Connect with us

Atualidade

“Os Verdes”: “Pedidos de desculpas na Cimeira da ONU não protegem os Oceanos”

Publicado

on

Com o arranque da Conferência das Nações Unidas para os Oceanos, no Parque das Nações, o Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) esperam “mais proteção e menos discurso”.

“Portugal, país costeiro com uma das maiores Zonas Económicas Exclusivas Mundiais, tem, sucessivamente, negligenciado uma verdadeira política de salvaguarda e proteção dos nossos mares, tendo levado a cabo opções políticas e definido estratégias de costas voltadas para este mar imenso”, acusa o PEV.

Desde logo, “pela forma como o ordenamento da nossa costa continua a não ter em conta a sua vulnerabilidade, a comprovar pelos inúmeros empreendimentos em projeto ou construção em zonas que deveriam ser de proteção, colocando, não só, em causa a mitigação às alterações climáticas, como deixando em risco e em grande vulnerabilidade as populações”, assevera.

“Pela continuada ocorrência de focos de poluição diversa, dos micro plásticos às redes de pesca abandonadas, das descargas poluentes dos nossos rios face ao inadequado tratamento de águas residuais, entre tantas outras fontes de poluição. Pela sucessiva perda de soberania derivada dos acordos comunitários ou de pesca, com repercussões ao nível das competências e responsabilidades no que respeita à exploração, a conservação e à gestão de recursos biológicos do mar. Pela sobrepesca que já se verifica – e que não advém da nossa débil frota pesqueira – a que se sobrepõe o grave aumento do número de espécies marinhas em risco de extinção. Pela forte ameaça de concessão privada de talhões oceânicos para exploração, nomeadamente, dos fundos marinhos e dos seus recursos minerais, através de atividades extractivistas destrutivas sem que se disponha de informação que assegure a aferição clara de tais impactos para a biodiversidade, pelo que avançar para este tipo de atividades resultaria num enorme risco para a já débil saúde dos oceanos”, continua.

“A Conferência das Nações Unidas começou já com um pedido de desculpas do seu Secretário-Geral, Engenheiro António Guterres, escusando-se no facto de a sua geração nada ter feito, ou ter feito muito pouco, para impedir que os Oceanos chegassem ao atual estado de degradação. Não deixa de ser curioso este assinalar de falta de atenção de um ex-Primeiro-Ministro português que teve em mãos a organização da feira mundial Expo98, cujo tema era, precisamente, os Oceanos, e que, 24 anos volvidos, Portugal, com a sua grande ZEE à espera de aumentar para o dobro, continue, praticamente, de costas voltadas em termos de combate às alterações climáticas, de melhoria dos meios marinhos de vigilância e proteção dos ecossistemas regulando de forma efetiva a pesca agressiva industrial”, afirma o PEV.

“Entre as causas de poluição e de declínio dos oceanos, está a sobrecarga que resulta do turismo massificado, no mar e em terra, ou ainda do insustentável modelo de produção e consumo assente nos descartáveis, os quais requerem muito mais do que metas de médio prazo, são urgentes medidas no imediato, muitas das quais ficarão à margem, tal como os seus efeitos práticos, do fórum de discussão que terá lugar em Lisboa”, alerta o PEV.

“É tempo de travar a poluição dos mares. É tempo de acabar com os plásticos descartáveis. Precisamos de ter mais meios de vigilância marítima, apoiar as artes tradicionais de pescas e travar as grandes indústrias de pesca”, sublinha.

Os oceanos são responsáveis pela produção de metade do oxigénio do planeta e pela captação de grande parte do dióxido de carbono na atmosfera, contribuindo para reduzir o seu efeito de estufa, “pelo que o debate em torno de um dos temas centrais desta conferência, uma economia azul sustentável, suscita as maiores reservas para o Partido Ecologista ‘Os Verdes’ pelos enormes desafios que comporta no que diz respeito à conservação da biodiversidade”, afirma o PEV.

Portugal tem uma das maiores zonas económicas exclusivas do mundo que se estende por 1,7 milhões de km2 (18 vezes maior que a área terrestre do continente e ilhas) e está na iminência de aumentar esta área para mais do dobro. “Toda esta vasta área marinha possui uma grande diversidade de ecossistemas e de recursos que têm de ser protegidos. Há, hoje, uma nova corrida ao ouro, a mineração dos fundos marinhos, para extração de metais preciosos e terras raras para alimentar as indústrias das novas tecnologias, face aos quais se perspetivam impactos terríveis nos ecossistemas marinhos”, alerta o PEV.

Integrado na Campanha SOS NATUREZA, e a propósito da celebração mundial dos oceanos e da Cimeira (Conferência) que decorre no Parque das Nações, “Os Verdes” irão promover uma ação de rua no próximo dia 1 de julho, às 17h00, na estação sul e sueste, “para alertar para a necessidade de proteção da biodiversidade e conservação da Natureza, em particular, dos oceanos face às agressões a que estão sujeitos, nomeadamente, pela massificação turística e forte incremento do turismo de cruzeiros nas nossas águas”, conclui o PEV.

Foto: DR.

Atualidade

31ª Semana Cultural de Santa Marta de Penaguião chega ao fim

Balanço extremamente positivo para o Município

Publicado

on

A festividade por excelência de Santa Marta de Penaguião terminou no dia 2 de agosto, terça-feira, com um balanço extremamente positivo para a organização.

Cinco dias de comemoração que ficaram marcados pelo lançamento da nova marca do Município: Santa Marta de Penaguião – Berço D’Ouro, simbolizado numa Pena.

