Connect with us

Atualidade

Barcelos: Câmara vai investir 1,5 milhões de euros em modernização e segurança dos sistemas informáticos

Publicado

on

A Câmara Municipal de Barcelos vai investir cerca de 1,5 milhões de euros na modernização e na segurança dos sistemas informáticos. O anúncio foi feito ontem, em conferência de imprensa, pelo presidente da Câmara, que deu conta que estava terminado o trabalho de investigação interna, relativamente ao ataque informático de que foi alvo o Município, na noite de 2 de outubro do ano passado.

Mário Constantino, acompanhado pelo vice-presidente da Câmara, Domingos Pereira, pelo vereador do Urbanismo, Carlos Eduardo Reis, e pelo coordenador da investigação interna e da reposição dos sistemas, Ricardo Oliveira, afirmou que o relatório final do incidente já foi remetido às autoridades policiais que investigam este crime, e que, “segundo as informações dos especialistas que coadjuvaram os serviços municipais na análise e investigação do incidente, se tratou de um ataque deliberado e malicioso tendo como objetivo causar danos e perturbações”. O incidente afetou a prestação de vários dos serviços que se suportam em plataformas informáticas, tendo-se materializado de duas formas: a habitual encriptação dos computadores de postos de trabalho, sistemas e dados, e a complementar destruição em massa de alguns suportes de dados.

Fazendo a cronologia do incidente, o autarca assegurou que logo que foi detetado o primeiro sinal de um problema nos sistemas informáticos, o Município agiu de forma imediata para identificar e conter os efeitos e repor a normalidade operativa.

Mário Constantino acrescentou, também, que, segundo os intervenientes envolvidos na investigação do ataque, “a antiguidade de vários dos sistemas existentes (com as correspondentes fragilidades) pode ter contribuído para a extensão dos danos causados”.

Ataque informático afetou mais os serviços do e-Urbanismo

Numa primeira fase, praticamente todos os serviços municipais ficaram afetados pelo ataque informático, mas, entretanto, já foram recuperados e estão em pleno funcionamento, ressalvando-se a situação da plataforma do e-Urbanismo, que foi a que registou mais anomalias, e que só gradualmente poderá voltar à normalidade. Segundo Carlos Eduardo Reis, vereador do Urbanismo, embora o ataque tenha atingido cerca de 3,5 milhões de ficheiros, na prática, e com efeitos perniciosos, o incidente afetou 3.926 processos, muitos deles já quase finalizados. E foi para obviar esta situação que foi comunicado aos técnicos e requerentes a criação de uma plataforma de recuperação, na qual poderiam voltar a descarregar os seus processos. Assumindo que o ciberataque causou atrasos e muitos inconvenientes, o responsável do urbanismo assegura que, neste momento, para os processos novos não existem quaisquer constrangimentos e que nos restantes está a ser feito um enorme esforço de recuperação do tempo perdido, que, calcula, seja de cerca de três meses. Carlos Eduardo Reis agradeceu, nessa tarefa, não só o empenho e esforço dos funcionários municipais, como enalteceu a colaboração e compreensão dos munícipes e outros requerentes face à gravidade da situação vivida.   

1,5 milhões de euros para modernizar e reforçar os sistemas informáticos do Município

Aproveitando o encontro com os jornalistas, o presidente da Câmara lamentou os “transtornos causados na relação do Município com os seus munícipes” e referiu que o Município vai proceder a um plano de “renovação informático que melhore os serviços prestados e reforce significativamente a cibersegurança dos sistemas”. Nesse sentido, avançou que já está a ser preparado um conjunto de medidas a implementar ao longo do ano, e que vão ao encontro das boas-práticas da cibersegurança, que vai implicar um investimento a rondar um milhão e meio de euros (1,5 milhões).

Esse investimento comporta, entre outros, a implementação um “Plano de Cibersegurança”, a substituição da plataforma de gestão documental, a compra de soluções biométricas tanto para os serviços online como para os equipamentos dos trabalhadores, a instalação de dois novos Datacenter – um de produção que aloje todas as soluções do Município, e um segundo Datacenter de backup para que, em caso de algum incidente, a atividade da Câmara possa prosseguir com os seus serviços com a menor entropia possível. Além destes investimentos mais significativos, o Plano incluiu outros como melhorar a ligação dos equipamentos municipais por fibra ótica, adquirir, disponibilizar acesso à informação e serviços do Município através de APPs, aplicações para dispositivos móveis, e adquirir equipamento para o centro de digitalização no Município de Barcelos.

