Connect with us

Atualidade

Sintra recebe 3ª edição do Jazz em Monserrate em setembro

Apresentação do programa será a 8 de junho e inclui um concerto de Perico Sambeat, às 19h30, no Parque de Monserrate

Publicado

on

De 6 a 28 de setembro, os sons do jazz voltam a unir-se ao exotismo do Parque de Monserrate, para proporcionar experiências únicas de partilha e de fruição artística. A apresentação do programa da 3ª edição do festival que aposta no diálogo entre música, património e natureza será no dia 8 de junho, sábado, e conta com um concerto do aclamado saxofonista espanhol Perico Sambeat, às 19h30, no relvado do Parque de Monserrate. O evento, cujos bilhetes têm o custo simbólico de 1€, será uma oportunidade para conhecer em primeira mão todas as novidades do Jazz em Monserrate para 2024, o ano em que, mantendo uma programação de grande qualidade, agora sob a direção artística de Inês Laginha, o festival vai, pela primeira vez, além-fronteiras.

É, pois, do estrangeiro, mais precisamente da vizinha Espanha, que vem Perico Sambeat, o primeiro convidado desta nova fase do Jazz em Monserrate. O prestigiado saxofonista é presença habitual nos palcos internacionais, contando com mais de uma vintena de discos em nome próprio e diversas colaborações em álbuns de alguns dos músicos mais relevantes da atualidade, dos quais se destacam Dave Douglas, Ron Carter, Michael Brecker ou Bernardo Sassetti.

No concerto de apresentação desta edição do festival estará acompanhado por um trio de músicos portugueses: João Pedro Coelho (piano), Romeu Tristão (contrabaixo) e Bruno Pedroso (bateria). Será com eles que, neste fim de tarde, no relvado de Monserrate, irá explorar música integralmente da sua autoria, dando-lhe uma nova vida e brindando o público com um som que equilibra perfeitamente energia e clareza melódica.

Os bilhetes para o concerto têm o custo simbólico de 1€ e vendem-se exclusivamente no site da Parques de Sintra: (https://jazzemmonserrate.pt/event/concerto-perico-sambeat-apresentacao-jazz-em-monserrate-2024/). A abertura de portas será às 19h00, meia hora antes do início do espetáculo.

Para tornar mais cómodo o acesso aos concertos noturnos, a Parques de Sintra disponibiliza um serviço especial de transporte gratuito durante o Festival. A opção estará já disponível no concerto de Perico Sambeat, no dia 8 de junho.

O circuito de autocarros tem início às 18h00 na estação ferroviária da Portela (lado sul), segue depois para a estação de Sintra. O percurso termina junto à entrada principal do Parque de Monserrate.

No final dos concertos, efetua-se o percurso inverso, com partida do Parque de Monserrate, até ao transporte do último visitante.

Para beneficiar deste serviço, basta apresentar o bilhete para o concerto dessa noite.

Inês Laginha é a nova diretora artística do Jazz em Monserrate

Antes do concerto, às 18h30, o programa completo do Jazz em Monserrate 2024 será apresentado à imprensa, na Sala da Música do Palácio de Monserrate. Inês Laginha, nova diretora artística do festival revelará todas as novidades desta terceira edição, seguindo-se uma conversa em torno do tema “O que é o jazz?” com a participação de alguns músicos que vão integrar o cartaz.

Compositora e docente na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, Inês Laginha é, desde o final de 2017, diretora artística da Casa Bernardo Sassetti. Nesta instituição tem programado e produzido múltiplas iniciativas culturais, com destaque para o Festival de Jazz Bernardo Sassetti – um festival anual itinerante que visa levar a música jazz a todo o país. Agora, abraça, também, o projeto Jazz em Monserrate.

Este festival nasceu em 2022, da enorme vontade de convidar o público a usufruir de um dos mais belos locais de contemplação do mundo, deixando-se deslumbrar pela emoção que só a música pode proporcionar e juntando-lhe a atmosfera descontraída e o contacto com a natureza para gerar memórias únicas, singulares e coletivas.

Conjugando a beleza de Monserrate com uma programação sólida e de grande qualidade, que tem percorrido as diversas correntes do jazz português contemporâneo e dialogado com outras artes como o cinema e a spoken word, o sucesso das duas primeiras edições demonstrou que o Jazz em Monserrate veio ocupar um espaço que havia por preencher. Pelo palco do festival já passaram nomes como Mário Laginha, Afonso Pais, Maria João, Carlos Bica, Filipe Raposo e Rita Maria.

