Connect with us

Atualidade

Metade dos Portugueses não reúne em família no Natal

Despesa na consoada e almoço de Natal ronda os €105 enquanto que a despesa com presentes situa-se nos €150

Publicado

on

A esmagadora maioria das famílias portuguesas (81%) reconhece que ainda não se sente segura a celebrar o Natal e 45,1% admite não reunir família ou amigos durante a consoada, revela um inquérito da APP Fixando, junto de 5.670 clientes, realizado entre os dias 1 e 14 de dezembro.

O aumento do número de casos COVID-19 nas últimas semanas e o surgimento da nova variante do vírus mais contagiosa – a Omicron – estão na base deste travão na passagem de um Natal ‘normal’ em família.

Segundo a Fixando, que liga clientes a especialistas da área dos serviços, só 15,7% dos inquiridos pretende juntar mais de 10 pessoas durante a consoada, com 39,1% a não ultrapassar os 5 elementos da família e 8,9% a admitir passar o Natal sozinho.

Por outro lado, cerca de 31% afirma ainda que irá celebrar o Natal apenas com o seu agregado familiar, havendo portugueses que vão optar por não realizar as habituais celebrações familiares de Natal (10,5%).

No que toca aos gastos inerentes a esta quadra, o inquérito adianta que os portugueses vão gastar, em média, €105 na consoada e no almoço de Natal, com cerca de 93% das famílias a optar por cozinhar em casa e apenas 1,25% admitiu realizar alguma das refeições de Natal fora de casa (restaurante).

A incerteza financeira que a pandemia provocou faz-se sentir também no dinheiro que os portugueses vão usar em prendas, sendo que cada português vai gastar em média €150 em presentes este Natal, menos €57 que em 2020.

No tipo de prendas que tencionam oferecer, os portugueses optam principalmente por roupa e acessórios (49%), livros (33%) e brinquedos e jogos (30%). Uma das tendências crescentes é a oferta de serviços e experiências, indica Alice Nunes: “Começa a existir uma preocupação crescente com o consumo sustentável que, aliada à indisponibilidade de muitos produtos e equipamentos, leva a que cada vez mais portugueses procurem este tipo de alternativas.”

As prendas que os portugueses planeiam oferecer no Natal:

Conclui-se no inquérito que os portugueses não vão sair de casa e por isso há quem recorra a vários serviços para ajudar a celebrar o Natal em casa, uma tendência crescente.

“A procura de especialistas para ajudar nas celebrações desta quadra, nomeadamente na confeção de refeições, começa também a ser comum para os portugueses”, explica Alice Nunes, diretora de Novos Negócios da Fixando.

A empresa recorda que registou um aumento de 255% na procura por especialistas em catering ao domicílio na primeira quinzena de dezembro, comparativamente ao período homólogo, como também a procura por Pais Natais para entretenimento cresceu 240% no mesmo período.

“Apesar de ser um serviço mais procurado por empresas, temos recebido pedidos de alguns pais que querem surpreender os filhos. Como há menos festas nas escolas, as famílias acabam por querer compensar em casa”, conclui a mesma responsável.

Foto: DR.

Atualidade

Marcha-Corrida de Castro Marim com mais de 600 participantes

Publicado

on

Castro Marim recebeu ontem, dia 5 de fevereiro, a marcha-corrida regional, inserida no Circuito de Marchas-Corrida do Algarve e no Programa Nacional de Marcha-Corrida. Com mais de 600 participantes, ano após ano, esta é uma das iniciativas mais participadas do Algarve, tendo como cenário o santuário natural da Reserva do Sapal, um espaço privilegiado, com características únicas para o contacto direto com a fauna e a flora.

O desenvolvimento do exercício físico e de bons hábitos de saúde, além dos laços de amizade e solidariedade que se cimentam, foram os objetivos da iniciativa, que apresentou dois percursos com diferentes graus de dificuldade. O 1º, numa distância de 10 Km, pela Reserva. O 2º, mais curto, com 3,5 Km pela Vista Real, com paisagens sobre Castro Marim, o Sapal e as salinas.

