Personalidade”, a distinção foi para o ator e encenador Manuel Ramos Costa, por uma vida dedicada ao teatro amador, em especial, na Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar.

Os Prémios PALCO DE TERRA são uma iniciativa da companhia Teatro de Balugas, de Balugães – Barcelos, cuja primeira edição se realizou em 2017. São galardões concedidos anualmente para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas e instituições, no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Norte de Portugal e Galiza.

A cerimónia de entrega acontece no dia 11 de dezembro, às 16h30, no auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos), que encerra o Palco de Terra – Festival de Teatro Amador do Noroeste Peninsular.

O ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro foi o vencedor da primeira edição, em 2017, e entre os galardoados estão ainda os nomes do Cénico Lírio do Neiva (2018), Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto (2019), Dantas Lima (2019), Teatro do Noroeste-CDV (2020), Orlando Alves (2020), Programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende (2021) e Maria Laura Pinto (2022).

Imagens: TB.

Continuar a ler

Atualidade

Estremoz recebe concerto com a Banda Sinfónica da PSP

A 07 de dezembro, pelas 21h30, no Teatro Bernardim Ribeiro

Publicado

on

O Comando Distrital da PSP de Évora, através da sua Esquadra Policial de Estremoz e em Parceria com a Câmara Municipal daquela cidade, vai, no próximo dia 07 de dezembro, pelas 21h30, promover um Concerto com a Banda Sinfónica da PSP, no Teatro Bernardim Ribeiro.

Este evento vai ser realizado para comemorar o 5º Aniversário dos Bonecos de Estremoz na UNESCO, tratando-se, simultaneamente, de um concerto solidário de angariação de fundos para a CERCI Estremoz.

A Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública teve origem num agrupamento de elementos policiais com conhecimentos de música que pertenciam ao então Comando Distrital da PSP de Lisboa – atual Comando Metropolitano.

A partir de 1979, sob a Chefia do Major Silvério de Campos, aquele agrupamento evolui para um estágio de absoluto desenvolvimento artístico, o que permitiu concretizar a realização de um velho sonho de todo o pessoal da Polícia de Segurança Pública – integrar no seu efetivo uma Banda Sinfónica oficial.

O reconhecimento público do seu mérito é notório, tendo já atuado nos mais distintos auditórios nacionais, tais como: Teatro Nacional de S. Carlos, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém, entre muitos outros, para além de ter participado em programas de Rádio e Televisão.

“Este comando espera que este evento se constitua como um excelente espetáculo, que para além da qualidade, tem uma componente solidária importante para a nossa comunidade, pois, além de não ficarmos indiferentes, todos devemos dizer NÃO à diferença”, salienta em nota.

“Ter consciência, educação, saber respeitar e saber lidar com as diferenças e incapacidades, não discriminando, cabe a todos enquanto cidadãos. A PSP e o Comando Distrital de Évora pretendem, assim, contribuir para a segurança e a integração destes cidadãos”, conclui.

Imagem: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Município de Anadia admitido como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal

Publicado

on

A Câmara Municipal de Anadia foi admitida como membro honorário do Comité Olímpico de Portugal (COP). A proposta foi aprovada na última assembleia geral do COP que decorreu esta semana.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal, Jorge Sampaio, esta admissão “é motivo de grande orgulho para o Município de Anadia”, sublinhando que esta decisão “é o reconhecimento de todo o trabalho que a autarquia tem vindo a realizar, ao longo dos últimos anos, em prol do desporto de alto rendimento nacional e mundial”.

Jorge Sampaio salienta que “mais de 60 países já passaram pelo concelho, nomeadamente pelo Centro de Alto Rendimento de Anadia, para realizarem os seus treinos de preparação para os Jogos Olímpicos e outras provas internacionais”.

O autarca deixa ainda um agradecimento público à Federação Portuguesa de Ciclismo pela iniciativa da proposta, e, ao Comité Olímpico de Portugal, por ter aprovado, por unanimidade, “a proposta de admissão de sermos membro honorário, o que muito nos honra”.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Mais lidas