Nesta terceira edição, abre-se ao mundo e conta com artistas nacionais e internacionais, numa confluência de experiências e culturas que são reflexo, quer da fusão de estilos arquitetónicos do palácio que preside ao grande relvado, quer do exótico jardim que acolhe esta experiência.

O Jazz em Monserrate é promovido pela Parques de Sintra e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra. A Smooth FM é a rádio oficial do festival.

Mais informações e aquisição de bilhetes em www.jazzemmonserrate.pt

Imagem: PSML.

Atualidade

Barcelos: Petiscos de “comer e chorar por mais”

Fim de Semana dos Petiscos, de 19 a 21 de julho

Publicado

on

Está de volta a iniciativa “Fim de Semana dos Petiscos”. Este ano, a iniciativa promovida pelo Município e operacionalizada pelos Serviços de Turismo, decorre de 19 a 21 de julho e conta com a adesão de 21 restaurantes e tascas do concelho de Barcelos.

São petiscos de comer e chorar por mais, num fim de semana de experiências gastronómicas tradicionais irresistíveis. Para abrir o apetite, conheça as iguarias de que pode degustar: rojões, pataniscas, bifanas, polvo, taquinhos de bacalhau, chispes, codornizes, moelas, orelheira com molho verde, asinhas de frango, iscas de fígado com cebolada, pica-pau, ovos rotos, sardinha na brasa, bacalhau albardado, entre outros deliciosos petiscos que fundem tradição com inovação.

Restaurantes aderentes:

Adega Costa (Várzea); A Petisqueira Vilaça (Barcelos); Café Dias (Tamel S. Veríssimo); Café Paulista (Barcelos); Café Restaurante Luar (Gilmonde); Casa das Bifanas (Barcelos); Casa Sêmea (Arcozelo); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Faty-Ferros (Arcozelo); Galo Wine & Tapas (Barcelinhos); Historial Caffé (Barcelos); Lounge Bar Xano (Barcelos); Restaurante Pérola (Barcelos); O Ás Restaurante (Barcelos); Taberna do Armindo (Remelhe); Tasca Sem Riscos (Rio Covo Santa Eulália); Tasquinha O Telheiro (Viatodos); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Tino Socorro (Alvelos); Três Marias (Barcelos), e Vera Cruz (Barcelos).

A par do Fim de Semana dos Petiscos, há um programa de animação que contempla o Trilho das Fontes, no sábado, dia 20 de julho, das 8h30 às 13h00. E entre as 14h e as 18h tem lugar a Prova Cega de Vinhos de Barcelos, no Solar de Vila Meã, em Silveiros.

As inscrições são obrigatórias e limitadas e podem ser efetuadas para turismo@cm-barcelos.pt ou 253 811 882.

Imagem: CMB.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia: “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário” na Biblioteca Municipal

Publicado

on

A exposição “25 de Abril: Rumo ao Cinquentenário”, após itinerância pelas escolas do concelho de Anadia, encontra-se patente ao público na Biblioteca Municipal até ao próximo dia 28 de setembro.

A mostra, dirigida ao público em geral, é constituída por um conjunto de 11 painéis, complementados por um repositório digital ao qual se acede através da ativação de códigos QR.

Foi concebida com a coordenação científica do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da Universidade de Coimbra, com o design gráfico da licenciatura de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra e com o apoio da Comissão das Comemorações dos 50 Anos da Revolução do 25 de Abril.

Foto: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

São João das Lampas recebe mais uma edição das Exposições Caninas

Publicado

on

Sintra recebe a 41 ͣ Exposição Canina Nacional e a 39. ͣ Exposição Canina Internacional, no Largo 9 de Setembro, em São João das Lampas, de 26 a 28 de julho, com entrada livre.

Durante três dias poderá conhecer os melhores exemplares de raças oficialmente reconhecidas que serão avaliados por júris portugueses e internacionais. As exposições contarão, também, com a presença de canicultores oriundos de vários países da Europa.

Realizada desde 1982, a iniciativa conta com várias exposições monográficas e especializadas, cujo teor técnico e qualidade das edições anteriores, as definem já como um marco no domínio da Canicultura.

As Exposições Caninas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, estão abertas à participação de exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registadas nos Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.    

Este evento é organizado pela Comissão de Festas da Vila Velha, com supervisão técnica do Clube Português de Canicultura e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Sintra e da União das Freguesias de São João das Lampas e Terrugem.

Foto: DR.

Continuar a ler

Mais lidas