A Marcha Corrida foi organizada pela Câmara Municipal de Castro Marim, Plano Nacional de Marcha Corrida, Instituto Português do Desporto e Juventude, Plano Nacional de Ética no Desporto e do Programa Nacional “Desporto Para Todos” e contou com o apoio da Reserva do Sapal de Castro Marim/VRSA e da GNR. local.

Foto: CMCM.

Continuar a ler

Atualidade

Funchal: Três detidos por tráfico de droga, posse de arma proibida e recetação

Publicado

on

O Comando Regional da PSP Madeira deteve três cidadãos, do sexo masculino, naturais e residentes no Funchal, pelo crime de tráfico de estupefacientes, posse de arma proibida e recetação.

A detenção ocorreu na sequência do cumprimento de 3 mandados de busca domiciliária na freguesia de São Roque, Funchal, tendo sido possível apreender 1 arma de fogo calibre “ponto 25 mm”, várias munições, 1 arma de alarme, 1 objeto sem aplicação definida mas utilizado como arma de agressão, 182 doses individuais de uma substância estupefaciente denominada por “Haxixe”, 25 doses de uma substância estupefaciente denominada por “Heroína”, 1 dose individual de uma substância psicoativa denominado por “Alpha PHP”, cerca de 4400 euros em dinheiro e, ainda, diverso material relacionado com a prática deste tipo de crime.

No decurso desta diligência, foi, ainda, possível sinalizar alguns objetos furtados, nomeadamente, equipamentos eletrónicos e objetos em ouro, evidenciando-se assim uma eventual prática do crime de recetação.

Após contacto com as autoridades judiciárias dois dos cidadãos detidos foram constituídos arguidos, submetidos a Termo de Identidade e Residência, tendo sido determinada a sua restituição à liberdade.

Ao suspeito principal da prática dos factos foi-lhe determinada a medida de coação de prisão preventiva. 

Foto: PSP.

Continuar a ler

Atualidade

Leiria: Buscas e detenções por roubo agravado e tráfico de estupefacientes

Publicado

on

O Comando Distrital de Leiria da PSP, através da Esquadra de Investigação Criminal de Leiria, desencadeou, no dia de hoje (06-02-2023), uma operação policial na sequência de uma investigação efetuada a um crime de roubo agravado, que culminou com a efetivação de 4 buscas domiciliárias.

Na sequência desta operação policial, foram detidos 04 homens, com idades compreendidas entre os 23 e 46 anos, sendo 03 detidos em cumprimento de Mandado de Detenção fora de flagrante delito pelo crime investigado e 01 detido por ter sido intercetado em flagrante delito na posse de 72,76gr de Haxixe (equivalentes a 146 doses), bem como, de uma balança de precisão e outros objetos relacionados com o crime de tráfico de droga.

Foi, ainda, apreendido e recuperado diverso material proveniente do roubo agravado e de outros roubos/furtos, designadamente: 1 televisor; 1 computador portátil e outro material informático; ferramentas oficinais diversas; utensílios de emprego específico na construção civil; componentes de mecânica automóvel; e telemóveis.

A Operação Policial envolveu cerca de 40 operacionais das valências de investigação criminal e de intervenção rápida/ordem pública, contando com o reforço do Comando Distrital de Coimbra da PSP.

Os 4 detidos recolheram às salas de detenção desta Polícia, a fim de serem presentes a primeiro interrogatório judicial de arguido detido, no dia de amanhã, para aplicação de medidas de coação.

“Deste modo, reiteramos que nos manteremos com especial atenção a fenómenos de criminalidade violenta e grave ou organizada que afetem a segurança dos nossos concidadãos, aproveitando, ainda, para apelar a toda a população para a necessidade de comunicação e participação às autoridades de quaisquer atitudes e comportamentos que considerem suspeitos, pois será um forte contributo para o combate ao crime de modo mais eficaz e, assim, incriminar os seus responsáveis”.

Foto: PSP.

Continuar a ler

Mais lidas