Segundo o executivo municipal, “todos nós somos Douro e de Ouro somos todos nós”. Como tal, ao longo dos dias da celebração, personalidades D(e)Ouro foram distinguidas. No Miradouro D’Ouro Vivo foi feito o reconhecimento a todos os penaguienses que trabalharam na Casa do Douro.

Para além destes penaguienses, foi igualmente feita uma homenagem aos trabalhadores da vinha, os que trabalharam e trabalham na vinha durante todo o ano, delineando a paisagem do seu Douro que tanto os caracteriza. “Trabalho que não é reconhecido, mas que deve ser considerado como uma honra e orgulho”, sublinha o Município.

“O empenho do executivo municipal penaguiense em defender e promover o Douro, bem como em dignificar o trabalho da vinha” foi reforçado com o desafio lançado a todos os “bons” homens e mulheres do Douro, presidentes de Câmara da CIMDOURO e demais entidades presentes nas comemorações do feriado municipal, para assinarem uma carta de compromisso que será enviada para onde possa provocar reação.

Ainda no âmbito das homenagens e reconhecimentos, a 31ª edição da Semana Cultural fica, também, marcada pela atribuição dos primeiros Prémios Solidarius a 6 alunos do agrupamento de escolas que se destacaram, no presente ano letivo, pelo seu trabalho em prol da entreajuda e solidariedade para com os colegas. O associativismo concelhio também esteve em destaque no último dia, com o reconhecimento feito a penaguienses que marcaram a Cultura de Santa Marta de Penaguião, a agora denominada Cultura D’Ouro.

Para além do lançamento da nova marca, a Semana Cultural contou com o tradicional cortejo etnográfico, o espetáculo piromusical, a noite de cantares e de folclore, o desporto, a gastronomia, a demonstração de artes e ofícios, entre muitos outros momentos dignos de visita.

Uma edição que mereceu os mais alargados elogios de quem por lá mora e/ou passou.

Foto: CMSMP.

Continuar a ler

Atualidade

Anadia assinala Dia Internacional da Juventude

Publicado

on

À semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, o Município de Anadia vai celebrar, no próximo dia 12 de agosto, o Dia Internacional da Juventude, oferecendo diversas atividades culturais e desportivas às crianças e aos jovens portadores do Cartão Anadia Jovem.

Neste dia, o Município de Anadia dará a oportunidade às crianças e jovens de usufruírem, sem custos, de serviços disponibilizados em equipamentos de cultura e de desporto da autarquia. A comemoração da efeméride será, também, aproveitada para dar a conhecer o programa da Semana da Juventude que vai decorrer entre 19 e 24 de setembro.

Nas Piscinas Municipais, os portadores do Cartão Anadia Jovem terão entrada gratuita. O Cineteatro Anadia exibirá, pelas 21h00, o filme “Que mal fizemos todos a Deus”, com entrada livre para crianças e jovens até aos 30 anos, residentes no concelho. O Museu do Vinho Bairrada terá também entrada gratuita para jovens até aos 30 anos, residentes no concelho.

O Dia Internacional da Juventude é assinalado a 12 de agosto nos termos da resolução, tomada em 1999, pela Assembleia Geral da ONU, na sequência da recomendação emanada da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, realizada em Lisboa, entre 8 e 12 de agosto de 1998.

Imagem: CMA.

Continuar a ler

Atualidade

Empresa de Felgueiras adota medidas para fazer face à crise energética

“Nós estamos a poupar energia. Você também pode!”, salienta a Login Alpha

Publicado

on

Enquanto cresce o receio de uma crise energética na Europa e o governo português está preparar um plano com medidas para poupança de energia que deverá ser conhecido no final do mês, a Login Alpha, uma pequena empresa de Felgueiras que presta serviços na área da comunicação e marketing digital, decidiu implementar já algumas medidas.

A Login começou por cortar na iluminação e no ar condicionado: metade das luzes do seu escritório estão desligadas e o ar condicionado está, agora, regulado em 27 graus. Os computadores desligam-se na hora de almoço e não se deve deixar equipamentos, como impressoras ou máquina de café, em stand by quando não estão a ser utilizados. O mesmo acontece com os carregadores dos smartphones e tablets, que devem ser removidos das tomadas elétricas quando não estão a carregar os dispositivos. Sempre que possível, as deslocações são evitadas, sendo substituídas por chamadas telefónicas ou videochamadas. “E estamos todos de bom humor!”, diz a empresa.

“São pequenos gestos que é importante todos fazermos no nosso dia a dia, mais agora com a crise energética que se avizinha”, disse Pedro Fonseca, gerente da Login Alpha. “Sempre tivemos uma forte consciência ambiental na empresa, desde a escolha dos estores do nosso escritório, à iluminação ou à impressora energeticamente eficiente. Enquanto aguardamos as diretrizes do Governo para fazer face à crise energética, adotamos já este conjunto de medidas que, até ao momento, não nos têm causado constrangimentos no nosso trabalho do dia a dia”, sublinhou.

“Uma Agência de Marketing Digital que compreende a Indústria da Moda”, é assim que a Login se define. A empresa, que nasceu em 2018, trabalha principalmente com marcas de moda, calçado, têxteis e vestuário, e presta serviços na área do marketing e comunicação: gestão de redes sociais, publicidade digital, webdesign, branding, assessoria de comunicação. A agência foi criada para responder às necessidades das marcas e fabricantes da Indústria da Moda em busca de soluções de valor acrescentado no mundo online.

Foto: LA.

Continuar a ler

Mais lidas