Foto: CMB.

Atualidade

Anadia: Plenário da Rede Social dá parecer favorável à ampliação das respostas de creche em Aguim e Mogofores

Publicado

on

O Plenário do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Anadia reuniu os parceiros em sessão, esta quinta-feira, 02 de fevereiro, tendo dado parecer favorável aos projetos apresentados pelos Centros Sociais Nossa Senhora do Ó de Aguim e Maria Auxiliadora de Mogofores para o alargamento da resposta social de Creche, no âmbito das candidaturas apresentadas ao Plano de Recuperação e Resiliência.

O Centro Social Nossa Senhora do Ó de Aguim pretende alargar a resposta social em mais 10 lugares, enquanto que o Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores pretende ampliar a resposta de 35 para 41 lugares. O alargamento das valências vai implicar a reorganização dos espaços, por forma a satisfazer as necessidades e as solicitações.

No espaço de divulgação do CLAS, a Junta de Freguesia da Moita deu a conhecer aos parceiros a atividade “Freguesia Ativa”. A iniciativa que teve o seu início, no lugar de Ferreiros, promovida pela AVF – Associação de Voluntários de Ferreiros, vai ser agora alargada aos restantes lugares da Freguesia. Tem como intuito promover o bem-estar físico e mental da população sénior.

O Núcleo de Aveiro da Rede Europeia Anti-Pobreza deu a conhecer o projeto “Semana da Interculturalidade” que vai decorrer no mês de abril e tem como objetivo estimular o diálogo e a relação entre culturas.

A Delegação de Anadia da APPACDM aproveitou o Plenário para divulgar os cursos de formação profissional de Cozinheiro e Carpinteiro que vai promover a partir do mês de março.

O Município de Anadia destacou ainda a 2ª edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio – Jovens Empreendedores, cujo período para apresentação de candidaturas está a decorrer. A iniciativa é dirigida a jovens empreendedores, com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos, residentes no concelho de Anadia.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

Madeira: PSP regista 56 acidentes de viação entre 27 de janeiro e 02 de fevereiro

Dos acidentes resultaram 1 ferido grave e 6 ligeiros

Publicado

on

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira, relativamente à sinistralidade rodoviária verificada no período compreendido entre o dia 27 de janeiro e p dia 02 de fevereiro, registou um total de 56 acidentes de viação na Região Autónoma da Madeira, distribuídos pelos seguintes Concelhos: Funchal (22), Câmara de Lobos (5), Ribeira Brava (4), Calheta (3), Porto Moniz (1), São Vicente (3) Santana (3), Machico (3) e Santa Cruz (12).

Este número de sinistros resultou num total de 1 ferido grave (no Funchal) e, 6 feridos ligeiros (2 no Funchal, 1 em Câmara de Lobos, 1 em Santa Cruz e 2 em Machico).

As tipologias dos referidos acidentes de viação foram as seguintes: Colisão (33), despiste (20), atropelamentos (1), Outros (2).

Durante o referido hiato temporal, desenvolvemos uma série de operações de fiscalização rodoviária, que resultaram na materialização de 15 detenções por condução sob o efeito do álcool (7 no Funchal, 5 em Câmara de Lobos, 1 na Ribeira Brava, 1 em Machico e 1 em Santa Cruz), 7 detenções por condução sem habilitação legal (1 no Funchal e 2 em Câmara de Lobos, 2 em Machico e 2 em Santa Cruz) e 3 detenções por desobediência (1 no Funchal, por condução de veículo apreendido, e

1 por álcool e carta apreendida, 1 em Câmara de Lobos por recusa em efetuar o teste de alcoolemia, 1 na Ribeira Brava por condução antes das 12 horas, após submissão ao teste do álcool.

Foto: DR.

Continuar a ler

Atualidade

Viseu: Homem detido por condução sem carta

Publicado

on

No âmbito da prevenção rodoviária, através do patrulhamento auto e apeado, o Comando Distrital de Viseu da Polícia de Segurança Pública, através dos Polícias da Esquadra Sede, no dia 02 de fevereiro, pelas 17h45, na Rua dos Loureiros, deteve um cidadão de 29 anos de idade, por condução de motociclo sem habilitação legal para o efeito.

O detido foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas